7 curiosidades de viagem sobre a Austrália

País de dimensão continental, a Austrália é um dos destinos muito procurados pelo viajante brasileiro. Há semelhanças entre os nossos dois países, mas muita coisa diferente também. E é justamente sobre isso que o Viajar é Vida irá falar neste post: 7 curiosidades de viagem sobre a Austrália.

Com um fuso horário que dependendo da época do ano pode chegar a 13 horas de diferença com o Brasil, a Austrália fica na Oceania, literalmente do outro lado do mundo.

Tecnologicamente avançada, muito industrializada, com forte apelo econômico para o restante do planeta, a Austrália é um próspero país multicultural com excelentes resultados em muitas comparações internacionais de desempenhos como saúde, qualidade e expectativa de vida, desenvolvimento humano, educação pública e afins. Os motivos são vários, mas o Viajar é Vida destaca agora 7 curiosidades de viagem sobre a Austrália.

A maior população litorânea do mundo fica na Austrália

A região costeira é bem habitada na Austrália e boa parte das cidades estão localizados muito próximas aos oceanos e mares que costeiam o país: o Índico ao Sul, o Mar de Timor ao Oeste, o Mar de Arafura e Estreito de Torres ao Norte, e o Mar de Coral e Mar da Tasmânia a Leste. Tanta vizinhança marítima também faz com que a Austrália seja reconhecida como continente-ilha.

Sem fronteiras terrestres, os limites que dividem o país do restante do mundo são as águas. Por isso, considera-se que a Austrália faz fronteira com a Indonésia, Timor-Leste e Papua-Nova Guiné, além de Nova Caledônia e Nova Zelândia.

Toda a zona costeira faz com que a Austrália tenha 11 mil praias e contraste com a região desértica. Esse é um detalhe importante que leva os moradores para próximo dos mares. Dos 24 milhões de habitantes, 85% estão nas regiões mais rente à costa, numa faixa de cerca de 50 quilômetros das águas. Sobre a região desértica ou semiárida está entre os nossos próximos tópicos sobre 10 curiosidades de viagem sobre a Austrália.

Perth entre as cidades costeiras da Austrália
Foto: Akenarinc/Pixabay

Camberra é a capital australiana

Todo mundo acredita piamente que Sydney é a capital do país. Embora uma das cidades mais economicamente ativas e preparadas para o mundo exterior, Sydney na realidade é uma grande metrópole. A capital “real oficial” é Camberra, uma cidade de 450 mil habitantes e oitava cidade mais populosa do país. Fica localizada no extremo Norte do território e foi totalmente planejada, o que incorporou muita área verde no seu planejamento urbanístico.

Camberra abriga vários monumentos nacionais e instituições como o Memorial de Guerra Australiano, a Galeria Nacional da Austrália, a Galeria Nacional de Retratos, Biblioteca Nacional, e tantos outros. Parte das edificações públicas são abertas ao público em geral, inclusive viajantes, como a Casa do Parlamento, a Suprema Corte e a Casa da Moeda Real da Austrália

Camberra é a capital australiana
Foto: Patty Jansen/Pixabay

A culinária é um dos itens entre as 7 curiosidades de viagem sobre a Austrália

Vai uma carne de canguru? Ou um pão com uma pasta preta amarga, chamada vegemite? Se quiser entrar no ritmo dos australianos, precisa conhecer a culinária do país. O abate de canguru é repleto de regras, mas o consumo da carne é permitido. Com 50 milhões deles (praticamente o dobro do número de habitantes), é possível experimentar a carne de canguru em produtos como salsichas, hambúrgueres e bifes à disposição nos supermercados.

Entre as tradições culinárias está o assado de domingo, uma carne qualquer assada para a reunião das famílias. Ao longo do século 20, a culinária da Austrália foi sendo cada vez mais influenciada pelos imigrantes, particularmente a partir do sul da Europa e de culturas asiáticas. Por isso também é comum alguns hábitos externos já estarem totalmente arraigados no dia a dia da comunidade.  

