Quais são as melhores atrações em Sydney

Sydney não é a capital da Austrália, mas talvez uma das cidades mais famosas. Tudo por causa da sua grandiosidade, das belas praias, do modo de vida e do aspecto econômico e turístico.  A capital é Canberra, mas é em Sydney que o olhar do brasileiro logo recai quando o assunto é conhecer este destino do outro lado do planeta. E o Viajar é Vida destaca quais são as melhores atrações em Sydney, já que esteve por lá durante 40 dias para estudar inglês e conhecer as maravilhas da cidade.

Entre as melhores atrações de Sydney está Bondi Beach
Foto: Flo K/Pixabay

Quais são as melhores atrações em Sydney: comer e comprar

Entre as comidas tradicionais da Austrália estão o fish and chip, o vegemite (pasta feita de levedura, com sabor forte e salgado e cor de petróleo usado principalmente em torradas) e Tim Tam (biscoito doce recheado e coberto de chocolate). Mas se você quiser aproveitar para conhecer comidas mundiais por aqui, em Chinatown é possível comer um prato como esse por menos de AU$ 10. O bairro é uma delícia e as referências orientais estão por todo lado. É possível fazer compras e se divertir por aqui.

Sydney, definitivamente, é uma cidade cara. Mas como curto garimpar novidades, encontrei algumas lojas com preços mais em conta. A Target e a Kmars, por exemplo, têm de roupa a eletrônicos. A Dollar King e a 123 Dollar Store equivalem às lojas de preço único no Brasil, ótimas para itens do dia a dia, como caderno e caneta para a escola e até mesmo souvenires. Também conheci a The Reject Shop que tem de doces a capinhas para celular. Para roupas, outra dica é a Jay Jay’s. 

E para tentar equilibrar as contas, vale destacar: Sydney também tem uma torre gigantesca, para uma visão privilegiada da cidade, mas se a grana estiver curta, o bar do Xangri-la Hotel tem a mesma vista, porém é de graça. Vale para tomar um drink e admirar a paisagem.

Comer e comprar também fazem parte dos programas do viajante em Sydney
Foto: Monika Neumann/Pixabay  geral

Observação aleatória sobre a Austrália

O bom de Sydney é perceber o pensamento modernista das famílias. Os homens têm participação ativa no dia a dia dos filhos pequenos. Vários deles estão todos os dias com carrinhos de bebê (sem a mulher por perto) nos trens e nos parques. Muito comum vê-los, inclusive, trocando fralda e dando mamadeira, cena (infelizmente) pouco comum no Brasil.

Sydney tem água potável tirada do mar

Sydney é uma cidade que em muito lembra as do Litoral de Santa Catarina, com praia do lado de outra ainda mais bela, numa disputa por cenários incríveis. Para Sydney esta é a vantagem de estar localizada em um país de primeiro mundo, cujo foco governamental e da sociedade gira em torno de rígidas regras e o desejo de sempre melhorar, nos mais diferentes aspectos. E a relação com o uso da água aqui é bastante saudável. Primeiro que há um forte estímulo à economia deste líquido. Os moradores têm consciência do problema e realmente cuidam para evitar o desperdício. Depois, os investimentos em tecnologia que busquem alternativas à escassez também são intensos.

Cerca de 700 mil pessoas vivem hoje com água potável produzida a partir da dessalinização da água do mar. Esse tipo de usina existe desde 1928, na realidade, mas Sydney incorporou isso no seu cotidiano há alguns anos. Daí a possibilidade de manter bebedouros e torneiras com água de qualidade por todos os cantos. O mesmo vale para os chafarizes e monumentos, sempre com água incorporada. Aqui é possível (e recomendado, aliás) matar a sede direto da torneira. Sem riscos. Um exemplo a ser seguido e por isso mesmo merece ser citada na lista de quais são as melhores atrações em Sydney, porque vale muito admirar este hábito.

As piscinas construídas do lado das praias estão na lista de quais as melhores atrações de Sydney
Foto: Malim BC/Pixabay 

Pelas ruas da Austrália

Um dos mais famosos prédios da Austrália é o Chapadalle, edifício considerado o mais sustentável do mundo, segundo premiação internacional recebida em 2014. São mais de 38 mil plantas que, juntas, formam um dos maiores jardins suspensos do planeta. Um sistema de espelhos estrategicamente colocados também assegura luz natural em diferentes ambientes. Há uma série de outros itens ambientalmente responsáveis.  

