O que tem para fazer nos Lençóis Maranhenses?

O que tem para fazer nos Lençóis Maranhenses?

A natureza tem nuances que concede vários privilégios ao Brasil. E um deles é a formação dos Lençóis Maranhenses. Esta área protegida na costa atlântica Norte do país é famosa pela paisagem desértica de grandes dunas de areia branca e pelas lagoas sazonais formadas pela água da chuva. São pelo menos 15 delas que dão ao lugar um charme irresistível de cenário único no mundo. O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses tem 155 mil hectares de extensão, o que equivale a quatro vezes o tamanho da Suíça. Com essa imensidão de dunas de areia branquinha e lagoas de águas cristalinas, a pergunta que não quer calar: o que tem para fazer nos Lençóis Maranhenses?

Este post do Viajar é Vida vai tentar detalhar sobre a região, meios de hospedagem, locais para alimentação e o que tem para fazer nos Lençóis Maranhenses. Está preparado para esta viagem?  Vem com a gente.

Dunas e lagoas formadas pela chuva. Saiba o que tem para fazer nos Lençóis Maranhenses
Foto: Leopoldo Léo/Pixabay

As dicas iniciais sobre os Lençóis Maranhenses

A primeira coisa a falar é mais técnica: os Lençóis Maranhenses são formados por sedimentos compostos principalmente de quartzo. O percentual destas dunas são mais de 95% de quartzo para ser mais exato. Sem a proporção de grãos carbonáticos (que são resíduos de organismos como moluscos, corais e algas) esse tipo de areia dificilmente se enrijece, ficando soltinha, fininhas e leve para ser espalhada pelo vento. Dito isso, fique ciente que você circulará por grandes áreas de deserto de areia, dunas fofas, calor e vento nesta região do Norte do país.

Para circular, apenas com veículos 4×4 credenciados e adaptados para percorrer o terreno arenoso e alagado da restinga dos Lençóis Maranhenses. As maiores lagoas são a Azul e a Bonita. Apesar de área mais desértica, há um ecossistema diversificado em todo o parque que inclui pântanos de mangais.

Outra dica bacana é saber que o auge das chuvas ocorre entre fevereiro e maio, que é quando as lagoas ficam mais cheias. Porém, os dias também são chuvosos. Então a sugestão é optar por viajar a partir de maio, que é o período em que ainda há muita água nos estoques e os dias são mais bonitos, com calor e muita luz solar.

Mais de 15 lagoas integram o Parque dos Lençóis Maranhenses
Foto: divulgação

O que tem para fazer ?

Contato com a natureza. Você experimentará estar em contato com uma forma não muito comum, que é o cenário de dunas, sol, calor e lagoas de água doce. Por isso, vá ao máximo de lagoas que puder e mergulhe em todas. Experimente nadar nestes locais.

Aproveite os passeios em grupo, mas se puder, faça um privativo. Assim você contemplará com seus parceiros de viagem o sabor de apreciar a paisagem em boa companhia. Faça passeios do começo ao fim do dia, para ver do nascer ao pôr-do-sol. O espetáculo é diferente nos dois horários. Acompanhar o dia começando ou partindo nas dunas, na beira de uma lagoa é uma sensação única e inexplicável.

Com pelo menos 15 lagoas para se refrescar, você vai perceber que essa combinação dunas altas mais água fresca é perfeita. Você se esforça para subir os grandes montes de areia fofa e ao final do desafio encontra um espaço ideal para descansar.

Banho nas lagoas, por do sol nas dunas, passeio de carro com tração.... saiba o que tem para fazer nos Lençóis Maranhenses
Foto: divulgação

Além dos passeios nas dunas e banhos nas lagoas, você pode curtir a noite de Barreirinhas, a cidade mais próxima do parque. O ponto de encontro noturno é às margens do Rio Preguiças, na avenida Beira Rio que é bem conhecida porque é ali que estão boa parte dos bares, restaurantes e pizzarias do centro da cidade. Ali é possível ver a movimentação, ouvir música ao vivo e jantar nas mesinhas que ficam nas calçadas.

Ah, o Rio Preguiças tem este nome pela presença de muitos bichos-preguiças por lá. E a cidade de Barreirinhas está distante 250 quilômetros da capital, São Luís. Apesar da distância, para chegar lá de avião, o aeroporto mais recomendado é o da capital, que recebe voos diretos de Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Fortaleza, Imperatriz, Recife, Rio de Janeiro, São Paulo e Teresina.

O que mais tem para fazer nos Lençóis Maranhenses

Há passeios muito bacanas para se fazer com veículos 4×4 credenciados e presença de um guia. Com eles, você poderia ir aos Grandes Lençóis, percorrendo de carro roteiros que passarão pela Lagoa Azul e dos Peixes, Lagoa Bonita, Lagoa da Esperança, Atins, Santo Amaro e Delta das Américas. Devido o trajeto de trilhas e caminhadas nas dunas o grau de dificuldade dos passeios é de médio e a alto e variam de 4 a 10 horas.

Outra sugestão é visitar os Pequenos Lençóis em voadeira ou quadriciclo, indo pelo Rio Prequiças ou pelas dunas. Os guias fazem paradas em Vassouras, Mandacarú e Caburé. Sem dificuldade de acesso pelo rio e com aventura de quadriciclo, você escolhe o que mais agrada. Este percurso leva de 6 a 8 horas.

Quer fazer algo mais tranquilo? Que tal uma atividade matutina? A dica é o boia-cross cujo trajeto é feito de veículo 4×4 até o local para o banho. Vale levar crianças porque elas vão adorar.

Onde se hospedar

O clima roots é um dos charmes da região dos Lençóis Maranhenses, embora haja meios de hospedagem de diferentes níveis. A Pousada Toca dos Aventureiros entra no clima local. Está localizada à margem do Rio Preguiças e tem o foco no público que é amante das trilhas terrestres e náuticas. A decoração do espaço é todo com pegada off-road.

A pousada Toca dos Aventureiros tem um conceito mais off-road
Foto: divulgação

Já  o Porto Preguiças Resort é o único meio de hospedagem em toda a região que possui o conceito de resort. São 200 mil metros quadrados de área às margens do Rio Preguiças com construções que estão em perfeita harmonia com a natureza. Todos os detalhes criam um ambiente de charme e conforto. Em cada cantinho, antiguidades, obras de arte, artesanato, plantas e flores completam uma atmosfera tranquila e aconchegante. São 100 apartamentos com acomodação total de até 300 pessoas.

A Pousada Paraíso dos Lençóis possui 22 aconchegantes suítes compostas de cama queen size e/ou solteiro com colchões de molas ensacadas, televisão com antena parabólica, ar-condicionado tipo split, frigobar e chuveiro elétrico, além de sinal de wi-fi grátis em toda pousada.

O charme da Pousada Paraíso dos Lençóis está nos detalhes internos e externos
Foto: divulgação

Pioneira em turismo na cidade, a Pousada do Riacho equivale a uma hospedagem 2 estrelas que tem como foco hóspedes que queiram pagar um preço justo pela estadia nos arredores do parque Lençóis Maranhenses.

Há vários meios de hospedagem nos como a Pousada do Riacho
Foto: divulgação

Curtiu este post sobre o que tem para fazer nos Lençóis Maranhenses? As dicas ajudaram no planejamento da sua viagem? Se tiver outras dicas, compartilhe nos comentários do Viajar é Vida.


Conteúdos Relacionados


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*