Qual castelo inspirou o castelo da Cinderela?

Parece ser algo de conto de fadas, mas antes de chegar ao imaginário popular uma construção real serviu de inspiração e o Viajar é Vida mostra qual castelo inspirou o castelo da Cinderela. O Castelo de Neuschwanstein  é um palácio alemão construído na segunda metade do século 19, perto das cidades de Hohenschwangau e Füssen, no sudoeste da Baviera, perto também da fronteira com a Áustria.

A obra foi construída por Luís II da Baviera no século 19, inspirado no projeto de seu amigo e protegido, o grande compositor Richard Wagner. A arquitetura do castelo possui um estilo fantástico, o qual serviu de inspiração ao “Castelo da Cinderela”, símbolo dos estúdios Disney. Apesar de não ser permitido fotografar o seu interior, é um dos edifícios mais fotografados da Alemanha e um dos mais populares destinos turísticos europeus, além de também ser considerado o “cartão postal” daquele país. O nome Neuschwanstein é uma referência ao “cavaleiro do Cisne”, Lohengrin, da ópera com o mesmo nome e esses detalhes o site de viagens Travel + Leisure apresentou aos leitores e o Viajar é Vida faz um compilado das dicas.

Qual castelo inspirou o castelo da Cinderela
Foto: Wolfgang Heubeck/Pixabay

Qual castelo inspirou o castelo da Cinderela? A história do Castelo de Neuschwanstein

O rei Ludwig II da Baviera encomendou o castelo ao lado do penhasco em 1868, apenas dois anos depois que a Áustria e a Baviera foram conquistadas pela Prússia durante a Guerra Austro-Prussiana (às vezes chamada de Guerra das Sete Semanas), o que privou Ludwig II de seus poderes. Ele rapidamente se retirou para um mundo de fantasia privado, cercando-se de enormes castelos onde ele poderia viver seus sonhos de ser um verdadeiro rei soberano.

Embora tenha trabalhado para isso, Ludwig II nunca viu o Neuschwanstein totalmente pronto. Ele morreu em 1886 e as últimas torres terminadas somente em 1892. Mas semanas após sua morte repentina e misteriosa, o magnífico castelo foi aberto ao público, onde rapidamente se tornou uma das atrações mais visitadas da região. Atualmente, mais de 1 milhão e 500 mil visitantes chegam ao local para ver os castelos de contos de fadas da Alemanha.

Qual castelo inspirou o castelo da Cinderela? A história do Castelo de Neuschwanstein
Foto: jplenio/Pixabay

Leia também

Algumas curiosidades sobre o Castelo de Newschwanstein

Para visitar o Castelo de Neuschwanstein os interessados terão que viajar para a vila de Hohenschwangau, onde está localizada a bilheteria. Embora não seja realmente alta – a torre mais alta de Neuschwanstein atinge uma altura de 65 metros – a posição do castelo em uma colina confere um imponente porte.

De acordo com os planos, o castelo deveria ter mais de 200 quartos. Mas pouco mais de uma dúzia foi concluída antes que os fundos para o projeto fossem cortados. As estimativas colocam a metragem total em cerca de 20 mil metros quadrados.

A reputação de Ludwig II como um rei excêntrico e recluso torna fácil ver por que Neuschwanstein é tão frequentemente chamado de “o castelo do rei dos contos de fadas”. Em uma carta a seu amigo, o compositor alemão Richard Wagner, Ludwig II disse que suas intenções com Neuschwanstein eram reconstruir as ruínas do antigo castelo de Hohenschwangau, seguindo o estilo autêntico dos castelos dos antigos cavaleiros alemães.

Antes de o rei Ludwig II da Baviera se tornar um servo da Prússia, ele teve uma infância bastante confortável em Schloss Hohenschwangau. Seus pais notaram uma inclinação para a representação teatral (tendência que só se aprofundaria nos anos posteriores), e ele gostava dos dramas musicais criados pelo grande compositor Richard Wagner.

Com a idade de 18 anos, Ludwig II tornou-se rei da Baviera. Mas ele reinaria por apenas dois anos antes que a política externa e os poderes militares da Baviera fossem apreendidos pela Prússia.

