O que fazer na Suécia

O país com alto padrão econômico e social fica no Norte da Europa, localizado na península Escandinava. O território da Suécia é banhado tanto pelo Mar Báltico quanto pelo Golfo de Bótnia o que garante, por exemplo, a presença de algumas praias que estão na lista sobre o que fazer na Suécia levantada pelo Viajar é Vida.

É importante destacar que esta é uma viagem um tanto quanto cara e, por isso, exige um planejamento financeiro melhor. Mas nada que desabone o seu sonho de vivenciar experiências únicas neste país europeu. Vamos às dicas sobre o que fazer na Suécia.

Surfe ou banho de mar entre o que fazer na Suécia

Não falamos que teria praia? Pois entre o que fazer na Suécia está a possibilidade de surfar, pegar um sol ou simplesmente aproveitar as águas (quando for Verão, claro!). A Ilha de Gotland é o destino certo para quem quer aproveitar este programa mais litorâneo. Ali fica o Parque Nacional de Gotska, cujo relevo é principalmente composto de areia e a paisagem é dominada por praias, dunas e florestas de pinheiros.

O que fazer na Suécia: surfe e praia
Foto: Catta Kvarn/Pixabay

Conhecer a cidade medieval dos vikings, considerada a mais romântica da Suécia

Visite a ilha de Visby, onde há uma cidade medieval murada, com muralhas enormes de herança viking. A cidade é uma graça, com cafés e restaurantes deliciosos para horas de observação do vai e vem de visitantes. Ela é tão charmosa, que tem até o título de cidade mais romântica da Suécia. Ou seja, se puder ir acompanhadx vai ganhar pontos! São 200 casas medievais datadas do século 10 e apenas 22 mil habitantes (que se dividem em casas mais recentes também). No começo de agosto é realizado anualmente o festival com espetáculos históricos, concertos musicais, torneios de cavaleiros e até mercados medievais. Estas feirinhas são ótimas para garimpar produtos e enfeites de tempos bem distantes.

Entre o que fazer na Suécia está visitar a cidade medieval de Visby
Foto: Göran Waldt/Pixabay

Sol da meia noite e Papai Noel na Lapônia sueca

Papai Noel também tem um pezinho na Suécia. É que por aqui fica parte da Lapônia. Para chegar ao extremo Norte do país é preciso pegar um voo partindo de Estocolmo ou o trem noturno que percorre a distância durante a noite e você pode dormir até chegar lá. Entre julho e agosto é possível inclusive acompanhar o Sol da Meia Noite, período em que é dia claro durante as 24 horas, sem qualquer resquício de escuridão.

O sol da meia noite é um dos atrativos do que fazer na Suécia
Foto: Adege/Pixabay

O que fazer na Suécia: conhecer a Aurora Boreal

Nesta região mais ao Norte também é possível acompanhar a Aurora Boreal. Estes países escandinavos  dividem o fenômeno e vale muito a visita. Mas tem que ser durante o Inverno! É que a observação só ocorre com tempo frio, limpo e mediante muita escuridão. Ou seja, é totalmente diferente de como é o Verão por aqui. A sugestão para acompanhar é no Parque Nacional Abisko, já que é um local sem a presença da luz emitida pelas cidades. Segundo as empresas que organizam excursões, a melhor época para visualizar a aurora boreal é entre março e abril.

A aurora boreal está entre os programas de o que fazer na Suécia
Foto: Noel Bauza/Pixabay

Hábito de fazer sauna também entre os viajantes

Brincar com os extremos das temperaturas é algo comum na Suécia. Por isso as saunas são atividades comuns e vale conhecer este hábito. No Inverno ele geralmente antecede um mergulho num lago ou na neve. Ou seja, você se aquece e depois se esfria… e volta a se aquecer.. e fica nesse vai e vem até se cansar. Dizem que faz bem para a saúde e para a imunidade. Com este hábito tão antigo, difícil não acreditar. Além de saunas privadas, há locais com saunas públicas gratuitas ou por valores bem mais em conta. É o caso da região do Lago Källtorp, próximo a Estocolmo. É ou não é uma boa dica do que fazer na Suécia?

Conhecer o antigo e o novo de Estocolmo está na lista do que fazer na Suécia

A cidade histórica de Estocolmo, também chamada de Gamla Stan, tem o melhor do passado. Prédios antigos, ruas mais estreitas… todo este centro histórico fica dividido em algumas ilhas (Estocolmo está localizada em um arquipélago). A cada ponte que você cruza, um novo olhar sobre a cidade. Por aqui estão o Palácio de Estocolmo que é a residência oficial da família real e pode ser visitada.  Perceba nos arredores a arquitetura gótica alemã e visite aquele que é considerado o restaurante mais antigo do mundo, o “Den Gyldene Freden”. A decoração interna nunca (sim, nunca) foi alterada desde que foi inaugurado em 1722. Chocado?!

Os museus ficam concentrados em uma mesma região em Estocolmo. Mas são caros (como muita coisa na Suécia). Mas o Museu de História Sueca (Historiska Museet) tem entrada gratuita com tour guiado pela parte viking do local. E se você curte música, vai se impressionar com o Museu Abba, que apresenta figurinos usados pelos integrantes da famosa banda sueca durante as turnês pelo mundo. Além disso, há um karaokê gigante com hologramas de Björn, Benny, Agnetha e Anni-Frid. Ao contrário de Gamla Stan, Östermalm e Norrmalm são as partes mais modernas da cidade. Aqui você verá modernidade, prédios maiores, com detalhes mais contemporâneos.

Foto: Erich Westendarp/Pixabay

Se hospedar no Ice Hotel

Fica na aldeia de Jukkasjärvi, no Norte da Suécia, o Ice Hotel. Ele é totalmente feito de gelo e leva um bom tempo para ser erguido. Uma grande equipe recolhe água do Rio Torne e vai armazenando em câmaras frias para dar conta de o gelo ser produzido para depois ser transformado em paredes, tetos e afins. Vale destacar que há uma mistura de edifícios permanentes e estruturas de gelo sazonais. O hotel fica cerca de um quilômetro do museu Jukkasjärvi Homestead, que é do século 18, e do parque cultural e de renas Nutti Sámi Siida.

Quartos simples e temporários feitos de gelo vêm com camas de plataforma, sacos de dormir térmicos e peles de rena. Os banheiros e saunas são compartilhados. Quartos chiques durante todo o ano oferecem diferentes comodidades.

O Ice Hotel é um dos atrativos do que fazer na Suécia

E aí, curtiu as dicas? Claro que um país como a Suécia tem várias outras atrações. E o Viajar é Vida quer ouvir você que já esteve por lá! O que mais a gente pode colocar para engrandecer essa lista do que fazer na Suécia?  Conte nos comentários.


Conteúdos Relacionados


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*