Quais os principais atrativos culturais do mundo em 2021

Uma premiação internacional realizada pela LCD (Leading Culture Destinations) e Visit Berlin, identifica e reconhece os projetos mais criativos e inovadores de instituições e iniciativas culturais que formam a cultura mundial.  Então, quais os principais atrativos culturais do mundo em 2021? O Viajar é Vida elenca agora a lista de atrativos ao redor do mundo, considerados como os de maior relevância neste ano. O objetivo da premiação é também inspirar uma troca dinâmica e estabelecer uma rede global entre cultura e viagens. Acompanhe!

Munch Museum em Oslo na Noruega entre os destaques

Munch Museum em Oslo na Noruega entre os destaques
Foto: divulgação

Também chamado de Munchmuseet, o Munch Museum é um museu de arte que abriga o acervo de Edvard Munch, deixadas em testamento à comunidade de Oslo em 1940. A abertura das portas foi ainda nos anos 1960, mais precisamente em 1963, exatos 100 anos após o nascimento do pintor mundialmente reconhecido. Inicialmente, o espaço foi financiado com os lucros obtidos pelos cinemas municipais de Oslo. Mais recentemente, foi financiado pela empresa japonesa Idemitsu Kosan co. Ltd. Em 2005, o museu foi parcialmente reconstruído, para aumentar a sua segurança, na sequência dos roubos de “O grito” e de “Madonna”, em 2004.

Quais os principais atrativos culturais do mundo em 2021? James Simon Gallery em Berlim, na Alemanha

Quais os principais atrativos culturais do mundo em 2021? James Simon Gallery em Berlim, na Alemanha
Foto: divulgação

A James Simon Gallery é um centro de visitantes e galeria de arte, situada em Berlim. Foi batizada com o nome de Henri James Simon (1851 a 1932), que trouxe fama mundial aos Museus do Estado de Berlim com suas generosas doações. Como sexto edifício do conjunto, a galeria ocupa uma posição de destaque no local do antigo Packhof projetado por Karl Friedrich Schinkel, que foi demolido em 1938, e seu design é inspirado na história da construção da Ilha dos Museus.

National Gallery, em Atenas na Grécia, na lista de quais os principais atrativos culturais do mundo em 2021

National Gallery, em Atenas na Grécia, na lista de quais os principais atrativos culturais do mundo em 2021
Foto: divulgação

Com exposições principalmente focadas na arte grega pós-bizantina, e também com extensa coleção de artistas europeus como um dos maiores acervos de pinturas da Renascença, a Galeria Nacional de Arte fica na Avenida Vasilissis Sofias, em Atenas, na Grécia. É dedicado à arte grega e europeia do século 14 ao século 20. O edifício foi reformado recentemente e reaberto após uma reforma de 8 anos, em 24 de março de 2021, um dia antes do 200º aniversário da Guerra da Independência da Grécia.

Leia também

The Momentary em Bentonville, no Arkansas, Estados Unidos é outro ótimo representante

The Momentary é um espaço de arte contemporânea em Bentonville, cidade do estado de Arkansas. A inauguração foi em fevereiro de 2020 e mantém entrada pública gratuita. A reforma de uma antiga instalação de fabricação Kraft de 20 mil metros quadrados deu lugar ao The Momentary, no Centro de Bentonville. O lugar é uma instituição sem colecionismo que se concentra principalmente em artes visuais e performáticas, experiências culinárias, festivais e artistas residentes.

Oklahoma Contemporary, em Oklahoma City estimula a criatividade

O Oklahoma Contemporary Arts Center estimula a criatividade por meio de exposições, performances e programação pública. O compromisso é fornecer experiências artísticas acessíveis e inclusivas para todos, hospedando exposições, eventos e performances gratuitas durante todo o ano e oferecendo cursos e acampamentos de artes de alta qualidade e baixo custo para jovens e adultos.

Fotografiska New York é recente, instalado em um prédio do Renascimento

Este espaço em Nova York é uma filial do museu de fotografia sueco Fotografiska. Fica no Gramercy Park, em Manhattan. A casa do museu é a Church Missions House, um marco do Renascimento de 6 andares e 4.200 metros quadrados. Foi restaurado para receber o Fotografiska e foi inaugurado em dezembro de 2019. Além das galerias, o museu abriga o Veronika, um restaurante operado por Stephen Starr.

Fotografiska New York é recente, instalado em um prédio do Renascimento
Foto: divulgação

Museo Regional de Aysén, em Aysén, no Chile, mostra a cultura sul-americana

O Museu Regional de Aysén é um espaço público localizado na cidade de Coyhaique, na Patagônia Chilena. Está instalado em edifícios instituídos pela Sociedade Industrial de Aysén em 1903, declarados Monumento Histórico Nacional em 2019 e que foram restaurados para servir de museu. Existem 3 áreas expositivas, auditório, laboratórios de pesquisa, espaço para oficinas, depósito de acervos e áreas administrativas; além de um parque ao ar livre e, desde 2019, um restaurante/café.

Museo Regional de Aysén, em Aysén, no Chile, mostra a cultura sul-americana
Foto: divulgação

Museu da Imagem e do Som no Rio de Janeiro também na lista de quais os principais atrativos culturais do mundo em 2021

O Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro existe desde 3 de setembro de 1965, como parte das comemorações do 4º Centenário da cidade do Rio de Janeiro. A instituição lançou um gênero pioneiro de museu audiovisual, que seria seguido em outras capitais e cidades brasileiras. Além de ter se qualificado como centro de documentação de música e imagem, foi também um centro cultural de vanguarda nas décadas de 1960 e 1970, lugar de encontros e de lançamento de ideias e novos comportamentos.

