O que fazer em Coney Island em Nova York

O bairro nova-iorquino é bem residencial e praiano (isso mesmo, tem praia na grande metrópole) e o Viajar é Vida vai apresentar agora o que fazer em Coney Island em Nova York. A região é um marco da cidade conhecido também por ter resistido a desastres naturais, às crises econômicas e muito mais. Por aqui vivem cerca de 60 mil pessoas, número que cresce aos finais de semana ou durante o verão com a quantidade de visitantes que chegam. A melhor maneira de chegar a Coney Island é pegando as linhas D e N do metrô, que são um pouco mais rápidas. Elas vão até a Coney Island – Stillwell Avenue. As linhas Q e F também atendem a região, mas levam mais tempo porque fazem mais paradas.

Coney Island é uma praia muito visitada de Nova York
Foto: Bruce Emmerling/Pixabay

Veja também

O que fazer em Coney Island em Nova York: conhecer o Luna Park

Um verdadeiro mundo da fantasia, com muita diversão e adrenalina para pessoas das mais variadas idades. O Luna Park situado na Coney Island tem brinquedos como a montanha-russa com temática equestre está equipada com assentos tipo sela e arreios que permitem a sensação despreocupada de andar a cavalo. A velocidade vai de 0 a 64 quilômetros por hora em menos de 2 segundos.

Outra novidade é o Aviador Atlântico, que leva os passageiros em uma jornada incrível da sensação das acrobacias de aviões de pequeno porte. São inclinações, loopings e mergulhos realizados por 6 aviões de 4 lugares cada a 8 metros do chão.

Mas nem só de aventura vive o Luna Park. Há brinquedos e jogos para os pequenos (ou mesmo adultos com medo de se aventurar). Sabe aquele clima de quermesse do interior, com tiro ao alvo e bichinho de pelúcia como premiação? É este o ritmo! E tem ainda cachorro-quente, pipoca, algodão doce e luzes coloridas. Um misto de épocas para os melhores momentos neste trecho de Nova York.

O Luna Park é um dos atrativos na lista sobre o que fazer em Coney Island em Nova York
Foto: Wikipedia

Siga o Viajar é Vida no Instagram

Se aventurar na montanha-russa Cyclone

Ela é parte integrante do Luna Park, que falamos acima. Mas com tamanha peculiaridade, merecia informações próprias só dela por aqui. Feita de madeira e inaugurada em 1927, a montanha-russa Cyclone atinge 97 quilômetros por hora, num percurso de 800 metros que pode chegar a 26 metros de altura.

O equipamento funcionou por 40 anos, mas em 1970 precisou parar para uma reforma e só voltou a ser aberta ao público em 1975. Para o Luna Park ela veio somente em 2011, quando a administração do parque assumiu a operação. A montanha-russa foi declarada um marco designado da cidade de Nova York em 12 de julho de 1988 e foi incluída no Registro Nacional de Locais Históricos em 26 de junho de 1991.

A montanha-russa Cyclone é toda feita em madeira e também está entre o que fazer em Coney Island
Foto: Wikipedia

Comer o tradicional cachorro-quente do Nathan’s Famous está na lista sobre o que fazer em Coney Island em Nova York

Se você passar por Coney Island no dia 4 de julho que é a independência dos Estados Unidos, poderá participar de um concurso de comedor de cachorro-quente. A promoção é do Nathan’s Famous, talvez a empresa mais antiga que vende o produto nos Estados Unidos. São várias unidades espalhadas pelo país, mas foi aqui em Coney Island que o concurso de popularizou já que esta é a matriz.

O restaurante Nathan’s original fica na esquina das avenidas Surf e Stillwell. Surgiu em 1916 como uma simples barraquinha e hoje é um império com mais de 2.200 pontos de venda. Independentemente da época em que for visitar, passe por lá para experimentar essa iguaria tão norte-americana.

MAis antigo e hoje maior rede de cachorro-quente, a matriz do Nathan's Famous fica em Coney Island, Nova York
Foto: Wikipedia

Visitar o parque de diversões Deno’s Wonder Wheel também entre o que fazer em Coney Island em Nova York

Com 100 anos de atividades e administrado pela terceira geração da mesma família, o Deno’s Wonder Wheel deve inaugurar agora em 2021 a Phoenix, uma montanha-russa suspensa e cheia de adrenalina. Foi o maior investimento financeiro em uma atração até agora em toda a história do parque. O brinquedo terá 20 metros de altura e velocidades de até 55 quilômetros por hora. Ela vai integrar o rol de atrativos que já incluem o Thunderbolt e a Cyclone, uma montanha-russa de madeira clássica que recebe visitantes desde 1927.

Embora a nova Phoenix esteja programada para ser um passeio cheio de emoções, também será familiar e acessível para crianças mais novas ou para aqueles que preferem ficar longe das montanhas-russas maiores.  Segundo o site Travel+Leisure, o nome Phoenix é inspirado na sensação de voar que os visitantes do parque podem esperar vivenciar neste passeio. Os trens ficarão suspensos abaixo dos trilhos deixando os pés dos passageiros pendurados abaixo enquanto voam pelo ar.

Os parques dividem espaço neste trecho da cidade de Nova York
Foto: Wikipedia

Se encantar no New York Aquarium

Pode acreditar: o único aquário da cidade de Nova York é este que fica em Coney Island. A estrutura mantém de morsas e tubarões, a pinguins e outros animais marinhos. Além disso, a experiência conta com cinema 3D e até performance dos animais feitas com a ajuda dos treinadores humanos.

Chamado de New York Aquarium, tem como foco preservar animais e ecossistemas selvagens ao redor do mundo através de ciência, práticas de conservação e educação, inspirando pessoas a valorizar a natureza. Existe de 1896, foi até 1941 e depois reabriu no local atual em 1957. No período de recesso, os animais ficaram hospedados no Bronx Zoo.

Com foco na preservação das espécies, o New York Aquarium está entre as coisas para se fazer em Coney Island
Foto: Wikipedia
Esta região é pacata nos dias de semana e agitada aos finais de semana ou feriados
Foto: Bruce Emmerling/Pixabay

O que achou desta lista sobre o que fazer em Coney Island em Nova York? Você sabia que existia praia por lá ou sabia de todos estes atrativos? Conte sua experiência nos comentários do Viajar é Vida.


Conteúdos Relacionados


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*