Viajar Barato: como comprar passagens baratas

Neste segundo post, continuamos firmes e fortes no mesmo propósito: queremos que você carimbe muito o seu passaporte. Na série “Viajar Barato: como comprar passagens baratas” traremos hoje mais algumas novidades.

Ciente do roteiro e, definidas as datas, chegou a hora de comprar as passagens. Como escolher a mais barata, numa companhia bacana e que se encaixe no seu calendário? Há algumas possibilidades.

Primeiro baixe os aplicativos que avisam sobre promoções. Em 2017 fui para Israel com passagens a R$ 1.100, África do Sul por R$ 970 e Colômbia por R$ 470. Em 2018 fui para Nova York a R$ 700. Os mais confiáveis são Melhores Destinos, Passagens Imperdíveis e Viajando Barato pelo Mundo. Ao baixar estes apps, você será notificado quando houver alguma grande promoção. A equipe que atualiza é bem certeira, está sempre de olho no site das companhias aéreas do mundo e avisa quando surge uma barbada.

Como você viu nos valores que eu paguei para ir conhecer três diferentes destinos, ao receber a atualização, você já tem que realizar a compra. Não dá para perder tempo porque muita gente também recebe e, geralmente, essas promoções duram poucos minutos.

Vale destacar que além das promoções relâmpagos, sempre tem novidades que duram mais tempo. Passagens mais baratas do que de costume, porém, com datas pré-determinadas para serem usadas. Por isso, estes aplicativos considero que são para quem tem liberdade de tempo ou que conseguem manejar as férias.

Para quem quer viajar sem muita flexibilidade de datas

Para aqueles que já sabem qual o período de folga e só conseguem neste prazo, o ideal é fazer consultas e criar alertas no Skyscanner. Este aplicativo/site faz uma busca nas passagens de todas as companhias aéreas do mundo, atrás do melhor preço para passagens na data que você determinar. Você pode consultar da sua origem até o destino final (exemplo: Navegantes para Bangcoc), ou fazer por etapas (exemplo: de Navegantes a Madri, de Madri a Bangcoc). Muitas vezes, por etapas, o valor sai ainda menor, mas você precisa estar atento aos horários de chegada e partida para não haver conflito.  Esta dica é importante! Anote direitinho para estar conectado à nossa série”Como viajar barato: dezenas de dicas de especialistas”

No Brasil, as companhias aéreas Avianca, Azul, Gol e LATAM oferecem serviços de pontuação e resgate de milhas. Esteja atento à validade delas. Depois do prazo, você pode ir perdendo quantidade.

Ao somar muitos pontos, o usuário pode ir galgando novas categorias, tornando-se cliente ainda mais especial. As vantagens também aumentam neste caso, como tabela diferenciada de resgate, aumento do prazo de validade, cortesia de um ano para o acompanhante e até o acúmulo de milhas de familiares numa única conta. Ou seja, é importante estar bem ligado às condições e optar por aquele plano que mais compensa às suas necessidades.

Programas de milhagem garantem passagens mais baratas

Além de poder comprar milhas todos os meses, os programas aceitam pontuação por lojas parceiras, incluindo aí até posto de combustível. Se verificar os itens que fazem parte da sua rotina, você pontuará de maneira muito rápida sem nem perceber. Eu aproveito tanto o cartão de crédito quanto o abastecimento do carro para ganhar pontos e, com isso, ter mais possibilidade de viagens.  No início você foca, mas logo isso vira hábito e acaba agindo de maneira natural. 

Cuide apenas para manter a linha nos gastos. Muita gente não sabe como utilizar ou se perde nas contas ao ter um cartão de crédito. Também abusa das compras e, quando vai ver, já contraiu uma dívida maior do que deveria.

Em alguns países existem as companhias aéreas low cost. Elas realmente têm preços muito baixos. Já comprei de Kuala Lumpur (Malásia) para Cingapura por U$ 15. Valor parecido com outra passagem entre Amsterdã (Holanda) para Munique (Alemanha). O problema destes voos é a taxa de bagagem. Ou seja, ou você leva somente mochila ou terá que pagar para despachar. Aí o valor muda.  Enfim, a lista de sugestões é grande, agora é só se esquematizar.

 “Viajar é o que eu mais gosto de fazer e para poder aproveitar mais viagens ao longo do ano é necessário economizar em outras áreas. No fim, o prazer em estar em outro país compensa o sacrifício”, Ricardo Ruas, jornalista/empresário

Está gostando das dicas? Elas não param por aqui. Queremos sim que você carimbe muito o seu passaporte. Esta nossa série “Viajar Barato: como comprar passagens baratas” é o nosso compromisso com você, amante das viagens. Se tiver alguma outra sugestão de tema para irmos atrás, nos avise nos comentários.


Conteúdos Relacionados


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*