O que fazer no Nordeste do Brasil

O turismo no Nordeste brasileiro é um grande atrativo para pessoas do mundo inteiro e na hora de montar um roteiro de viagem muitos se perguntam o que fazer no Nordeste do Brasil? Há opções para todos os tipos de pessoas, como conhecer as praias paradisíacas de toda a costa do Nordeste, sua culinária, as diferentes culturas que compõem o povo nordestino e sua história única.

O Viajar é Vida traz neste artigo sobre “O que fazer no nordeste do Brasil” diversas opções de lugares para conhecer e experiências para viver. Conheça também os destinos mais baratos do Nordeste e dois dos lugares com as melhores festas de réveillon do Brasil.

Nadar nas águas cristalinas de Fernando de Noronha

Fernando de Noronha é um arquipélago da costa brasileira que recebe muitos turistas durante todo o ano, e é o primeiro da lista do Viajar é Vida sobre “O que fazer no Nordeste do Brasil”. A região é muito conhecida pela sua paisagem exuberante e sua fauna e flora muito bem preservadas.

Entre as principais atrações do arquipélago de Noronha estão as exuberantes praias e baías, que atraem muitos surfistas, banhistas e observadores da vida marinha. As praias do Porto e a Baía do Sudeste são ideais para praticar snorkeling e observar tartarugas, peixes, raias e tubarões. Já a Praia do Cachorro é ideal para aqueles que desejam se divertir e aproveitar o mar e as piscinas naturais. Quem quer testemunhar um pôr do sol inesquecível deve conhecer também a Praia da Conceição ao fim da tarde.

Foto: Pixabay

A Vila dos Remédios é o “centro comercial” da ilha e possui lojas, restaurantes e lanchonetes, além de diversos passeios interessantes. Não deixe de conhecer os mirantes espalhados pela ilha e de percorrer as diversas trilhas que cortam Fernando de Noronha, além dos passeios de barco e tours especiais.

A ilha cobra uma taxa de preservação ambiental, que varia de preço para brasileiros e estrangeiros e pode ser adquirida na ilha ou online. Programe bem sua viagem e pesquise qual a melhor época para aproveitar as atividades que deseja experimentar em Fernando de Noronha, seja surfar ou conhecer as praias e a vida marinha.

Entre o que fazer no Nordeste do Brasil, conheça a história da humanidade na Serra da Capivara

O Parque Nacional da Serra da Capivara fica no Piauí e é um lugar onde a natureza, a história do mundo e dos seres humanos se encontram e dão um show aos olhos. Desde 1991 o parque é considerado pela Unesco um patrimônio cultural da humanidade. No parque há a maior concentração de sítios arqueológicos das Américas, mais de 2 mil, com suas pinturas rupestres e cenários naturais exuberantes.

As visitas ao parque são feitas com guias, tornando o passeio mais seguro e informativo, com as melhores trilhas e a narrativa dos guias. A Pedra Furada é um dos pontos mais visitados do parque, além de diversos mirantes espalhados pelas trilhas e o Museu do Homem Americano. No primeiro semestre do ano o clima no parque é melhor para as caminhadas. Não há taxa para entrar no parque, apenas os guias que cobram para o passeio.

Foto: Pixabay

Relaxar nas praias de Porto Seguro na Bahia

A cidade de Porto Seguro é um dos destinos em alta no mundo, muito procurada por formandos, recém-casados e pessoas de todos os cantos do mundo. Entre as principais atrações de Porto Seguro estão as praias maravilhosas, os lugares históricos e a Passarela do Descobrimento (ou passarela do Álcool como é mais conhecida), o lugar perfeito para curtir a noite, fazer compras e provar o melhor da culinária baiana.

Porto Seguro possui museus e lugares históricos que podem ser visitados durante todo o ano e um dos mais populares é o Centro Histórico de Porto Seguro. O Centro Histórico conta a história da época em que os portugueses chegaram ao Brasil e reúne diversos monumentos, como o Marco do Descobrimento, a Igreja Nossa Senhora da Pena e a Casa da Câmara e Cadeia, que abriga o Museu de Porto Segura e mostra como era a vida dos indígenas antes da chegada dos portugueses ao Brasil.

