O que fazer em Nova Veneza SC

Com seus 13 mil habitantes, o charme de cidade do interior, e a curiosidade da população de todo o Brasil depois da história de uma rifa com porco, galinha e pato como premiação, chegou a hora de você saber o que fazer em Nova Veneza SC. O Viajar é Vida traz as informações sobre essa cidade que começou a ser colonizada em 1891, quando os primeiros imigrantes italianos chegaram à região Sul de Santa Catarina. Eles vieram de Vêneto, norte da Itália, fundaram a pequena vila no Brasil e a batizaram de Nuova Venezia.

Mesmo com o passar dos anos, os cerca de 95% dos habitantes de origem italiana mantiveram os hábitos e costumes e, por isso, estar em Nova Veneza é como uma ida ao país europeu. É de se esperar que a arquitetura também siga estes padrões. Todo o território de Nova Veneza é rico em construções históricas, muitas delas datadas do início da colonização. Construções feitas em madeira, pedra e tijolos, de arquitetura colonial fundem-se às belezas naturais da região. A cidadezinha fica distante cerca de 20 quilômetros de Criciúma, a maior cidade da região, e cerca de 225 quilômetros de Florianópolis.

O que fazer em Nova Veneza SC: conhecer o Aguaí Santuário Ecológico

Entre os atrativos relacionados ao que fazer em Nova Veneza SC, está o Aguaí Santuário Ecológico que fica próximo à Barragem do Rio São Bento e a cerca de 4 quilômetros de distância da Reserva Biológica Estadual do Aguaí. O parque está inserido numa área de Mata Atlântica com 135 mil metros quadrados. O local oferece mais de 2 quilômetros e meio de trilhas ecológicas, tirolesa com 250 metros de extensão, pedalinho, caiaque, rapel e também conta com diversos animais domésticos (patos, galinhas, perus, pavão, gansos). Das atividades apenas o rapel deve ser agendado com antecedência.

Atualmente o restaurante local conta com capacidade para 300 pessoas sentadas. Aos sábados e domingos o parque é aberto para o público em geral das 10h às 18h30min, com opções de almoço típico italiano das 12h às 14h e o tradicional café colonial das 14h às 18h30min. Para o almoço é necessário fazer reserva antecipada.

O que fazer em Nova Veneza SC: conhecer o Aguaí Santuário Ecológico

Leia também

Roteiros do ecoturismo se complementam com diferentes cachoeiras no município

Para os apaixonados pela natureza, aqui em Nova Veneza ela foi generosa. Os visitantes aproveitam a viagem para conhecer de perto a Cachoeira da Vila Maria, localizada no vértice de um vale que se afunila entre paredes que chegam a uma altura superior a 100 metros. A água despenca de uma altura aproximada de 100 metros, em um paredão de rocha. Fica no limite da Reserva Biológica Estadual do Aguaí, onde está situada a nascente do riacho que forma a cachoeira da Vila Maria. A trilha que leva até ela apresenta grau de dificuldade que vai de médio a alto.

Já a Cachoeira do Cantão exige que a visita seja feita com guias. A caminhada inicia em propriedade particular, em cenário dominado por pastagem cercada de mata nas encostas que formam o vale. À medida que a trilha avança, a mata se torna mais fechada até alcançar um estádio primitivo no entorno da queda d’água.

Outra atração local é a Cachoeira Três Quedas. Ela está situada entre paredes que chegam a uma altura superior a 70 metros e da sua base é possível observar apenas duas das três quedas. A trilha apresenta grau de dificuldade que vai de baixo a médio, e tem aproximadamente 2 quilômetros de extensão. As visitas também necessitam acompanhamento de guia especializado.

Roteiros do ecoturismo se complementam com diferentes cachoeiras no município

Roteiro religioso com atrativos diversificados na lista sobre o que fazer em Nova Veneza SC

O roteiro religioso também tem força na lista sobre o que fazer em Nova Veneza SC. A exemplo do Caminho da Via Crucis que é composto por 14 capitéis, num percurso de dois quilômetros. Ele inicia em frente à Igreja São Marcos, tendo parte do trajeto em área urbana e o restante em zona rural. Cada capitel retrata uma das estações da Via Crúcis e foram construídos por 112 famílias que se envolveram voluntariamente neste trabalho. Um grande número de fiéis realiza o percurso todos os anos durante a celebração da Sexta-feira Santa, porém o percurso pode ser realizado em qualquer época do ano.

