5 curiosidades sobre as Maldivas

Antes de falar sobre as 5 curiosidades sobre as Maldivas, vale destacar que o Viajar é Vida já hitou com um conteúdo sobre quanto custa viajar para as Maldivas. Este é um país que virou o sonho de muitos brasileiros viajantes. A nação formada por um arquipélago com mais de mil ilhas fica no Oceano Índico. São 26 atóis em formato de anel que formam um cenário perfeito de praias, lagoas exuberantes e os famosos e belos recifes.

Das 1.196 ilhas, 203 são habitadas. O país fica bem no meio do Oceano Índico ao Sul da Índia, distante poucas horas de voo do Sudeste Asiático (países como Tailândia, Malásia e Singapura) e bem próximo do Oriente Médio (cidades como Dubai e Doha têm voos para Malé, a capital das Maldivas).

5 curiosidades sobre as Maldivas: você está desejando ir para lá
Foto:  Jose Aitor Pons Buigues/Pixabay

5 curiosidades sobre as Maldivas: o que é preciso para entrar durante a pandemia?

Os brasileiros não precisam de visto, embora só serão aceitos se apresentarem a carteira internacional de vacinação com a confirmação da vacina da Febre Amarela. Esta é uma vacina que segue o padrão brasileiro. Não há obrigação de tomar, apesar de haver algumas ressalvas para quem não toma, além do risco de sofrer com as sequelas de diferentes doenças. E logo locais que recebem visitantes estrangeiros passarão a exigir também o documento que confirma a vacinação para Covid.

Por conta da pandemia, aliás, as Maldivas estão com regras como a capacidade reduzida nos resorts, seguimento de normas sanitárias e distanciamento social. O governo não está cobrando taxas extras ou quarentena para quem não apresentar sintomas. No desembarque eles solicitam um atestado médico provando o resultado negativo do teste PCR de Covid-19, realizado com menos de 96 horas da partida; quem transitou por outro país por mais de 24 horas antes de chegar terão que repetir o teste. Este certificado precisará ter o nome do passageiro da mesma forma como descrita no passaporte, além do nome e endereço do laboratório de testes. E não para por aí. O visitante precisa ter em mãos a confirmação da reserva nos hotéis.

O país é formado por 26 atóis e 29% da renda vem do turismo
Foto: Pasja1000/Pixabay

Tem ilha privada bem nova, com diária milionária entre as 5 curiosidades sobre as Maldivas

Com tantas ilhas como território, algumas são propriedades particulares e a maior delas possui um resort cuja diária chega a R$ 420 mil!!!! Não se desespere com o valor, afinal, há sim como viajar para lá com bem menos que isso. Mas é impossível não falar da Ithaafushi, a maior ilha particular das Maldivas. Ela faz parte do grupo Waldorf Astoria Maldives Ithaafushi. São 32 mil metros quadrados de área, com capacidade para 24 hóspedes que são ricamente mimados durante a estadia nos 3 edifícios de hospedagem. Um possui 2 quartos que flutuam sobre a água, sala de estar compartilhada, piscina infinita e jacuzzi. O segundo tem 3 quartos com duas piscinas.  O último é uma grande casa com 4 quartos e acesso direto à praia.

Para chegar à Ithaafushi o visitante endinheirado poderá chegar com o iate do resort numa viagem de 40 minutos ou ainda de hidroavião que leva apenas 15 minutos para chegar. Claro que todo esse mimo tem atendimento personalizado e restaurantes parceiros em ilhas próximas onde os viajantes são levados em passeios de iate até o local da refeição.

5 curiosidades sobre as Maldivas: tem ilha com diária milionária
Foto: Peggy und Marco Lachmann-Anke/Pixabay

Quanto custa para chegar às Maldivas

Via de regra, por volta de R$ 6.000 por pessoa só com a passagem aérea. Mas se ficar atento aos aplicativos de promoção de passagens como o Melhores Destinos, o Viajando Barato pelo Mundo e o Passagens Imperdíveis é bem possível conseguir ofertas por volta de R$ 3.500. Outra sugestão é combinar a ida para lá com outro país, como os do Sudeste Asiático. De cidades como Bangcoc é possível encontrar passagens nas companhias lowcoast por cerca de U$ 200 ida e volta.  

Bom, daí tem os valores de hospedagem. Mas saiba que a capital Malé tem boa infraestrutura, belas praias, acesso facilitado de barcos de pescadores para ilhas próximas e locais com gastronomia de baixo custo. A renda do país vem em parte do turismo (29% em média), mas há outras atividades como a pesca e cultivo de espécies marinhas. Dica digna de estar entre as 5 curiosidades sobre as Maldivas.

Estar nas Maldivas é vivenciar e experimentar a cultura, a natureza e os nativos
Foto: Marcello Rabozzi/Pixabay

Atenção às diferentes ilhas públicas e ilhas privadas

Nas ilhas públicas, você vai dar de cara com muitos mochileiros que não perdem a chance de conhecer o mundo, mesmo que de maneira mais econômica. Se optar por aproveitar as ilhas públicas, provavelmente encontrará hospedagem com preços similares aos de países de baixo custo, como Tailândia e Indonésia. Será no mesmo clima também, já que com valores mais baixos você não conseguirá dormir em quartos exclusivos sobre as águas.

A capital Malé fica no principal atol do arquipélago, que compreende 107 ilhas. Nesta região, os viajantes têm acesso às ilhas Maafushi, Gulhi e Thulusdhoo que são as mais baratas. Elas estão mais ao Sul do atol, próximo também à ilha de Hulhule, que é onde está o aeroporto internacional. Ao Norte de Malé estão as ilhas privadas com seus resorts chiques e lindos.

Praias públicas e praias privadas: cada uma delas com suas regras. Curiosidades da Maldivas
Foto: Fonthip Ward/Pixabay

Curiosidade 5: os hotéis 5 estrelas são padronizados

O atol de Addu fica quase 600 quilômetros de distância de Malé. É onde fica Addu City, a segundo maior cidade das Maldivas. Aqui fica boa parte dos resorts exclusivos para endinheirados de todo o mundo. A melhor forma de chegar aqui nesta região do país é via avião, no aeroporto de Gan. Este é um terminal que também recebe voos de fora, como África do Sul e até Europa.

A estrutura dos resorts cinco estrelas é padrão para todo o país. Eles possuem sempre bangalôs sobre o mar e alguns também incrementam a estrutura com outras acomodações como vilas, estúdios e quartos mais em conta (e sem vista para o mar).

Ah, as Maldivas são um país muçulmano. Por isso, nas praias públicas, você deve evitar roupas de banho (daquele tipo que a gente está acostumado no Brasil). Nada de sunga ou biquínis. Somente nas ilhas privadas, durante as estadias nos resorts, este tipo de peça está permitido.

Entre as 5 curiosidades sobre as Maldivas está o fato de os hotéis 5 estrelas serem padronizados pelo governo
Foto: Bettina Nørgaard/Pixabay

Curtiu este conteúdo sobre as 5 curiosidades sobre as Maldivas? Elas ajudaram você a desejar ainda mais pegar um avião para uma aventura incrível no outro lado do mundo? Que outras dicas você sabe sobre as Maldivas? Deixe seu comentário para o Viajar é Vida.


Conteúdos Relacionados


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*