7 atrações imperdíveis para conhecer em Seul

Está planejando uma viagem para Seul, na Coreia do Sul? O Viajar é Vida traz para você 7 atrações imperdíveis para conhecer em Seul, na Coreia do Sul. Seul é a grande capital da Coreia do Sul, um país em acelerado crescimento econômico e uma cidade que traz aspectos tradicionais e modernos, desde sua cultura, ate sua gastronomia e arquitetura.

Atualmente a cidade de Seul atrai muitos turistas em todas as épocas do ano, principalmente durante a alta temporada (na primavera e no outono). Neste período ocorre o desabrochar das flores de cerejeira e tem ainda as vibrantes cores outonais. Todas as 7 atrações imperdíveis para conhecer em Seul, na Coreia do Sul estão abertas para os visitante durante todo ano. 

Foto: Pixabay

Imersão cultural em visitas aos Palácios Reais de Seul

Estre as 7 atrações imperdíveis para conhecer em Seul, na Coreia do Sul, estão os Palácios Reais. Eles foram construídos durante a Dinastia Joseon (1392-1897) e passaram por diversas invasões e guerras, sendo danificados e quase destruídos. Após grandes restaurações, os palácios estão hoje abertos ao público. Algo muito comum de se ver nos palácios são coreanos e turistas vestidos com o Hanbok (vestimenta típica da era Joseon) disponíveis para aluguel em lojas perto dos palácios.

O maior e mais popular entre os palácios é o Gyeongbok-gung, que foi sede do império coreano por mais de 2.000 anos. O palácio fica localizado na parte norte da cidade de Seul e é acessível facilmente pelo transporte público da cidade. Seul possui uma das maiores coberturas de metrô do mundo e tem acesso fácil e rápido com o T-Money, um cartão de recarga encontrado em conveniências e lojas por toda a cidade. 

Foto: Stephane Tampigny

Outro grande palácio é o Changdeokgung. Seu grande complexo foi construído e utilizado por séculos como um palácio secundário e sua estrutura é incorporada ao Huwon, ou Jardim Secreto, considerado um Patrimônio Mundial pela Unesco. Na mesma área fica o palácio Changgyeonggung, que durante sua história serviu muitas vezes como residência para rainhas e concubinas.

Já o palácio Deoksugung é um pouco mais moderno, com uma arquitetura mais ocidental. O palácio foi a residência final do último rei da Dinastia Joseon. Além disso, o Deoksugung possui uma cerimônia de Troca da Guarda Real, que acontece de terça a domingo às 11h, às 14h e às 15h30min. Por último o Gyeonghuigung, o palácio mais recente. Ele foi utilizado por pouco tempo, pois um incêndio e as invasões japonesas devastaram suas construções. Uma dica importante é acompanhar os horários de funcionamento de cada palácio e os preços de entrada em cada complexo.

Foto: Wikipedia

Divirta-se no Lotte World em Seul

O Lotte World é o maior parque temático coberto do mundo e uma das 7 atrações imperdíveis para conhecer em Seul, na Coreia do Sul. O parque é dividido entre a Lotte World Adventure, a parte coberta, e a Magic Island, uma ilha artificial construída em meio a um lago.

Entre as diversas atrações que o parque oferece aos visitantes estão brinquedos radicais, apresentações e desfiles, lojas e restaurantes e até um hotel de luxo, agradando desde as crianças até os idosos. Uma dica legal se você pretende visitar o Lotte World é baixar o aplicativo do parque no celular, onde é possível conferir preços, as atrações disponíveis no período de sua visita, onde e quando serão os shows e desfiles e muito mais. Além disso, se você cadastrar seu ingresso no aplicativo consegue 3 Magic Passes gratuitos, podendo reservar passeios com antecedência e evitar as filas.

Foto: CM Mellow

Na Magic Island você encontra a maior parte dos brinquedos radicais e um magnífico castelo, ideal para visitar com as crianças e se divertir com os amigos. Já na Lotte World Adventure há brinquedos mais populares como o barco vicking e o carrossel, além do Aeronauts Balloon Ride, um maravilhoso passeio de balão sobre a área coberta do parque. Além disso, é nesta área que ficam concentrados a maioria das lojas e restaurantes do Lotte World, com opções de comida coreana, chinesa, japonesa e americana. Os visitantes também podem levar sua própria comida e comer no salão de piquenique.

