O que fazer na Suíça

O país é praticamente sinônimo de perfeccionismo. Situado na Europa e sem costa marítima, o Viajar é Vida conta neste post o que fazer na Suíça. Esta é uma viagem que faz parte do imaginário de muita gente e realmente vale todo o planejamento. Com 41 mil quilômetros quadrados de área, a Suíça está entre os países mais ricos do mundo e possui as cidades com a melhor qualidade de vida de todo o planeta, como Genebra e Zurique. Além do clima agradável (com temperaturas altas no Verão e paisagens geladas no Inverno), há muito o que se visitar e conhecer. Quem já foi para a Suíça sabe que é uma experiência e tanto!

O que fazer na Suíça? Visitar Berna, a capital

Berna é a capita e está na lista sobre o que fazer na Suíça
Foto: Enrique Lopez Garre/Pixabay

Com fontes de água potável praticamente em cada esquina (não se acanhe, beba mesmo e se mantenha hidratado), Berna é uma cidade pequena, localizada na curva de um rio. A sua rua principal é a Marketgasse, com lojas, cafés e as fontes de água potável. Embora este cenário já fosse suficiente, por aqui ficam as principais atrações turísticas da região, como a Torre da Prisão, a Casa de Einstein e a Torre do Relógio.

Chamado de Zytglogge, este relógio localizado na torre é o oficial de Berna desde 1530 (tem praticamente a idade do Brasil!). Preste atenção nas informações que concede: horas, minutos, segundos, dia, mês e até signo e lua. Este é um dos poucos relógios astronômicos ainda na ativa no planeta, por isso este é um programa imperdível na lista sobre o que fazer na Suíça. A Torre do Relógio já foi também a Torre da Prisão. Faça a visita e suba para conhecer o maquinário que faz a estrutura do relógio funcionar.

A Casa de Einstein (ou Einsteinhaus em alemão) é atualmente um museu, aberto na antiga casa que serviu de moradia para Albert Einstein. Fica na Rua Kramgasse, 49. Um apartamento no segundo andar da casa foi ocupado por Einstein, sua esposa Mileva Marić e seu filho Hans Einstein, de 1903 a 1905.

Também na região central fica o Parlamento Suíço, prédio que foi inaugurado em 1902. Você pode fazer a visita interna conhecendo os cômodos e entendendo um pouco mais sobre o funcionamento da política suíça. É preciso agendar o passeio que é feito em alemão ou inglês.

Conhecer Zurique é outra possibilidade sobre o que fazer na Suíça

Zurique é uma das atrações do país Europeu
Foto: Annca/Pixabay

Zurique não é a capital, embora seja a cidade com maior poderio econômico e com cerca de 400 mil habitantes. É também a porta de entrada da maioria dos viajantes, já que Zurique possui a maior malha aeroviária de entrada no país.

Culturalmente falando, Zurique também é muito rica. Imagine que são pelo menos 50 museus! E tem um centro histórico que reforça sua herança medieval. A principal rua do centro histórico é Niederdorf. Apesar de estreita, mantém prédios antigos com cafés, lojinhas e tudo mais o que um local turístico como este pode oferecer.

Fica em Zurique a fábrica de chocolates da Lindt (oba!). Antigamente existia um tour pela fábrica, agora o viajante pode apenas conhecer o outlet. Aqui você poderá aproveitar descontos na compra dos produtos. Calma que tem mais coisa na lista sobre o que fazer na Suíça.

Genebra tem a sede da ONU e um centro histórico pra lá de charmoso

o que fazer na Suíça: visitar Genebra
Foto: Heidelbergerin/Pixabay

Esta é outra cidade suíça que não é tão gigantesca. São cerca de 500 mil habitantes. Genebra fica na parte sul do Lago Léman e com vista para o Mont Blanc. Fica aqui em Genebra a sede das Nações Unidas (ONU) e da Cruz Vermelha na Europa. Ah, diferentemente de Zurique, há uma forte influência francesa no idioma e gastronomia.

Claro que o Lago Léman está na lista de atrativos de Genebra. Sempre há o que se fazer dentro ou nos arredores do lago. Um dos símbolos é um jato d’água de 140 metros de altura localizado no centro do lago. Próximo fica o centro histórico e sua arquitetura antiga e o ritmo menos intenso no dia a dia de quem vive por aqui. Visite a Vieille-Ville, que é o trecho da cidade velha que fica mais no alto. Aqui nasceu Genebra. Nesta região ficam prédios históricos como a Catedral que foi construída entre 1150 e 1250. Também ficam por aqui a prefeitura, o Hôtel de Ville e o Museu de Arte e História de Genebra.

Claro que tem que estar na sua lista sobre o que fazer na Suíça a visita a uma fábrica ou museu de relógio. Desde o século 16 o país é famoso pela sua precisão na construção de equipamentos que marcam as horas. O Museu Patek Philippe apresenta a história dos relógios no mundo, com várias relíquias da realeza europeia.

Alpes Suíços tem várias cidades pitorescas para os viajantes

O charme das cidadezinhas cobertas de gelo, o frio gostoso para uma boa refeição ou um chocolate quente e mesmo um vinho. Os Alpes Suíços fazem parte de uma cadeia montanhosa que atravessa desde o Sul da Europa até à Europa Central. A altitude média por aqui é de 1.700 metros, podendo chegar a 4 mil. Pelo menos 48 montanhas da Suíça chegam a esta altura. E os Alpes cobrem pelo menos dois terços de todo o território suíço.

Cidades como Zermatt  e Interlaken são destinos certos, cada um com suas peculiaridades. Zermatt é onde ficam a mais famosa montanha da Suíça: Matterhorn, que faz fronteira com a Itália.  São Moritz é outra cidade dos Alpes Suíços bem famosa. Ela foi sede dos Jogos Olímpicos de Inverno por duas vezes. O Interlaken é dos destinos turísticos nos Alpes Suíços e fica mais próxima a Berna. Possui três grandes montanhas: Eiger, Monch e Jungfrau.

Os Alpes Suíços são destaque sobre o que fazer na Suíça
Foto: Pasja 1000/Pixabay

Apreciar a gastronomia é um dos atrativos da Suíça

A culinária da Suíça é muito variada e você já deve ter ouvido falar de pratos como fondue, raclette e alguns tipos de queijo como o Gruyère ou Emmentaler, que são fabricados exclusivamente por aqui nos vales Gruyères e Emmental. E o que dizer do chocolate suíço, que desde o século 18 ganhou reputação global? Sabia que suíços são os maiores consumidores mundiais de chocolate? Também, com essa qualidade, só não aproveita quem não pode.

O vinho é bebida mais popular da Suíça e os fabricados no país são feitos a partir de uma variedade de uvas com variação de terroirs, com suas misturas específicas de solo, ar, altitude e luz. O vinho suíço é produzido principalmente nas regiões de Valais, Vaud, Genebra e Ticino. Os vinhedos são cultivados na Suíça desde a era romana e as atuais variedades mais difundidas são as chasselas e pinot noir.

NA Suíça aprecie a gastronomia
Foto: Евгения Тополова/Pixabay

E aí, o que achou destas dicas sobre o que fazer na Suíça? Tem outras? Deixe nos comentários do Viajar é Vida.


Conteúdos Relacionados


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*