Como ver a aurora boreal no Alasca

O portal de viagens dos Estados Unidos, Travel + Leisure, trouxe um artigo completo sobre como ver a aurora boreal no Alasca e o Viajar é Vida traduziu, complementou e trouxe estas informações para você. Sonho de muitos viajantes, as luzes coloridas em tons de verde e azul comuns no Hemisfério Norte também podem ser acompanhadas dos Estados Unidos, ao contrário do que muita gente pensa que só ocorrem em lugares como a Finlândia ou a Islândia. Pode ser bastante frio no inverno (as temperaturas podem cair para -30 graus), mas o interior do Ártico do Alasca é o local onde o céu tende a ser mais claro e, com isso, um dos lugares mais incríveis para acompanhar este show das luzes da natureza.

Como ver a aurora boreal no Alasca
Foto: Noel Bauza/Pixabay

Quando é possível ver a aurora boreal no Alasca?

A aurora boreal, ou as luzes do norte como também são chamadas lá fora, ocorrem por causa da atividade solar e buscar por céus limpos é a principal dica. As exibições tendem a se intensificar em torno dos meses de equinócio de setembro e março. É quando a inclinação da Terra em relação ao sol tornam o campo magnético do planeta e o vento solar em sincronia. Combine isso com uma maior chance de céu limpo no Alasca durante a primavera (ou em março, já na entrada do inverno) em um local no interior, distante das cidades. Assim provavelmente será a melhor época e lugar para aumentar suas chances de ver as luzes do norte.

Se você conseguir encontrar céus claros, fique alerta a partir do anoitecer e poderá ver uma aurora. Apesara de o Instituto Geofísico afirmar que a melhor época para ver a aurora é por volta da meia-noite, ela pode ocorrer a qualquer momento.

Quando é possível ver a aurora boreal no Alasca?
Foto: janeb13/Pixabay

Leia também

Como ver a aurora boreal no Alasca e qual a melhor época

A temporada das luzes do norte do Alasca é entre meados de setembro e final de abril, com pico em março, embora neste último período seja uma estação definida mais por suas noites longas e escuras do que pela atividade solar. Prever a aurora boreal significa prever a atividade solar, o que é virtualmente impossível com nossa tecnologia atual.

Sabe-se, contudo, que a aurora boreal é mais bem vista no Alasca entre a latitude 65 ° N e 70 ° N. A região de Fairbanks fica a cerca de 290 quilômetros ao sul do Círculo Polar Ártico e desfruta de luzes do norte esporádicas. Já aldeias mais remotas do norte de Coldfoot, no Território de Yukon, ou para Prudhoe Bay e Utqiaġvik, no extremo norte, as chances são muito maiores. Quanto mais ao norte você viajar no Alasca, maior será a probabilidade de ver a aurora boreal.

Como ver a aurora boreal no Alasca e qual a melhor época
Foto: Noel Bauza/Pixabay

Ex-capital do ouro é uma das cidades para ver o fenômeno

Fairbanks, a antiga cidade da corrida do ouro, é a capital da caça às luzes do norte no Alasca. Não é o melhor lugar para a visualização da aurora – fica logo abaixo do Círculo Polar Ártico – mas as auroras ocorrem com frequência aqui. Sua popularidade entre os que buscam a aurora boreal tem muito a ver com sua acessibilidade. Existem voos frequentes e muitas opções de alojamento. Bons lugares para visitar nas proximidades incluem Cleary Summit, a cerca de 30 quilômetros de Fairbanks, que é de fácil acesso, tem um bom estacionamento e uma visão sólida do horizonte.

Outros bons locais de observação nas proximidades, de acordo com o Instituto Geofísico da Universidade do Alasca, incluem Haystack Mountain, Ester, Wickersham e Murphy Domes. A Área de Recreação dos Lagos de Chena é um lugar popular para procurar reflexos na água (você pode estacionar seu carro perto do cais). Perto está o Chena Hot Springs Resort, onde você pode assistir ao show em uma banheira de hidromassagem ao ar livre. Durante o dia, experimente esqui cross-country ou pesca no gelo em buracos de gelo pré-perfurados.

Ex-capital do ouro é uma das cidades para ver o fenômeno
Foto: janeb13/Pixabay

Aurora boreal perto de Coldfoot e Utqiagvik

Antigamente Coldfoot era um assentamento de mineração de ouro, mas agora é um local privilegiado de observação da aurora boreal no Ártico do Alasca. Isso porque é o lar do rústico Coldfoot Camp na Cordilheira Brooks, na orla do Gates of the Arctic National Park, o parque nacional mais ao norte dos Estados Unidos. Muitos passeios de aventura na aurora levam os visitantes até Wiseman, a apenas 15 quilômetros ao norte para grandes chances de um show das luzes.

Já a pequena cidade, anteriormente chamada de Barrow (hoje Utqiagvik), fica no extremo norte do Alasca a 71 ° N de latitude e abriga o Top Of The World Hotel, que organiza passeios e aventuras ao ar livre conectadas à cultura nativa Iñupiat do Alasca. Você também pode visitar o Centro do Patrimônio Inupiat para aprender sobre a caça à baleia-borboleta e a cultura local. A Alaska Airlines voa para o aeroporto Wiley Post-Will Rogers Memorial da cidade a partir de Anchorage.

Aurora boreal perto de Coldfoot e Utqiagvik
Foto: janeb13/Pixabay

Luzes do norte perto de Wrangell-St. Parque Nacional Elias

Ocupando 13,2 milhões de acres, este parque nacional é a maior reserva protegida dos Estados Unidos. Os viajantes podem dormir no alojamento Ultima Thule para 8 pessoas para uma aventura selvagem repleta de trekking na geleira, rafting, pesca no Lago Tebay e (é claro), esperando as luzes do norte aparecerem no céu.

Luzes do norte perto de Wrangell-St. Parque Nacional Elias
Foto: likesilkto/Pixabay

Como ver a aurora boreal no Alasca e é possível prever quando acontece?

A Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA) tem um Centro de Previsão do Clima Espacial, que é um grande recurso para uma previsão de curto prazo da atividade da aurora boreal. Fairbanks também é a sede do Instituto Geofísico da Universidade do Alasca, que emite uma previsão noturna em Aurora juntamente com uma previsão de 28 dias.

SolarHam fornece uma previsão geomagnética confiável de três dias, frequentemente usada por caçadores de auroras, enquanto o aplicativo Aurora Forecast mostra aos viajantes a posição do oval auroral ao redor do Círculo Polar Ártico. Também indica a probabilidade de vê-los onde você está (verde, nem tanto; vermelho e as luzes do norte provavelmente estão acontecendo logo acima de você).

Como ver a aurora boreal no Alasca e é possível prever quando acontece?
Foto: Kevin Schmid/Pixabay

Gostou destas dicas sobre como ver a aurora boreal no Alasca? Apesar do frio, você encararia este tipo de viagem? Conte para os leitores do Viajar é Vida deixando seu comentário.


Conteúdos Relacionados


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*