Foto: Divulgação

Tenha a melhor vista de Seul do N Seoul Tower

O N Seoul Tower é um dos maiores edifícios de Seul, mede 236 metros e marca o ponto mais alto da cidade, o monte Namsan. A torre foi inaugurada em 1975 e era utilizada pelas emissoras de TV, sendo aberta ao púbico apenas em 1980.

Para chegar à N Seul Tower há duas opções, pegar o teleférico de Namsan e caminhar até o portão da torre ou subir o monte a pé. A entrada custa 11.000 wons (moeda coreana) para adultos e 9.000 wons para as crianças. Há na torre, além dos postos de observação, que dão vista panorâmica para a cidade de Seul, restaurantes, um café, lojas de presentes e o Teddy Bear Museum, que conta a história de Seul com ursos de pelúcia. Há ainda, nos portões da torre, a tradição de prender cadeados com os nomes dos casais que juram amor eterno.

Conhecendo o Museu Nacional da Coreia

O Museu Nacional da Coreia é um dos maiores museus de Seul e do mundo em área construída e possui mais de 190 mil peças em seu acervo. O museu foi inaugurado em 1945, e com o passar dos anos seu acervo foi aumentando e ele mudou para vários endereços até se estabelecer, em 2005, no Parque da Família Yongsan. A arquitetura do Museu Nacional da Coreia foi inspirada nas fortalezas coreanas e projetada por Kim Chang-Il. A entrada no museu para visitar as exposições permanentes é gratuita, e os horários de visitação variam conforme o dia.

Há ainda, no mesmo complexo do Museu Nacional da Coreia, o Museu da Criança, feito para que as crianças aprendam sobre a cultura coreana brincando. O museu é gratuito, mas é precisoreservar a entrada online ou adquirir os ingressos na entrada.

Foto: Wikipedia

Descubra os encantos da Vila Bukchon Hanok

A Vila Bukchon Hanok é um dos lugares mais tradicionais da cidade de Seul. A vila abriga dezenas de casas em estilo hanok, que datam a Dinastia Joseon. As casas em estilo hanok são construídas de pedra, madeira e papel arroz, com telhados inclinados e pátios no centro.

A Vila Bukchon Hanok fica localizada entre os grandes palácios de Gyeongbok-gung e Changdeokgung, e era onde a nobreza e os grandes funcionários do governo da Dinastia Joseon viviam. Atualmente é um bairro residencial onde o tradicional e o moderno estão presentes de forma equilibrada. Uma das principais atrações da vila, além de explorar suas ruelas encantadoras, é conhecer as casas de chá, cafés e restaurantes tradicionais.

Foto: Wikipedia

Conheça o Rio Han e a cidade de Seul de bicicleta pelo Hangang Park

O Hangang Park é formado por vários parques e instalações ao longo do Rio Han e é perfeito para piqueniques, caminhadas e passeios de bicicletas. Entre os parques está o Yeouido, um dos mais centrais e de fácil acesso, seja de metrô ou de ônibus. No parque Yeouido é possível alugar bicicletas e desfrutar de um tranquilo passeio às margens do Rio Ha, fazer um delicioso piquenique com os amigos e a família, apreciar o desabrochar das flores de cerejeira na primavera e se refrescar na Praça da Água. Os parques possuem programações especiais durante todo o ano, por isso confira no site a programação completa.

Memorial de Guerra também é ponto turístico em Seul

O Memorial de Guerra da Coreia é um dos principais pontos turísticos entre as 7 atrações imperdíveis para conhecer em Seul, na Coreia do Sul. O memorial conta a história da Guerra da Coreia a partir de fotos, vídeos, esculturas, aviões, tanques e armas da época e busca conscientizar as gerações futuras quanto ás consequências da guerra.

A entrada no Memorial de Guerra da Coreia é gratuita. O memorial funciona de terça-feira a domingo das 9h30min às 18h, e está localizado na antiga sede do exército em Seul. Entre as salas de exposição e as áreas ao ar livre do Memorial de Guerra da Coreia os visitantes conseguem sentir, ver e ouvir um pouco do que foi a guerra.

Foto: Min Woo Park

O que achou das 7 atrações imperdíveis para conhecer em Seul, na Coreia do Sul? Já viajou para Seul? Conhece algum desses lugares? Compartilhe nos comentários suas experiências e opiniões para os leitores do Viajar é Vida.


Conteúdos Relacionados


Um comentário

  1. Pingback: O que fazer numa viagem a Seul: 7 bairros imperdíveis Viajar é Vida!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*