O que fazer na Barra Norte em Balneário Camboriú

Balneário Camboriú tem status relacionado ao turismo há várias décadas. A cidade inteira se moldou para se tornar o que é hoje reconhecida no Brasil e no Exterior como grande destino brasileiro. Aqui tem atrativos para dias incríveis, independentemente da idade do viajante e se está sozinho, com a família ou amigos. O que vem se tornando muito claro agora, é que além da Barra Sul onde se concentram a maior parte dos atrativos, a Barra Norte também vem ganhando novo apelo turístico. E o Viajar é Vida aponta agora o que fazer na Barra Norte em Balneário Camboriú.

Primeiro vale ressaltar que o percurso entre Barra Sul e Barra Norte é curto (cerca de 8 quilômetros) e há muito o que se fazer neste percurso. Seja na beira da praia e as dezenas de restaurantes, bares, lojas e afins, ou em atrativos espalhados pelas principais ruas e avenidas da cidade que tem apenas 50 quilômetros quadrados de área.

O destaque para a Barra Norte, é porque até então Barra Sul era a figura fácil entre os visitantes que vão atrás da diversão no Parque Unipraias, no Barco Pirata e agora no Oceanic Aquarium. Novos atrativos e a própria infraestrutura da cidade levam a este importante passo para o setor turístico de Balneário Camboriú.

A Barra Norte vem ganhando força e se tornando outra região turística de Balneário Camboriú
Mapa: Google

O que fazer na Barra Norte em Balneário Camboriú: visitar o Morro do Careca

O Complexo Turístico Morro do Careca é um parque natural que fica no topo do morro que faz limite entre Balneário Camboriú e Itajaí. São duas cidades diferentes e a vista que se tem lá de cima é de encher os olhos. Tanto pela cidade moderna e cosmopolita que a região da Praia Central de Balneário Camboriú quanto pela beleza cênica da Praia Brava de Itajaí. Ali você pode ter contato com a natureza, observar os atletas (e até fazer um voo duplo) de parapente e se encantar com a vista. Na volta, retorna pela Estrada da Rainha até a orla da Praia Central. E de lá acompanha outros cenários que mostram porque Balneário Camboriú é tão linda.

O Morro do Careca tem uma vista diferenciada de Balneário Camboriú
Foto: Antônio Carlos Bohnke/Pixabay

Roda-gigante será o grande atrativo da Barra Norte

O que fazer na Barra Norte em Balneário Camboriú? Ali pertinho do Morro do Careca, bem no final da orla da Praia Central, está sendo erguida a FG Big Wheel. A imensa roda-gigante promete ser a maior do estilo “estaiada” da América Latina. O equipamento ainda está em construção e deverá ser inaugurado em dezembro de 2020. Até lá, serão instaladas as 36 cabines climatizadas. O trabalhodeve durar cerca de 30 dias.

Cada uma terá a capacidade para seis pessoas sentadas confortavelmente. Os visitantes vão ter uma visão 360 graus e vão se surpreender com o cenário que o novo ponto turístico de Balneário Camboriú vai proporcionar a 82 metros acima do nível do mar. A FG Big Wheel está no costão da Barra Norte rodeado de Mata Atlântica e de frente para o mar. O passeio vai durar 20 minutos poderá ser feito tanto durante o dia quanto à noite. O valor dos ingressos ainda não foi definido. 

A FG Big Wheel é o grande atrativo que vem coroar a Barra Norte em Balneário Camboriú
Foto: divulgação

Molhe entre as novidades da Barra Norte

Como ocorre na Barra Sul, a construção de um molhe na Barra Norte vai ter várias contribuições. Pelo lado sustentável, vai ajudar a manter o Canal Marambaia assoreado e contribuir para evitar poluição na Praia Central. A ideia é garantir a balneabilidade da região para os banhistas poderem aproveitar a praia durante o Verão.

E do ponto de vista turístico, o lugar será mais um local de visitação. O viajante poderá entrar mar adentro sobre a estrutura de pedras e concreto e ter novos ângulos para observar Balneário Camboriú. O espaço deve ser inaugurado em breve.

Criado para ajudar no meio ambiente, o Molhe também ajuda com o turismo da Barra Norte
Foto: Ana Claudia Sguario

O que fazer na Barra Norte em Balneário Camboriú? Curtir 3 praias diferentes

Além da Praia Central, onde estão os grandes edifícios, na mesma região Norte da cidade ficam a Praia do Coco e a Praia do Buraco. A primeira é o meio do caminho. Pelas trilhas do deck o viajante segue a pé e vai descobrindo uma nova visão sobre a cidade. Depois de uns 15 minutos de caminhada, ele chega à Praia do Buraco. Aqui é mar aberto e a faixa de areia recebe poucos visitantes. É um local ideal para curtir a tranquilidade.

A praia do Buraco é uma das três que o viajante pode curtir na região Norte da cidade
Foto: Everaldo José dos Santos

Fun Museu também entra no páreo para ajudar a consolidar a Barra Norte

Na mesma região Norte, cerca de 2 minutos de carro de onde está sendo finalizada a roda-gigante, fica o Fun Museu. O local é pura diversão. Viajantes sozinhos ou acompanhados aproveitam os 30 cenários para fazer fotos, vídeos e dar muita risada. Esse é o som mais comum ouvido na estrutura de 500 metros quadrados.

Tem cenário com arco-íris, tem simulação de voo de balão, tem estrutura para você fazer foto tocando a lua… é muita criatividade para um lugar só! E ainda tem a experiência virtual da realidade aumentada. Basta baixar um aplicativo, apontar a câmera do telefone para alguns cenários e ver elementos de cena virtuais aparecerem na tela do seu telefone. Se você tem entre zero e 90 anos, certamente vai achar graça e se divertir de monte no Fun Museu.

Entre os novos atrativos está o Fun Museu
Foto: divulgação/Fun Museu

Há vários meios de hospedagem pela Barra Norte

Se quiser aproveitar este trecho da cidade para se hospedar, saiba que há várias possibilidades na região. Do luxo e glamour do Infinity Blue que fica de frente para o mar na Praia do Buraco e cujo acesso é entre a roda-gigante e o Morro do Careca; até à hospedagem em comunidade, como o do Positive Hostel. E tem ainda os hotéis tradicionalíssimos que ficam na frente do mar da Praia Central como o Marambaia, o Candeias Hotel San Remo e o Hotel D’ Sintra.

Pertinho dali, mas distante duas quadras do mar estão o Hamburgo Palace, o Hotel HM, o Hotel San Marino e o Hotel Brut By Slaviero. Há uma variedade de meios de hospedagem e você pode curtir boa parte das atrações de Balneário Camboriú sem muito esforço, fazendo tudo até caminhando se quiser.

Vários meios de hospedagem facilitam a estada dos viajantes nesta região
Foto: Pedro Soares

De uma maneira geral Balneário Camboriú é bem distribuída. E fortalecer regiões como a Barra Norte é mais uma forma de a cidade logo estar ainda mais reconhecida. Seja pela pela sua atuação em bem-receber ou na qualidade das atrações locais. O que você achou deste conteúdo sobre o que fazer na Barra Norte em Balneário Camboriú? Concorda que Balneário Camboriú está acrescentando mais novidades ao dia a dia do turista e do morador? O Viajar é Vida espera seus comentários.


Conteúdos Relacionados


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*