Há ainda o vinho australiano que é produzido em 60 áreas de produção distintas, que totalizam cerca de 160 mil hectares, principalmente nas regiões ao sul, as partes mais frias do país. As variedades que predominam são shiraz, cabernet sauvignon, chardonnay, merlot, sémillon, pinot noir, riesling e sauvignon blanc.

Vegemite é pasta amarga para comer com pão na Austrália
Foto: Brett Hondow/Pixabay

Maioria dos habitantes não é nativo da Austrália

A origem principal dos povos australianos atuais veio da Europa, principalmente da Inglaterra (que colonizou o país), além da Escócia e Irlanda. Os aborígenes que eram os primeiros povos antes da colonização são hoje cerca de 2,5% dos habitantes. Segundo dados do Censo, pelo menos 25% dos moradores da Austrália são estrangeiros, pessoas que viajaram para iniciar uma nova vida em um país próspero.

O país sempre foi “cabeça-aberta” para a recepção de viajantes (seja para turismo ou com o desejo de imigrar). Há inclusive incentivo em alguns casos, como facilitação do visto permanente para alguns tipos de profissionais onde há grande oferta de vagas.

pelo menos 25% da população é estrangeira na Austrália
Foto: John R Perry/Pixabay

7 curiosidades de viagem sobre a Austrália: proibida bebida alcóolica na rua

É lei e rende multa! Nada de bebida alcóolica na rua. E também você não encontrará elas nos supermercados como vemos no Brasil. Por toda a Austrália, há lojas específicas para a venda de bebidas que serão levadas para consumo em casa. Ou bares e restaurantes autorizados (e você tem que tomar lá dentro!).

Em parques, praias, nas ruas… em qualquer lugar público não é permitido beber vinho, cerveja ou seja lá o que for que contenha teor alcóolico. Então quer dizer que a festa de réveillon que vemos no Brasil com aquela brincadeira de que já é ano novo na Austrália é regada a suco, refrigerante e água e nada mais!!!!!

É proibido beber em lugares públicos na Austrália
Foto: Adrian Malec/Pixabay

Há vários animais que só existem por aqui e esta é mais uma das 7 curiosidades de viagem sobre a Austrália

Por ser um continente isolado, a Oceania possui espécies únicas, que se desenvolveram apenas por aqui. Dimbo, emu, vombate, canguru, o coala, o diabo-da-tasmânia, o ornitorrinco, a equidna e o cisne negro são espécimes que só podem ser encontradas no continente. O dingo é um cão selvagem, por exemplo. A equidna é uma espécie de ouriço com o corpo todo coberto de espinhos, o que dificulta serem pegos por predadores. Já o vombate lembra muito um castor e o emu é a ema australiana, só para citar alguns exemplos de bichos comuns apenas por aqui.

Animais como equidna são únicos da Austrália
Foto: Pen Ash/Pixabay

Primeira tropa policial era de prisioneiros e o país foi o primeiro a liberar o voto feminino

Era o começo dos anos 1800 quando 12 prisioneiros que mantinham bom comportamento foram destacados para compor a tropa de polícia da Austrália. Eles haviam sido condenados pelos crimes que cometeram, porém vinham se redimindo e acabaram sendo escolhidos. Naquela época, a Austrália ainda era colônia inglesa.

A Austrália deixou de ser colônia em 1901 e logo deu passos importantes no progresso: já em 1902 tornou-se a primeira nação do planeta a permitir que mulheres votassem e fossem votadas em nível nacional.

Polícia da Austrália
Foto: True Blue Line/Pixabay

O que achou destas 7 curiosidades de viagem sobre a Austrália? Quem já foi para lá, com certeza tem uma outra grande lista de coisas que só podem ser vistas por lá. Compartilhe com o Viajar é Vida.


Conteúdos Relacionados


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*