9 destinos sustentáveis entre os melhores do mundo

O Brasil voltou à lista do TOP 100 Destinos Sustentáveis da Green Destinations. Esta é a primeira vez que o país se destaca com tantos locais. O Viajar é Vida mostra agora os 9 destinos sustentáveis entre os melhores do mundo. Eles estão distribuídos entre 3 estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Rio Grande do Norte.

As cidades tiveram que mostrar ao Comitê Internacional especializado como vem se engajando e garantindo esforços para turismo mais sustentável, através de seus planos e relatórios de gestão, alinhados aos critérios do Conselho Global de Turismo Sustentável.

9 destinos sustentáveis do Brasil entre os 100 melhores do mundo: Rio Negrinho em Santa Catarina
Foto: divulgação

Dos 9 destinos sustentáveis entre os melhores do mundo, 2 estão no RS

No Rio Grande do Sul, Canguçu é um dos destaques. Já começa pelo fato de ser o município brasileiro com o maior número de minifúndios do Brasil, possuindo cerca de 14 mil propriedades rurais. Por isso é reconhecida como a Capital Nacional da Agricultura Familiar. Isso já demonstra a sustentabilidade interna e como isso se expande ao turismo. Vinícolas, muita comida colonial e museus estão na lista dos atrativos da cidade.

Também no Rio Grande do Sul, o outro local que integra os 9 destinos sustentáveis do Brasil entre os 100 melhores do mundo está Rolante. A cidade é considerada a “Capital Nacional da Cuca” e também conhecida por ser a terra natal do técnico e ex-tenista Larri Passos. Gastronomia, belezas naturais, muitas cachoeiras e montanhas, Rolante fica na Encosta da Serra, bem no Vale do Paranhana. Tem apenas 21 mil habitantes e uma ascendência forte de alemães e italianos que deram à cidade uma mescla bem interessante.

Canguçu é um dos representantes do Rio Grande do Sul na lista dos destinos sustentáveis
Foto: divulgação

9 destinos sustentáveis entre os melhores do mundo: 4 em SC

Em Santa Catarina está o maior número de destinos integrantes da lista dos 9 destinos sustentáveis entre os melhores do mundo. Forquilhinha fica no Sul catarinense e tem uma forte presença da colonização germânica até hoje. A terra onde nasceu uma das mais reconhecidas almas caridosas do Brasil, Zilda Arns, é também local com forte cultura e muitos eventos.

Mais no Vale do Itajaí está a cidade de Gaspar, que também entrou na lista. Com diferentes rotas turísticas, cervejarias artesanais, pesque-pague,  cachaçaria e várias cascatas, Gaspar tem essa característica do Destino Sustentável. Vale conhecer de perto alguns prédios históricos e arquitetura diferenciada como a da Igreja Matriz de São Pedro Apóstolo.  

Mais ao Norte, fica o município de Schroeder, também de colonização alemã. A natureza foi bem generosa e lugares como o Arroio do Macaquinho e Serra do Rio Júlio, além do Vale do Rio Duas Mamas e Vale do Rio Braço do Sul mostram que o ecoturismo e o turismo de aventura circulam muito bem por esta cidade.

Bem próximo de Schroeder está Rio Negrinho, outro destino catarinense que entrou na lista internacional. A cidade é uma rota de cicloturistas e recebe também muita gente interessada no turismo junto à natureza, como os caminhantes que aproveitam o circuito local. São várias possibilidades de experiência por aqui.

Gaspar também está fazendo turismo agora pensando no futuro da atividade
Foto: divulgação

Nordeste também tem representantes na lista dos 9 destinos sustentáveis entre os melhores do mundo

Do Sul do Brasil, a premiação foi ao Nordeste. Lá premiou com o reconhecimento de estar entre os 9 destinos sustentáveis entre os melhores do mundo 3 cidades do Rio Grande do Norte.  Parnamirim fica pertinho de Natal e também está no litoral. Por isso possui praias como Pirangi do Norte e a do Cotovelo. Mas também tem planetário, parques naturais, um museu aeroespacial e a beleza do Rio Pium.

São Miguel do Gostoso é chamada de esquina do mundo e recebe milhares de viajantes todos os anos. Aqui é comum a presença de praticantes de windsurfe e kitesurf que vêm do mundo aproveitar os ventos perfeitos e as águas mornas da costa nordestina voltada para o Norte.

Ainda em território potiguar, Tibau do Sul é a cidade onde fica a Praia de Pipa. Além desta atração, a cidade é um dos principais balneários do estado e um importante polo indutor de turismo que começou a se desenvolver na década de 1970, quando vários grupos de surfistas descobriram e começaram a frequentar cada vez mais as praias do município.

São Miguel do Gostoso vem fazendo turismo sustentável desde 1970
Foto: divulgação

Mas afinal o que é turismo sustentável?

Importante falar um pouco sobre o que é o turismo sustentável. É o turismo que leva plenamente em conta seus impactos econômicos, sociais e ambientais atuais e futuros. Com isso, atende as necessidades dos visitantes, da indústria, do meio ambiente e das comunidades anfitriãs de maneira ordenada, entendendo que precisará dela no futuro. A Organização Mundial do Turismo (OMT) define desta mesma maneira o turismo sustentável.

O termo vem sendo utilizado desde a Eco-92. O grande evento mundial foi realizado no Rio de Janeiro em 1992 e definiu 3 pilares de trabalho sustentável:  socio-culturais, ambientais e econômicos. O reconhecimento aos municípios que integraram a lista mundial veio pela preocupação com o futuro, sem esquecer da importância do bom atendimento no presente, principalmente porque a atividade gera emprego e renda.

Foto: divulgação

Você já esteve em algum dos municípios da lista dos 9 destinos sustentáveis entre os melhores do mundo? Como foi sua experiência nestes locais?  Conseguiu perceber o conceito de turismo sustentável por lá?  Conte para o Viajar é Vida.


Conteúdos Relacionados


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*