Algumas curiosidades sobre o Castelo de Newschwanstein
Foto: Karlheinz Melzer/Pixabay

Mais um pouco da história

Os destaques internos do castelo vão do camarim e a magnífica pintura do teto e os murais que ilustram as obras dos poetas Walther von der Vogelwide e Hans Sachs. A sala inteira tem um acabamento em ouro rico e sedas violetas. Poucas salas em Neuschwanstein mostram a obsessão de Ludwig em ser rei quanto a Sala do Trono. O espaço de dois andares captura a majestade das igrejas bizantinas e é finalizado com um lustre de 4 metros de altura, uma cúpula pintada e um elaborado mosaico no chão. Ironicamente, nunca houve um trono neste espaço.  

Um dos destaques além das muralhas do castelo é Marienbrücke, a ponte que paira sobre uma cachoeira e oferece as vistas mais icônicas (e oportunidades para fotos) de Neuschwanstein. Após o passeio, passe algum tempo explorando as trilhas de madeira ao redor do castelo, que oferecem inúmeras oportunidades para admirar os Alpes Bávaros ao redor.

Mais um pouco da história
Foto: MINAgency/Pixabay

Qual castelo inspirou o castelo da Cinderela? Bom, Walt Disney teve várias inspirações

Dizem que o Castelo de Neuschwanstein, com sua fachada de calcário branco e torres de um azul profundo, é uma inspiração na vida real para o castelo no clássico da Disney, Cinderela, lançado em 1950. A semelhança, afinal, é impressionante.

Mas há outro castelo da Disney que se parece um pouco com Neuschwanstein – e esse é o castelo da Bela Adormecida na Disneylândia. Antes de Walt Disney começar a construir seu parque temático na Califórnia, ele e sua esposa fizeram uma viagem à Europa que incluiu uma parada em Neuschwanstein. Representantes do parque disseram que a Disney tinha em mente a casa notável de Ludwig II para o palácio de contos de fadas da Bela Adormecida.

Qual castelo inspirou o castelo da Cinderela? Bom, Walt Disney teve várias inspirações
Foto: ian kelsall/Pixabay

Qual castelo inspirou o castelo da Cinderela  e quando ir visitar?

Para quem prefere menos movimentação, o ideal para fazer uma visita ao Castelo de Neuschwanstein e evitar os cerca de 6 mil turistas diários, é optar por evitar os meses de pico do verão: julho e agosto. Exceto nos feriados principais (Natal, por exemplo), o número de visitas a Neuschwanstein cai significativamente entre novembro e abril.

Embora Neuschwanstein coberto de neve seja o sonho dos viajantes, pode ser complicado visitar o castelo nesta época do ano. Já uma viagem fora da temporada de primavera ao Castelo de Neuschwanstein (março ou abril) oferecerá aos viajantes um clima agradável, fotografias do castelo branco contra um cenário verde exuberante e pequenas multidões.

Qual castelo inspirou o castelo da Cinderela  e quando ir visitar?
Foto: MINAgency/Pixabay

O transporte para chegar lá

Os trens para o Castelo de Neuschwanstein saindo de Munique irão até Füssen, de onde os visitantes terão que se transferir para um ônibus local. Trens e ônibus intermunicipais também estão disponíveis para viajantes que buscam transporte de Garmsich ou de Innsbruck a Neuschwanstein.

Todos os viajantes que visitam Neuschwanstein chegarão primeiro em Hohenschwangau, que é o local do Ticketcenter, estacionamentos, Museu dos Reis da Baviera e outras atrações para turistas. De Hohenschwangau, os visitantes podem chegar a Neuschwanstein a pé, de ônibus ou de carruagem puxada por cavalos. Caminhar até Neuschwanstein leva de 30 a 40 minutos. Só fique atento, porque a subida é bastante íngreme.

O transporte para chegar lá
Foto: Harald Tedesco/Pixabay

Conteúdos Relacionados


Um comentário

  1. Pingback: Qual castelo inspirou o castelo da Cinderela? – Blog do Raimundo Cunha – Jornalismo político com responsabilidade

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*