Quantos dias são necessários ao viajar para San Andrés?

Se você está se programando para sair de férias e viajar para San Andrés, na Colômbia, com certeza já deve ter se perguntado: Quantos dias são necessários ao viajar para San Andrés? Então continua aqui no Viajar é Vida que vamos responder esta pergunta e ainda te dar dicas de alguns passeios imperdíveis pelo caribe colombiano.

Aqui mesmo no você encontrará 7 dicas do que fazer em San Andrés, e no post de hoje vamos te ajudar para que seu roteiro fique ainda mais diversificado e que sua experiência com a viajem seja completa.

Foto: Julian Zapata

7 dias para a viagem completa

Se você tem condições financeiras e disponibilidade de tempo, a resposta para a pergunta de quantos dias são necessários ao viajar para San Andrés seria 7. Uma semana inteira para extrair o melhor que o lugar tem para oferecer para um viajante sem ser exaustiva a ponto de estragar a viagem. San Andrés é um arquipélago que fica no mar do Caribe, a pouco mais de 700 km da costa colombiana, ficando mais próxima a Nicarágua e Costa Rica. Os moradores nativos são descendentes de corsários e ingleses, dessa forma, muitos dominam melhor o inglês que o próprio espanhol, e possuem também uma língua própria, o creole, que mistura francês e inglês.

A viagem do Brasil até San Andrés é longa e cansativa já que não existe uma conexão direta e você provavelmente terá que parar no Panamá ou Bogotá para seguir até o arquipélago, por isso vale apena passar mais dias no local aproveitando suas belezas.

Foto: Nancy Terreros

Aproveite para descansar e comece a sua aventura no segundo dia

Lembra de pergunta inicial? Quantos dias são necessários ao viajar para San Andrés?  Pois é, saiba que tanto quanto aproveitar bem os passeios, é importante também reabastecer as energias, por isso, dos 7 dias para passar em San Andrés, já separe o primeiro para descansar. Assim como todo o viajante, você estará cansado de todo o trajeto que é longo e bem cansativo como falamos acima, então pode aproveitar para se ambientar com o local, com hotel que irá ficar, e claro, para descansar bastante!

No segundo dia o espírito aventureiro de viajante já estará pronto para conhecer as maravilhas de San Andrés. Que tal então dar uma volta pela ilha? Você pode alugar um carrinho de golfe se estiver em um grupo de mais pessoas, ou até uma scooter se estiver viajando sozinho, o valor dos veículos varia de acordo com o tamanho deles.

Como você pode conferir também no texto com 7 dicas do que fazer em San Andrés, Rocky Cay é parada obrigatória, principalmente para o viajante que prefere tranquilidade. Essa praia fica mais afastada da parte central de San Andrés e com seu mar calmo e água cristalina. Apesar da calmaria, embarcações antigas naufragadas também fazem parte do cenário. Através de Rocky Cay é possível ir andando até uma outra ilha com água pela cintura. 

Foto: Pakalokita

Que tal ver uma estátua de Poseidon no fundo do mar?

No terceiro dia o viajante pode programar para fazer um mergulho diferente, o Aquanautas. Nesse mergulho, conseguirá ver uma estátua do Poseidon que fica no fundo do mar! Já pensou que aventura e tanto para contar depois? Você pode aproveitar o clima de aventura e curtir também um voo de parasail onde pode apreciar as 7 cores do mar de San Andrés do alto! Um passeio para viajante nenhum colocar defeito!

Foto: Darren Lawrence

Se encante com a Ilha de Johnny Cay

No quarto dia em San Andrés você pode curtir a ilha de Johnny Cay. O acesso é através de um barco que leva os turistas até a ilhota. Todo o trajeto é belíssimo e o viajante pode se encantar com os tons de azul que fazem San Andrés ainda mais famoso. Você pode passar o dia inteiro por lá par aproveitar bastante. 

Que tal tirar o quinto dia livre e recuperar as energias? Aproveite o local, os restaurantes, barzinhos e festas noturnas que prometem agradar todos os tipos de viajantes. Se não quiser ficar longe do mar, as barracas de praia oferecem também bons drinks. É ou não é uma incrível viagem?

Que tal um bom mergulho ao lado de peixes e animais marinhos?

No sexto dia que tal conhecer La Piscinita? O local é perfeito para mergulhos com peixes e animais marinhos. Um passeio de tirar o fôlego de tanta beleza! Porém por ser um dos locais preferidos dos turistas, é também um dos mais cheios. Outra opção incrível para o viajante é o Far West. O local é ótimo para quem curte mergulhar e o melhor de tudo: não paga para entrar!

No sétimo e último dia, o ideal é ficar mais tranquilo, aproveitar as praias no centro mesmo de San Andrés, curtir os restaurantes, descansar e de preparar para uma longa viagem de volta pela frente.

Foto: Darren Lawrence

Uma infinidade de atrações em San Andrés

San Andrés possui ainda mais uma infinidade de locais exuberantes que você pode colocar no seu roteiro. O caribe colombiano é um dos destinos preferidos dos brasileiros e você consegue aproveitar muito sem gastar tanto. É claro que como bom viajante você sabe que irá gastar de qualquer forma, mas os preços não são tão abusivos, já que o paraíso ainda não foi totalmente descoberto pelos turistas europeus ou americanos.

Foto: Quinn Kampschroer

Assim como tudo tem seu lado bom e o seu lado ruim, vale ressaltar que você não deve encontrar em San Andrés grandes resorts, mas existem ótimas hospedagens que tornarão sua viagem incrível.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*