Como fazer um passeio de trem em Lages SC

A cidade na serra catarinense tem um fluxo de viajantes bastante grande. Turista que visita a região passa por lá e quer aproveitar locais como o Parque Jonas Ramos, o Morro da Cruz e a Catedral Diocesana. Com apelos principalmente rurais graças à sua localização e território, os viajantes também querem aproveitar essa atmosfera em sua essência. E como fazer um passeio de trem em Lages SC?

Esta é uma novidade que está chegando e o Viajar é Vida destaca para você. É o chamado Trem da Coxilha Rica. O embarque é no veículo que tem a única locomotiva a vapor do Brasil, modelo Mallet. O percurso será de 36 quilômetros, partindo da estação de Lages, passando pela estação de Berlande, seguindo por obras de arte construídas pelo 2º Batalhão Ferroviário em meio às belas paisagens da Coxilha Rica até a chegada na estação de Escurinho aonde a locomotiva faz a inversão para o retorno.

Como fazer um passeio de trem em Lages SC
Foto: divulgação

Como fazer um passeio de trem em Lages SC: a Coxilha Rica

Lages é o maior município em extensão territorial de Santa Catarina. E a Coxilha Rica percorre cerca de 100 quilômetros quadrados de zona rural em um planalto situado a mais de mil metros de altitude. O clima é mais frio e a vegetação predominante é rasteira, de gramíneas. Nos trechos onde é possível ver a floresta, também há a famosa araucária, a planta do pinhão. O nome “coxilha” se refere ao terreno ondulado. O solo da Coxilha Rica é pouco profundo, pedregoso, não muito fértil e coberto de gramíneas que no inverno ressecam com a geada e com o vento minuano.

O que hoje é passeio turístico já foi a primeira via terrestre de ligação entre o Sul e o Sudeste do Brasil. Era o chamado o Caminho das Tropas, traçado no século 18 e que abrangia toda essa área da Coxilha Rica. Mesmo com dificuldade da altura, era por lá que passavam os tropeiros que levavam gado do Rio Grande do Sul a Sorocaba em São Paulo e também ao Sul de Minas Gerais.

Até hoje a Coxilha Rica serve principalmente para a produção de gado graças à pastagem natural. A região tornou-se um dos maiores produtores de pecuária do país e é onde também está a maior concentração de variedade de raças bovinas de corte do Brasil.

Região de Coxilha Rica é onde passa o trem de Lages SC
Foto: Eu Amo Lages

Atmosfera rural: como fazer um passeio de trem em Lages SC

Neste clima de fazenda, o turismo rural ganha força. Mas como fazer um passeio de trem em Lages SC? Bom, é uma forma de tentar reviver o passado, aproveitando o traçado deixado por moradores antigos da região. O trem é um modelo único e possui 10 vagões. A locomotiva pesa 130 toneladas e suporta o carregamento de 18 mil litros d’água e 12 metros cúbicos de lenha. 

Ao longo do passeio, belos campos com araucárias se misturam a enormes plantações do pinheiro americano. Logo na saída o incrível visual do Rio Caveiras e também a passagem pela ponte do Rio Cachoeira. Ao longo do percurso, o trem terá um viaduto e um túnel com 280 metros de extensão.

Ao chegar na Estação Escurinho a Maria Fumaça faz uma parada de 1 hora para que os passageiros possam conhecer os arredores e até fazer um piquenique no gramado anexo à estação.

No caminho, uma zona rural situada cerca de 1000 metros de altitude
Foto: divulgação

Grupo que assina “como fazer um passeio de trem por Lages SC” também responde por outros

A Regional Sul da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (leia mais sobre eles abaixo), também realiza excursões por outros lugares. Está na lista os roteiros CorupáRio Negrinho e o caminho inverso Rio Negrinho-Corupá. Ambas cidades ficam no Norte de Santa Catarina e a rota é considerada como um passeio pela Serra do Ma. São 60 quilômetros de distância, cerca de 7 horas de passeio, que pode incluir almoço regional, café colonial e o retorno também de trem como itens opcionais.

O trem parte da estação de Rio Negrinho, às 9h30min, seguindo pelo trecho de planalto até a cidade de São Bento do Sul, passando pelas estações de Serra Alta e de Rio Vermelho. Neste local iniciará o trecho pela exuberante Serra do Mar Catarinense, passando por 5 túneis, além de viadutos e pontes, como a que passa sobre o Rio Hansa Humboldt que vai costeando a linha férrea. Para o almoço, o trem faz um parada na comunidade de Rio Natal em meio à serra e por fim chega a Estação de Corupá.

Fazer um passeio de trem em Lages SC é circular pela região rural da cidade
Foto: Wikipedia

Associação Brasileira cuida da preservação ferroviária

A dica sobre como fazer um passeio de trem em Lages SC vem da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF) que reúne interessados na preservação e divulgação da história da ferrovia brasileira. Ela foi fundada em 1977 pelo francês Patrick Henri Ferdinand Dollinger que chegou ao Brasil em 1966 justamente no período de transição da tração a vapor para diesel. Preocupado com o abandono da história ferroviária brasileira, resolveu criar uma entidade de preservação nos moldes das existentes na Europa e Estados Unidos. Fez mais pela história do país do que muito político, não é?

A primeira ação da ABPF foi instituir uma campanha nacional para impedir o sucateamento de locomotivas a vapor. Com isto, a entidade conseguiu sensibilizar obter o apoio do então corpo diretivo da Rede Ferroviária Federal S/A. De uma só vez, a empresa cedeu à entidade 13 locomotivas a vapor desativadas. A segunda grande missão foi conseguir um ramal desativado para colocar este material.

Lages já foi caminho dos tropeiros que iam do Rio Grande do Sul para São Paulo e Minas Gerais
Foto: divulgação

Serviço

  • O quê: passeio de trem em Lages SC
  • Quando: Dias 28 e 29 de novembro e 5 e 6 de dezembro.
  • Horários:  saída às 13h30min para Estação Ferroviária de Escurinho com chegada prevista em Lages às 18h.
  • Valores:  Primeira Classe – R$ 90,00; Bistrô (Vinhos) – R$135,00 (Com degustação de vinhos e quitutes serranos) e Bistrô (chope Open Bar) – R$155,00 (Com Chopp artesanal da Serra liberado e quitutes serranos).
  • Informações e reservas: (47) 99986-0600

Conteúdos Relacionados


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*