Apesar da obra super moderna, o respeito à tradição e à história mantém cenas impressionantes como um casarão secular praticamente encostado nesse arranha-céu moderno. E sem perspectiva de tirar ele dali. Ao contrário, com foco na sua manutenção.

No aspecto urbano, Sydney tem algumas ladeiras e muitas escadas. É uma forma de encurtar distâncias entre dois locais. Prepare as pernas.

Entre os mais modernos e ecológicos do mundo está este prédio em Sydney
Foto: Tom Hill/Pixabay 

Quais são as melhores atrações em Sydney: dicas rápidas

  • Na margem Norte da Harbour Bridge tem o Luna Park e uma roda-gigante bacana para fazer fotos de outro ângulo da cidade. 
  • As piscinas construídas na maioria das praias dão uma garantia maior aos banhistas, para que aproveitem o banho de mar de maneira mais tranquila, sem receio do possível ataque de tubarões. O complexo de piscinas com água do mar na beira da praia pode ser usado por qualquer pessoa, ao custo de AU$ 6 por dia. Experimente ficar no canto da piscina onde a onda chega por cima, devido à força do mar. E esteja atendo às orientações dos salva-vidas. Eles também estão de olho na presença de tubarões.
  • O setor náutico é altamente explorado na Austrália, além dos ferries do transporte público, muita gente mantém embarcações como veículo para o dia a dia. Depende onde mora. 
  • Muita gente utiliza a bicicleta como meio de transporte. E isso vale para alto executivos, comumente vistos pedalando com os ternos em uma bolsa atrás da bike. Se a viagem for muito longa, dá para cortar caminho pelo trem.
  • Um mar de azul turquesa e uma costa verdejante que ajuda a compor os cenários. Em duas das mais famosas praias da Austrália, a natureza foi realmente generosa. Bondi Beach tem até programa de tevê que percorre o mundo, sobre o dia a dia dos salva-vidas. Um pouco menos famosa, mas tão bonita quanto, Tamarama é outro recanto de Sydney. 
O Luna Park tem décadas de história e uma localização privilegiada, por isso integra esta lista de quais as melhores atrações em Sydney
Foto: Meridy Scott/Pixabay 

Cangurus no imaginário de quem visita a Austrália

Visitar um parque com cangurus está na lista de quais são as melhores atrações em Sydney.

Talvez o mais reconhecido animal da Austrália é o canguru. E aqui em Sydney é possível ver esses bichos de perto, alimentar eles na boca e fazer muitas fotos. Basta aproveitar algumas horas de folga e se mandar para o Morriset Park. É preciso pegar um trem para chegar lá, mas vale muito o passeio. Para ir a New Castle, cidade vizinha onde fica o parque, você deve pegar o trem na Central Station. Leva cerca de duas horas para chegar à Morriset Station.

Leve de Sydney bananas para alimentar os cangurus. Quando pegam confiança, eles comem na sua mão. Porém evite pão ou alimentos industrializados, isso prejudica os bichos.

Não é cobrada entrada no local. Basta chegar e aproveitar a presença dos animais. A entrada para o parque é próximo à estação, porém, a caminhada leva cerca de 50 minutos. Até sábado tem ônibus (que são bem espaçados), domingo não tem. Mesmo a pé compensa, é uma experiência bem australiana.

No retorno, eu e o brasileiro que divide quarto comigo pedimos carona. Uma simpática senhorinha nos levou até a estação. Dona Cath é húngara, professora de inglês e tem um filho alucinado por aprender espanhol e, por este motivo, em breve ele morará na América do Sul. Bate papo bacana para aprender inglês enquanto éramos levados até onde deveríamos pegar o trem de volta.

Visitar um parque para ver de perto os cangurus é garantir aos amigos que esteve mesmo na Austrália
Foto: Judith Scharnowski

A história da fauna australiana no mesmo endereço

Que tal uma casa com vista para o Opera House de Sydney? As girafas do Taronga Zoo tem este privilégio. E não são as únicas. Com milhares de animais, o local foi fundado em 1916, ou seja, já passou dos 100 anos. E certamente estaria aqui no conteúdo sobre quais são as melhores atrações em Sydney.