Se você deseja ver baleias jubarte nadando pela costa brasileira, Porto Seguro é o lugar ideal para isso. Entre os meses de julho e agosto elas migram das águas geladas do Atlântico para se reproduzirem e amamentarem os filhotes nas águas quentinhas da costa brasileira.

Foto: Pixabay

Conheça o melhor do Cerrado, da Caatinga e da Amazônia nos Lençóis Maranhenses

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses é um dos grandes destinos brasileiros para aqueles que buscam aventura e contato com a natureza. O parque foi criado na década de 1980 e abrange três biomas brasileiros, o cerrado, a caatinga e Amazônia. Em meio à restinga, às dunas e a costa oceânica, muitas pessoas visitam o parque durante todo o ano, seja de quadriciclo, em veículos 4×4 ou a pé.

O parque é aberto ao público durante todo o ano, mas os meses entre maio e setembro são os mais indicados para conhecer as belezas dos lençóis maranhenses, quando as lagoas estão mais cheias e a paisagem está deslumbrante. Não há taxa para entrar no parque, mas os passeios oferecidos pelas agências têm preços variados. Não deixe de conferir as orientações no site do parque e aproveitar tudo o que a natureza oferece, se jogue nas águas cristalinas dos lençóis maranhenses, assista ao pôr do sol e tire muitas fotos.

Foto: Pixabay

Aproveitar o Carnaval de Olinda

Olinda é uma cidade que carrega muita história e alegria, seja na época do carnaval ou em qualquer mês do ano. O carnaval de Olinda é um dos mais famosos do Brasil e é característico pelos seus bonecos gigantes, que têm até uma Casa dos Bonecos Girantes de Olinda, que pode ser conhecida por apenas R$ 15 por pessoa.

Outro ponto muito interessante para se conhecer na cidade de Olinda é o Alto da Sé, onde se encontram a Igreja de São Salvador do Mundo, o Mercado de Artesanato do Alto da Sé, um dos melhores lugares para fazer compras, e o Mirante da Caixa d’Água, um dos cenários mais famosos das fotos de Olinda. Não deixe de conhecer também as diversas igrejas da cidade, a Basílica e o Mosteiro de São Bento, o Convento de São Francisco, o Mercado da Ribeira e as ruas coloridas e encantadoras de Olinda.

Foto: Pixabay

Conhecer a natureza exuberante da Chapada Diamantina na Bahia

Entre montanhas, rios, cachoeiras, grutas, cavernas e cânions o Parque Nacional da Chapada Diamantina é um dos principais destinos para os apaixonados pela natureza e o último da lista sobre “O que fazer no Nordeste do Brasil” do Viajar é Vida. A Chapada Diamantina é composta por diversas cidades e as atrações naturais formam uma lista extensa, por isso, programe bem seu roteiro de viagem para aproveitar ao máximo.

A Chapada Diamantina pode ser visitada durante todo o ano, mas durante os meses chuvosos, de novembro a janeiro, as trilhas podem se tornar muito lamacentas e você pode pegar dias chuvosos durante a viagem. Um bom ponto para visitar durante o entardecer e o Morro do Pai Inácio, um dos principais cartões postais da chapada.

Há dezenas de cachoeiras espalhadas pelo território de mais de 1.500km quadrados da Chapada Diamantina, entre elas a Cachoeira do Buracão, da Fumaça e a do Sossego, você pode também aproveitar para mergulhar nas águas da chapada e voltar para casa com o espírito renovado. Além disso, é possível testemunhar, na data e hora certa, um fenômeno da luz do sol que deixa a água dos poços Azul e Encantado com uma coloração azulada magnífica.

Foto: Pixabay

O que achou da lista do Viajar é Vida sobre o que fazer no Nordeste do Brasil? Já conheceu algum destes lugares? Possui alguma experiência maravilhosa em outro lugar do Nordeste brasileiro que não está na lista do Viajar é Vida? Compartilhe suas opiniões e experiências nos comentários.


Conteúdos Relacionados


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*