Como alugar uma ilha particular

Os aplicativos como o AirBnB vieram para somar ao gosto do viajante. Com eles é possível saber como alugar uma ilha particular e ter férias exclusivas. E além de negociação facilitada, você desfruta da melhor experiência. Entra no clima das viagens, aproveita os momentos de descanso e lazer de maneira inigualável e mal retorna já está pronto para planejar uma nova aventura.

A grande possibilidade agora é ter uma ilha inteirinha só para você e seus convidados. A plataforma mantém algumas propriedades em ilha, prontas para serem alugadas. Os valores variam muito da estrutura locada, da quantidade de hóspedes e da localização, mas podem ser de R$ 600 a 5.000 por noite. Saiba então como alugar uma ilha particular.

Fora do Brasil, a dica é conhecer as ilhas de Belize

Como alugar uma ilha privada
Foto: AirBnB

No atol às margens de Placencia, em Belize, fica a Bird Island. A estadia aqui custa R$ 4.375 por noite e a regra é de uma estadia mínima de três noites. Nesta ilha a casa serve até 6 pessoas. São 3 quartos no total. A vantagem deste espaço é que além da acomodação em si, estão incluídos na tarifa o uso dos 2 caiaques, telefonia local e wi-fi  e o transporte de barco de ida e volta. A propriedade possui deck, torre de vigia, o mar belíssimo de Belize no entorno e muita natureza.  A ilha é totalmente privada, mas se você estiver procurando por alguma civilização, Placencia fica a 20 minutos de viagem.

Beleza cênica da Bird Island chama a atenção
Foto: AirBnB

Como alugar uma ilha particular: conheça a Ilha Popa no Panamá

Como alugar uma ilha privada? Conheça e se apaixone pela Ilha Popa
Foto: AirBnB

O Urraca é o único hotel somente para adultos em uma ilha particular em Bocas del Toro, no Panamá. Chamada de Ilha Popa, ela é autossuficiente e abriga 6 bangalôs privados para alugar além de um restaurante no local.  Se quiser alugar tudo de maneira privativa, a ilha acomoda até 24 pessoas. Por se tratar de um serviço de hospedagem, o café da manhã está incluso na tarifa de R$ 662 por noite.

Todos os bangalôs estão equipados com ventiladores elétricos e colchões semi ortopédicos. Há wi-fi grátis em toda a ilha e água quente em todos os chuveiros internos e externos. O arquipélago oferece almoço cobrado à parte e não tem televisão.

Apenas adultos são admitidos nesta ilha
Foto: AirBnB

Leia também

Ilha Irmão nas Filipinas é outro local que responde como alugar uma ilha particular

Areia muito branca e mar azul turquesa na Ilha Irmão
Foto: AirBnB

A única ilha privada da praia com areia mais branca de El Nido, a Ilha Irmão pode receber até 10 pessoas, com diárias em torno de R$ 1.650 por pessoa. O local possui internet, inclui equipe de apoio e pode servir refeições pagas à parte. Cabem até 10 pessoas, embora o mínimo para funcionar sejam 4 pessoas e que reservem por pelo menos 2 noites.

A comida é a tradicional filipina e o retiro é totalmente privado, sem a presença de outros viajantes. A ilha mantém água potável, limpeza diária, oferece transporte de barco até o vilarejo mais próximo e também aluga equipamentos de praia e de mergulho. Se reservar com antecedência, poderá pagar à parte também por massagem na praia, translado de ida e volta até o hotel e até passeios com guia. A casa principal tem dois andares e 7 quartos, 2 banheiros estão à sua disposição. O anfitrião e os funcionários têm seus próprios alojamentos do outro lado da ilha.

Conforto e muita beleza na Ilha Irmão nas Filipinas
Foto: AirBnB

Paraíso da Ilha Privada é destaque no Brasil

Paraíso da Ilha Privada é um dos destaques do Brasil
Foto: AirBnB

Com cerca de 190 quilômetros quadrados o Paraíso da Ilha Privada é uma propriedade composta por um pedaço de ilha grande conectado por ponte a uma pequena ilha privada. Há duas casas na propriedade, uma em cada lado da ponte. O silêncio e a privacidade são de longe o seu maior trunfo. No espaço existem 3 decks cada um com uma intenção: pôr do sol, banho de mar e ancoragem. São 6 quartos disponíveis, todos com banheiros. As refeições podem ser apreciadas ao ar livre debaixo da sombra de um lindo ipê, ou ainda junto do Oceano Atlântico. Se optar, também pode ficar dentro de casa ou na varanda com vista para a incrível paisagem de Angra dos Reis.

O proprietário é um designer italiano que faz as vezes de anfitrião, recebendo mesmo os visitantes, dando dicas de locais para caminhada e até contando suas histórias. A Ilha Grande é considerada o paraíso da aventura com suas trilhas, floresta tropical, cachoeiras e praias desertas. É um importante centro de ecoturismo, observação de aves, preservação natural e mergulho com snorkel.

Comodidade, mar e muito descanso
Foto: AirBnB

Como alugar uma ilha privada? Esta lista do Viajar é Vida responde

Também no Brasil, a Ilha Grande em Angra dos Reis é uma maravilha
Foto: AirBnB

Por R$ 2.500 de diária, você pode alugar esta ilha em Angra dos Reis, na melhor localização da cidade, perto do Frade e Bracuhy. A região tem natureza exuberante, praia com 60 metros de comprimento e total privacidade. Por aqui você não vai nem conseguir avistar os vizinhos mais próximos. Os apartamentos são confortáveis, com closet e ar condicionado. Três dos 4 quartos possuem camas de casal. É possível acomodar até 8 pessoas.

Neste espaço a ilha é totalmente sua. Da praia privada até a mata com trilhas, o deck, o cais de atracação, os caiaques… E se não quiser se preocupar em comprar comida e bebida, basta fazer uma lista que o caseiro do local providencia tudo ao viajante.

Como alugar uma ilha privada
Foto: AirBnB

Revele suas fotos de viagem!

Que tal preservar os registros das suas viagens sem sair de casa? O FotoRegistro é uma loja online que possibilita a preservação de suas memórias de maneira criativa e inovadora. Acesse o link aqui e programe a impressão das suas fotos.  Partiu revelar!

Você já teve a oportunidade de passar alguns dias isolados em uma ilha? Conte nos comentários do Viajar é Vida como foi esta experiência.


Conteúdos Relacionados


Um comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*