O que fazer em Tulum no México

Se as belezas naturais já chamam a atenção, espere até saber um pouco mais sobre essa cidade mexicana. Quem viaja e está de olho na região do Mar do Caribe quer saber o que fazer em Tulum no México para poder planejar sua viagem. Da história à natureza, tudo conspira a favor de investir suas fichas neste trecho do território mexicano.

Tulum fica na Riviera Maya e é um sítio arqueológico, mantendo outras características históricas como a antiga cidade muralhada e ruínas antigas localizadas hoje num parque nacional. Tulum foi uma das últimas cidades construídas e habitadas pelos maias. Teve o seu auge entre os séculos 13 e 15 e sobreviveu mesmo após os espanhóis começarem a ocupar o México. É um dos sítios maias costeiros mais bem preservados do país.

O que fazer em Tulum no México
Foto: Anonymous Traveller/Pixabay

O que fazer em Tulum no México: conhecer a história ainda preservada nas muralhas

Tulum era protegida do lado do mar por escarpas altas e nos lados terrestres por uma muralha que variava de 3 a 5 metros de altura, 8 metros de espessura e 400 metros de comprimento no lado paralelo ao mar e 170 metros nos outros lados. Cinco porteiras garantiam a entrada e saída da antiga cidade. A estrutura de pedras torna Tulum um dos sítios fortificados mais conhecidos dos maias.

Para o viajante, lugares como o Templo dos Frescos vale muito a visita. A construção foi feita para registar os movimentos do sol. Tem fachada decorada com figuras em nichos representando o “deus mergulhador”. El Castillo (ou o Castelo) é outro local que conta um pouco da história e vale conhecer. Tem 7,5 metros de altura, foi construído em cima dum edifício anterior e tinha um teto de vigas e argamassa. A construção deve ter ocorrido em várias fases segundo os estudiosos. De início era um pequeno santuário usado como farol das canoas que chegavam à cidade.

O sítio arqueológico de Tulum é bastante pequeno se comparado a outros sítios maias das redondezas. Talvez por isso seja o mais preservado. Por conta da proximidade com outros centros turísticos do México, tornou-se também uma atração. Tulum está a 130 quilômetros de Cancun. E com esse fluxo de visitantes, as ruínas se tornaram o terceiro sítio arqueológico mais visitado do México, depois de Teotihuacan e de Chichén Itzá. Foram 2,2 milhões de visitantes em 2018.

A cidade amuralhada é um dos destaques
Foto: timeflies1955/Pixabay

Leia também

Dica de ouro sobre a visita aos sítios

Para evitar multidões nestes locais, a melhor dica é pernoitar próximo e visitar as ruínas de manhã cedo ou no final da tarde. A manhã é recomendada, pois você pode ter uma vista espetacular quando o sol está nascendo no Caribe.

Traga roupa de banho, porque é bem provável que entrará na água na praia das ruínas. Carregue consigo também água, chapéu, protetor solar…

A zona arqueológica de Tulum está no parque nacional criado em 1981. Ele se estende por toda a zona costeira que vai deste o norte da cidade moderna até à zona chamada Casa Cenote. É a única área natural protegida terrestre na faixa costeira entre Cancun e Tulum, ocupando 664 hectares. Aqui é morada de dois tipos de tartarugas muito comuns na região e o parque foi criado com a finalidade de conservação de recursos naturais, recreio e turismo de baixo impacto.

As ruínas contam a história da cidade mexicana
Foto: chambly1236/Pixabay

El Pueblo tem a melhor estrutura na lista sobre o que fazer em Tulum no México

A cidade moderna, ou El Pueblo, é onde mora a maioria dos locais. É aqui também onde está boa parte da estrutura turística, como lojas, supermercados, duas estações de ônibus, pousadas, albergues e pequenos hotéis. Esta seção da cidade tem a sensação definitiva de existir principalmente para atender às ruínas de Tulum. Tulum Pueblo é de fato um destino para compras, ótimos restaurantes, vida noturna sem exageros, escolas de idiomas e afins.

