10 destinos de viagem fora do radar dos turistas

O viajante raiz quer mesmo é desbravar o mundo. E geralmente ele foca nos 10 destinos de viagem fora do radar dos turistas. Pesquisa feita pelo buscador Kayak identificou que cidades do mundo estão na mira dos viajantes brasileiros. Foram analisadas datas de viagem compreendidas entre janeiro de 2018 e outubro de 2019. Na metodologia estava o número de hotéis para os 200 principais destinos mais pesquisados em cada região. A lista inclui cidades com a maior densidade de hotéis versus menor número de pesquisas.

Junto, também foram considerados os hotéis fora do radar: os destinos incluem propriedades com 4 ou mais estrelas com base no número de propriedades disponíveis, ordenadas pelo resultado das pesquisas. Propriedades com menos de 4 estrelas foram excluídas da lista.

Esta categoria do estudo que enumera ainda outras, como destinos em alta e destinos econômicos, considera, de uma maneira geral, destinos que têm um volume de buscas baixo apesar de uma grande oferta de hospedagem e atrações turísticas. O objetivo é estimular viagens para destinos menos conhecidos e ajudar viajantes a evitar o chamado “overtourism” que é o excesso de turismo em algumas cidades mais populares, que pode levar a práticas predatórias e superlotação.

“10 destinos de viagem fora do radar dos turistas”

Nairóbi foi a cidade mais procurada pelos viajantes na pesquisa

Foto: Tracy Angus-Hammond

A capital do Quênia, na África, encabeça a lista dos 10 destinos de viagem fora do radar dos turistas. O contato com as paisagens da savana, a possibilidade de safáris e, contrapondo toda essa relação simplista de uma viagem à África, museus, hotéis e restaurantes da melhor qualidade esperam pelos viajantes em Nairóbi. A cidade talvez tenha registrado tanta solicitação de informação por conta da personagem da série La Casa de Papel.  Em Nairóbi a temperatura média é de 20 graus e o idioma é o inglês.  

Chiang Mai tem centenas de templos e ainda assim mescla passado e presente

A cidade da Tailândia tem mais de 300 templos, antigas muralhas e muita, mais muita comida de rua.  A cidade antiga é murada e é geralmente onde tudo acontece. Acaba limitando um pouco a quantidade e qualidade dos meios de hospedagens, mas, para viajante que quer vivenciar a cultura local, é o melhor ponto para curtir esta viagem para Chiang Mai. Quer entrar bem no clima tailandês? A dica é o santuário de elefantes, o Elephant Nature Park. O  Parque Nacional Doi Inthanon é outro atrativo turístico. Fala-se o tailandês por aqui, mas dá para se virar bem com o inglês também.

Foto: Michelle Maria

Cultura maia presente na Cidade da Guatemala

A natureza preservada, vulcões, lagos… a Cidade da Guatemala figura entre os 10 destinos de viagem fora do radar dos turistas justamente pela relação ambiental. A região mantém sítios arqueológicos, cidades históricas e a forte cultura dos maias na sua rotina até hoje. A região da Zona Viva é a melhor para se hospedar, principalmente pela proximidade dos pontos turísticos e pela vida noturna.

Foto: Otto Garcia

Kingston, capital da Jamaica, é destino com natureza e vida noturna

Direto da Jamaica, Kingston também integra a lista dos 10 destinos de viagem fora do radar dos turistas. Talvez a viagem da jornalista Glória Maria e os vários memes que resultaram nas redes sociais tenham influenciado à busca dos viajantes para o destino. Sabe o que pode ser visto por lá? Sol, praia, festa e muita diversão. Kingston é ideal para natureza, cultura e vida noturna.

Foto: Ray Miller

Patrimônio mundial, São Petesburgo é destaque na Rússia

Enrolar a língua tentando ler as placas é uma das graças de viajar para São Petersburgo, na Rússia. Considerado Patrimônio Mundial pela Unesco, a cidade é uma das mais bonitas da Europa. E sabe algo que muito chama a atenção? O sol não se põe por completo durante o Verão, o que faz com que as madrugadas sejam um crepúsculo constante. Observe a arquitetura local e desfrute dos parques.

Foto: María Teresa Martínez

Amã é um dos 10 destinos de viagem fora do radar dos turistas

A capital da Jordânia tem características fortes comuns às cidades do Oriente Médio. Tons terrosos claros, colinas não muito altas, regiões desérticas. E uma proximidade com o passado, em construções centenárias, até milenares. Ainda assim, Amã consegue ser um destino riquíssimo para os viajantes. Existem atrações gratuitas e imperdíveis como subir uma colina para apreciar o pôr do sol. De lá, você consegue ver as casas em pedra calcário iluminadas pela golden hour.

Foto: Logga Wiggler

Nova Orleans é berço do jazz e do blues

 Há muito mais o que fazer em Nova Orleans além do Mardi Gras. A festa de carnaval desta cidade americana é mundialmente famosa. Você sabia que aqui é berço do jazz e do blues? Então, para viajantes que também viajam na música Nova Orleans é o destino! Quer boas dicas? Passe de bar em bar na Frenchmen Street e conheça alguns dos músicos mais talentosos da América. A Jackson Square também é um bom lugar para observar os artistas de rua.

Foto: David McComack

Capital mais alta do mundo, Quito aparece na pesquisa de viagem

Geograficamente falando, o Equador é muito famoso por “sustentar” a linha que divide os trópicos do globo terrestre (A terra nera plana?, ahahah). A capital, Quito, fica a praticamente 3 mil metros de altitude em relação ao nível do mar e é a capital mais alta do mundo. A cidade fica na encosta de Pichincha, um vulcão ativo na cordilheira dos Andes. O Parque Nacional Cotopaxi fica bem próximo dali, cerca de 60 km, é onde fica o Vulcão Cotopaxi (ainda ativo!!!).

Foto: Albert Dezetter

Do país vizinho, Salta também surge no resultado da pesquisa

Duvido que você já tenha ouvido falar desta cidade antes de listar aqui entre os 10 destinos de viagem fora do radar dos turistas. Pois Salta é uma cidade da vizinha argentina que entrou no resultado da pesquisa do Kayak. A bela região é reconhecida pela arquitetura colonial e clubes de música folclórica. Além disso, uma sugestão é o trem para Las Nubes que – dizem – é uma das viagens ferroviárias mais espetaculares do mundo. O trajeto sobe 4.220 metros, através de rochas cor de arco-íris, atravessando vales e passando por lhamas curiosas.

Foto: Daniel Pontin

Direto da Nova Zelândia, Queenstown encerra a lista com os 10 destinos de viagem fora do radar dos turistas

Não é logo ali, na realidade, é do outro lado do mundo, mas Queentown encerra a lista com os 10 destinos de viagem fora do radar dos turistas. A cidade da Nova Zelândia é ideal para os viajantes que amam aventura. Mesmo que ainda em nível iniciante, é possível fazer roteiros exclusivos como o de ciclismo, caminhadas, bungee jumping e rafting. Paisagens naturais têm de sobra, como o Lago Wakatipu.

Foto: Pixabay

Conteúdos Relacionados


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*