Museu da Imagem e do Som no Rio de Janeiro também na lista de quais os principais atrativos culturais do mundo em 2021
Foto: divulgação

X Museum, em Pequim, na China, é um misto cultural que vale a pena conhecer

O X Museum, localizado em Pequim, na China, celebra novas ideias e multiplicidade de culturas, com o objetivo de criar um lugar inclusivo tanto no local quanto no domínio virtual – um ponto de conexão entre o pensamento de diferentes origens e disciplinas, através da geografia e etnicidade. Com base em perspectivas críticas e conceitos experimentais, o X Museum está empenhado em cultivar e apoiar artistas emergentes em um contexto global, ao mesmo tempo que adota práticas inovadoras.

National Kaohsiung Center For The Arts Weiwuying, em Taiwan, representa a Ásia

O lugar onde o centro de artes está localizado já foi uma área deserta antes de ser desenvolvida como um acampamento militar, nos anos 1950. Foi em 2003 que resolveram fazer a mudança e transformar a área em um centro de atuação nacional como parte dos 10 principais projetos de estímulo do país. Em 2007, a empresa de design Mecanoo Architecten ganhou os direitos de design e construção. O formato foi inspirado nas figueiras da região. O centro abriga quatro locais internos, que são a Opera House, Concert Hall, Playhouse e Recital Hall.

National Kaohsiung Center For The Arts Weiwuying, em Taiwan, representa a Ásia
Foto: divulgação

Quais os principais atrativos culturais do mundo em 2021: Museum of Underwater Art, em Queensland, na Austrália

O Museu de Arte Subaquática (MOUA) é uma série de obras de arte globalmente significativas localizadas na Grande Barreira de Corais em Townsville North Queensland. As obras de arte inspiradoras do MOUA foram criadas pelo escultor subaquático Jason deCaires Taylor. Como o único museu de arte subaquático de Jason no hemisfério sul, o MOUA foi criado para inspirar e educar o mundo sobre a conservação dos recifes. As obras de arte foram construídas para permitir o plantio de corais para apoiar a restauração do recife. Mergulhe nesta maravilha subaquática espetacular e testemunhe como essas obras de arte incríveis ao longo do tempo se transformam em seus próprios ecossistemas prosperando com a vida marinha.

King Abdulaziz Center For The World Culture fica em Dhahran, na Arábia Saudita

Também conhecido como Ithra, o King Abdulaziz Center For The World Culture está situado em Dhahran, na Arábia Saudita. Foi inaugurado pelo rei Salman bin Abdulaziz em 1 de dezembro de 2016 com foco em cultura, aprendizagem e atividades interculturais. O centro está localizado onde o primeiro campo de petróleo comercial saudita foi encontrado em março de 1938 e incorpora um museu, museu infantil, biblioteca, cinema, teatro e salas de exposição. O espaço já foi listado na revista Time como um dos 100 melhores lugares do mundo para se visitar.

King Abdulaziz Center For The World Culture fica em Dhahran, na Arábia Saudita
Foto: divulgação

The Museum of The Future, em Dubai, nos Emirados Árabes, também integra a lista de quais os principais atrativos culturais do mundo em 2021

O Museu do Futuro combina elementos de exposição, teatro envolvente e atração temática, convidando você a olhar além do presente para o possível. É um lugar de tolerância, convidando perspectivas culturais, filosóficas, sociais e espirituais variadas. Também é um local de aprendizagem, onde você se juntará para explorar as ameaças e oportunidades que moldam nossos tempos e encontrar soluções para um futuro melhor. São 4 andares de exposições expansivas enfocando os possíveis futuros do desenvolvimento de recursos do espaço sideral, ecossistemas e bioengenharia, e saúde, bem-estar e espiritualidade. Outro andar será dedicado à apresentação de tecnologias do futuro próximo que transformarão o mundo, abordando desafios em áreas como saúde, água, alimentação, transporte e energia. O último andar dá às crianças seu próprio mundo para explorar e desafios para completar, em seu caminho para se tornarem “futuros heróis”.

The Museum of The Future, em Dubai, nos Emirados Árabes, também integra a lista de quais os principais atrativos culturais do mundo em 2021
Foto: divulgação

Sheikh Abudullah Al Salem Cultural Centre mostra que há rica aposta na cultura no Kuwait

O Museu de História Natural: Centro Cultural Sheikh Abdullah Al Salam se destaca de outros museus do mesmo tipo, pois abriga uma variedade de ecossistemas vivos que se unem para mostrar as maravilhas do mundo natural. Os visitantes podem se perder em um enorme ecossistema vivo de exuberantes florestas tropicais, manguezais e recifes de coral, ver diferentes espécies de insetos vivos e um mundo subaquático em um aquário de um milhão de litros. Eles também podem traçar a história da Terra desde o Big Bang, através da era dos dinossauros até os dias atuais. São 8 galerias espalhadas por 7.700 metros quadrados.

Sheikh Abudullah Al Salem Cultural Centre mostra que há rica aposta na cultura no Kuwait
Foto: divulgação

Gostou destas dicas de espaços culturais premiados e reconhecidos ao redor do mundo? Qual deles mais chama sua atenção? Conte nos comentários do Viajar é Vida.


Conteúdos Relacionados


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*