A Igreja Matriz de São Marcos, onde começa o percurso da Via Crucis, é admirada tanto pela obra externa quanto pelo interior rico em obras de arte. Passagens bíblicas são retratadas em suas pinturas e esculturas sacras. O campanário se transformou em ponto turístico por algumas peculiaridades: abriga 4 sinos que propagam sons melodiosos e suas batidas diferenciam de acordo com a mensagem a ser levada. De seus alto-falantes ecoam há mais de 60 anos a Voz do Leão de São Marcos, um serviço de informação comunitária. O relógio, de raro modelo no Brasil, foi trazido de Turim (Itália) em 1922.  Curiosidades que tornam o local ainda mais satisfatório para se visitar.

Carnavale Di Veneza, gôndola e gastronomia típica. Tem muito O que fazer em Nova Veneza SC

O Carnavale di Veneza é um baile realizado anualmente em junho durante a tradicional Festa da Gastronomia (Italiana, com certeza). Ele retrata exatamente o Carnaval de Veneza, com os participantes chegando de várias partes do país em busca do charme e autenticidade de uma das mais conhecidas festas populares do mundo. É obrigatório trajes e máscaras coloridas, os personagens se divertem dançando em meio ao público da festa, ao som da tradicional música italiana. Muitas das máscaras usadas no baile foram trazidas da Itália, e a maior parte é confeccionada em Nova Veneza. A concentração dos foliões trajados a caráter inicia na Praça Humberto Bortoluzzi, de onde partem em desfile pelas ruas da cidade em direção ao local da Festa da Gastronomia, na Praça da Chaminé.

Nesse clima, a cidade também mantém gôndolas que são embarcações típicas da cidade de Veneza. Fora da cidade italiana existem apenas 4 embarcações oficiais espalhadas pelo mundo, e uma se encontra aqui no município de Nova Veneza. Foi doada pela província de Veneza e simboliza o elo que o município tem com o país de origem dos primeiros colonizadores. Na Praça Humberto Bortoluzzi, no centro da cidade, os visitantes podem apreciar a embarcação que fica em um lago artificial aberto à visitação. Uma gôndola oficial tem 10,75 metros de comprimento, 1,75 metros de largura e pesa 600 quilos.

Depois de lembrar a Festa da Gastronomia, vale dizer que o cardápio é reforçado e muito tradicional, com a cara da Itália. A gastronomia se baseia no macarrão rústico, polenta, puína (queijo pré-fermentado), queijos coloniais, salames, carnes e galinhas ensopadas, saladas de batatas com ovos, saladas de radicio, pães e tantos outros pratos que podem ser encontrados em restaurantes e cafés coloniais.

Nova Veneza foi intitulada como Capital Catarinense da Gastronomia Italiana pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina em 2003. Em 2018, recebeu o título de Capital Nacional da Gastronomia Típica Italiana.

Casas de Pedra e orgulho do passado

Tombadas como Patrimônio Histórico Nacional estado de Santa Catarina, as casas de pedra e Patrimônio Histórico Arquitetônico atraem muitos turistas que visitam Nova Veneza. Foram construídas por imigrantes italianos no final do século 19 e restauradas em 2002. A técnica de construção usa essencialmente pedras e barro. No mesmo lugar estão 3 edificações que estão à disposição para visitação. O acesso às Casas de Pedra se dá pela Via Centenária, uma estrada alternativa que liga Nova Veneza ao distrito de Caravaggio, e que foi aberta na época da colonização.

As homenagens aos imigrantes não param. Desde 1991, o Museu do Imigrante Cônego Miguel Giacca abriga objetos e utensílios que por si só contam a história de Nova Veneza e região. São peças antigas como ferramentas, vestuário, utilitários, máquinas, documentos e mobílias. O prédio onde está localizado o museu é uma das edificações mais antigas da cidade, construído na última década do século 19. Já foi sede de um clube social, igreja, casa paroquial, prefeitura municipal, câmara de vereadores e jardim de infância. Fica ao Lado da Igreja Matriz São Marcos.

Já sabe o que fazer em Nova Veneza SC? Pode começar a preparar a sua viagem para conhecer este pedacinho da Itália em pleno Sul catarinense. Se você já conhece a cidade e tem mais dicas, compartilhe com os leitores do Viajar é Vida deixando sua sugestão nos comentários.


Conteúdos Relacionados


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*