Como funciona e quais os valores do mirante de vidro de São Paulo

Com abertura prevista para 8 de agosto de 2021, o novo atrativo turístico já chama a atenção na capital paulista. Mas como funciona e quais os valores do mirante de vidro de São Paulo? O Viajar é Vida mostra um pouco do Sampa Sky e as novidades que cercam este cartão postal. A atração fica no 42º andar do edifício Mirante do Vale, que é o mais alto da capital. São 2 decks de vidro retráteis e deslizáveis que avançam 1 metro e meio para fora do prédio, proporcionando aos visitantes uma visão ampla e única do Centro da cidade e também de parte da Zona Leste paulistana.

Os ingressos iniciais já foram vendidos e, com isso, o Sampa Sky está com agenda lotada até a primeira quinzena de outubro. Por isso, fique atento no Instagram do atrativo, já que lá eles anunciam a abertura de novas vendas, feitas geralmente pelo Sympla. Os ingressos custam de R$ 30 a R$ 60.

O sucesso do Sampa Sky também é nítido nas redes sociais. Agora no final de julho já eram mais de 140 mil seguidores no Instagram. A curiosidade do público se deu ainda durante a construção do espaço, inspirado em obras parecidas em outros lugares do mundo.

Como funciona e quais os valores do mirante de vidro de São Paulo
Foto: divulgação

Leia também

Como funciona e quais os valores do mirante de vidro de São Paulo

O Sampa Sky foi idealizado por 3 empresários de diferentes áreas: um chef, um advogado e um publicitário. Eles quiseram trazer algo similar ao que é o Skydeck Chicago, nos Estados Unidos. E deu certo!  A estrutura tem 700 metros quadrados e capacidade para receber até 400 pessoas ao mesmo tempo (fora da pandemia!). Por isso nestas primeiras semanas os ingressos estão mais escassos.

A ideia é que ao comprar o ingresso, você terá um dia e horário específico para fazer a visitação. E uma hora de duração para aproveitar para conhecer o lugar e fazer as várias imagens com São Paulo majestosa ao fundo. O tempo começa a contar assim que o visitante ingressa nas catracas do 42º andar do prédio.

Além de aproveitar a paisagem, você poderá também tomar um café enquanto desfruta do clima nas alturas. Um espaço assinado pela Três Corações terá comidas rápidas e bebidas para quem for conhecer o novo deck envidraçado da cidade.

Centro histórico de Sampa aos seus pés

Os criadores do empreendimento comentam que como o Mirante do Vale fica no Centro Histórico de São Paulo, será possível ver do alto outros cartões postais históricos da cidade. Dali será possível avistar o Viaduto Santa Ifigênia, o Largo do Paiçandu, a Praça da República, a Galeria do Rock, o Theatro Municipal e vários outros.

O atendimento do Sampa Sky neste primeiro momento será de terça a sexta, das 11h às 19h; aos sábados, das 9h às 19h; e aos domingos, das 9h às 16h. Os ingressos individuais dão direito a 60 minutos de estadia no local e custam R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia-entrada). A entrada ao Mirante do Vale é pela Praça Pedro Lessa, 110.

Chão de vidro nas alturas é comum em grandes atrativos do mundo

Pelo mundo, diferentes cidades mantêm atrativos que dão esta sensação de voar, ao colocar o visitante em paredes, chão e teto de vidro. Na Suíça, a Thrill Walk é uma estrutura de aço, com cerca de 200 metros de comprimento e bem próxima à montanha. Ela passa por baixo do mirante e do teleférico e termina abaixo da estação. A caminhada pelo penhasco contém uma variedade de segmentos diferentes, incluindo materiais como vidro. E vale ressaltar que a estrutura está no alto de uma montanha nevada, com cerca de 2.900 metros em relação ao nível do mar.

Em Londres, a ponte sobre o Rio Tâmisa também entrou na onda e ganhou um pedaço de piso de vidro. Este recurso permanente oferece aos visitantes uma vista panorâmica incrível da vida londrina, 42 metros acima do rio e 33,5 metros acima do nível da estrada. Olhe para baixo para ver os famosos ônibus vermelhos de Londres e os pedestres caminhando sobre a ponte enquanto os navios navegam sob ela.

O Komtar Skywalk é o passeio de vidro ao ar livre mais alto da Malásia. Ele está localizado no topo de Komtar, o arranha-céu mais alto de George Town, Penang. A ponte em forma de ferradura com uma passarela de vidro fica a uma altitude de quase 250 metros acima do solo. Foi lançado em 2016, e também é conhecido como Rainbow Skywalk. A passarela de vidro em forma de U com 16 metros de comprimento oferece aos visitantes uma vista panorâmica desimpedida da paisagem urbana de George Town.

Chão de vidro nas alturas é comum em grandes atrativos do mundo
Foto: divulgação

Como funciona e quais os valores do mirante de vidro de São Paulo

  • Ingressos: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia)
  • Funcionamento:
  • terça a sexta, das 11h às 19h;
  • aos sábados, das 9h às 19h;
  • aos domingos, das 9h às 16h.
  • Atenção: Os ingressos individuais dão direito a 60 minutos de estadia no local
  • Endereço: Mirante do Vale – Praça Pedro Lessa, 110, Centro de São Paulo.

Você é do time dos corajosos ou prefere não arriscar num atrativo como estes? Deixe sua opinião nos comentários do Viajar é Vida.


Conteúdos Relacionados


Um comentário

  1. Pingback: Como funciona e quais os valores do mirante de vidro de São Paulo – Blog do Raimundo Cunha – Jornalismo político com responsabilidade

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*