Para chegar ao Taronga Zoológico basta pegar o ferry na Circular Quay. O percurso leva 15 minutos e o desembarque é praticamente na entrada do zoo. Você pode entrar por um teleférico, pagando 15 dólares a mais, ou pegar um ônibus, pelo mesmo preço da passagem. A praça de alimentação trabalha em sistema de self service. Além de hambúrgueres, aves assadas e outros sanduíches, tem comida chinesa. Ah, estudantes têm desconto na entrada. 

A geografia da cidade faz com que muitos dos bons atrativos estejam super bem localizados.  O Taronga Zoo é um deles
Foto: Pixabay

Imponente Opera House

Ela é símbolo unânime do que representa Sydney mundo afora. Estamos falando da Opera House, construção iniciada em 1958 e inaugurada em 1973, e que também representa a modernidade graças as suas linhas arquitetônicas exclusivas. Ela também virou um marco, podendo ser observada de diferentes pontos da cidade. O local é uma casa de espetáculos e eventos (são 1,6 mil anualmente), mantém bares e cafés para bem atender aos turistas e pode ser visitada diariamente. Eu fiz esse tradicional passeio logo na chegada à cidade, pela ansiedade de logo poder conhecer esse monumento. 

Indiscutivelmente a Opera House é o mais famoso atrativo turístico de Sydney e um símbolo da Austrália
Foto: Kevin910/Pixabay

Sobre bebidas e cigarros na Austrália

Algo que é extremamente proibido, e é forte a fiscalização, é beber na rua. Garrafa de cerveja ou copo de outra bebida alcoólica só em casa ou nos bares. Nem na praia, algo tão comum no Brasil, isso é permitido.

Os estabelecimentos como bares e pubs ficam abertos somente até uma hora da manhã. Outros têm autorização para ficar até mais tarde, mas são a exceção à regra. Por conta disso, as linhas de trem em algumas estações ficam abertas somente até 1h20min. Os ônibus mantêm o atendimento, mas daí de forma mais espaçadas.

Para quem tem o hábito de fumar, prepare o bolso. O cigarro é extremamente caro na Austrália, algo como AU$ 25 a carteira. A medida do governo em sobretaxar o produto é uma forma de reduzir o consumo.

Cotidiano: quais são as melhores atrações em Sydney

  • São diferentes os meios de transporte em Sydney. Além dos carros, trens e ônibus, os skates, patins e patinetes servem como importante meio de locomoção. Mas atenção: em alguns locais andar de skate ou patins gera multa de AU$ 300. Próximo à minha casa, na saída da estação de trem, é um desses casos.
  • Os parques estão espalhados por vários bairros de Sydney. E mesmo com todo o belo litoral, eles ficam lotados diariamente. De piquenique a corridas, passando pelas brincadeiras de crianças a treinos esportivos, eles são sempre bem frequentados.
  • Em Sydney não faltam banheiros públicos. Mesmo alguns sendo mais antigos, eles são limpos e podem ser usados tranquilamente. Também não se percebe atos de vandalismo, sejam nos banheiros ou quaisquer outros locais.
  • Alguns parques, como os de Darling Harbour, mantêm brinquedos para que as crianças pequenas interajam com a água. E nos dias quentes, lá estão elas, molhadas e felizes da vida com esse momento tão especial da infância. 
  • Os cães estão sempre na coleira, mas acabam ganhando espaço nos parques, onde correm livremente e se divertem. Ah, os proprietários andam com sacolinhas plásticas para recolher os dejetos. Dessa forma, você pode correr tranquilamente pela grama.
Os parques estão por toda parte e dividem bem a atenção do público com as praias
Foto: Anna Palinska/Pixabay

E aí, curtiu esse conteúdo com informações sobre quais são as melhores atrações de Sydney produzidas por quem passou 40 dias por lá? Se tiver alguma sugestão ou dica para acrescentar, deixe nos comentários do Viajar é Vida.


Conteúdos Relacionados


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*