Para a região das praias, a distância é de 8 a 15 quilômetros. Chamado de Tulum Playa, é onde você verá as praias de areia branca, mar azul turquesa e resorts maravilhosos com uma agitada vida noturna. Mas existem também vários locais de hospedagem do tipo cabana a preços acessíveis em frente à praia. Só fique atento: maioria desses estabelecimentos são ecológicos e não fornecem eletricidade após a meia-noite. O papel higiênico não pode ser liberado e é solicitado que a água e outros recursos sejam usados ​​com moderação. Isso ocorre por sugestão da prefeitura que quer manter Tulum em sua essência, sem os problemas ambientais já registrados em Cancun e Playa del Carmen.

A região das praias tem cenários belíssimos
Foto: Walkerssk/Pixabay

Faça passeios guiados no México

Você pode aproveitar o melhor do México em tours privados ou excursões por diferentes regiões do país. Reservando o pacote da Civitatis, você terá esta experiência única! A Civitatis é uma agência de turismo on-line, um portal com atividades, excursões e visitas guiadas em mais de 600 destinos. A empresa possui fornecedores e parceiros locais em todos os continentes, guias de viagens gratuitos e visitas guiadas nas principais cidades do mundo. E a Civitatis é parceira do Viajar é Vida. Acesse o link e adquira seus melhores momentos no México.

Experimente também pela Civitatis

Os animais vivem livres na Biosfera de Tulum
Foto: Angie Toh/Pixabay 

O que fazer em Tulum no México: biosfera e ruínas de Coba

Na lista de outros programas para fazer na cidade, está conhecer a Biosfera de Sian Ka’na. A reserva possui vários hectares de manguezais e pântanos intocados. Por aqui, pescadores fazem passeios de barco de uma hora a duas horas pela reserva a qualquer hora do dia. Perto do pôr do sol é uma ótima opção.

Os viajantes também gostam de visitar as Ruínas de Coba. Elas não estão em uma forma tão original quanto as ruínas de Tulum, no entanto, eles apresentam “El Castillo” a mais alta das ruínas maias que se projetam acima das copas das árvores na selva. Você pode escalar o castillo para ter uma vista espetacular do topo. Coba fica a apenas 30 minutos de carro a oeste de Tulum na estrada principal 307.

Para quem curte um mergulho

Sobre o que fazer em Tulum no México, a dica é: o melhor lugar para nadar é no teatro da ruina, abaixo de “El Castillo”. Porém, para nadar aqui você precisa comprar um ingresso de 80 pesos para o Parque Arqueológico de Tulum Ruina. Esta não é uma praia pública. Já os cenotes (que já citamos acima) são as cavernas e túneis subterrâneos que acumulam a água da chuva. O local onde esses túneis alcançam a superfície é conhecido como cenote e são lugares que geralmente permitem natação e mergulho.

São como “lagoas” de água doce e fria, e com a presença de alguns animais como peixes, tartarugas e, em alguns casos, morcegos. Alguns cenotes são fechados principalmente com pequenas aberturas na superfície e uma maior área cavernosa acima da água que se estende sob a cobertura rochosa. Outros são mais abertos e permitem mais luz natural.

Cenotes estão na lista sobre o que fazer em Tulum no México
Foto: Olivia Crosswell/Pixabay
O que fazer em Tulum no México? Mergulhar
Foto: divecentersca/Pixabay

Muita gente que vai para Tulum opta por se hospedar nos resorts, locais que mantém intensa programação aos viajantes. Estas dicas sobre o que fazer em Tulum no México trazidas pelo Viajar é Vida são principalmente para você que quer aproveitar a região, sair da redoma dos resorts e se aventurar pela vida mexicana.


Conteúdos Relacionados


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*