O que fazer na República Dominicana

Para quem curte praia, sol o ano inteiro e um mar de um verde/azul inigualável, vai adorar este país localizado em uma grande ilha, cujo território é dividido com o Haiti. E o Viajar é Vida trará neste post o que fazer na República Dominicana. A ilha recebe milhares de visitantes todos os anos e vem sendo muito reconhecida pelos brasileiros que todos os dias desembarcam no simpático aeroporto, de teto de palha e enormes ventiladores para espantar o calor.

Sai do Brasil com tudo programado: seis dias em um resort no sistema all incluse na Praia de Bayahibe e a perspectiva de dias de descanso para aproveitar toda a infraestrutura do hotel. A localização é privilegiada bem no meio do caminho entre Punta Cana e a capital, Santo Domingo. Para quem quer conhecer outras cidades, não ficar 100% dentro do hotel, é a praia ideal.

O Catalonia Gran Dominicus recebe principalmente europeus. Mas encontrei um casal argentino muito simpático, que rendeu horas de muita conversa e diversão. Para manter os hóspedes sempre em movimento, uma extensa programação, que vai de ginástica na praia às aulas de merengue e salsa na beira da piscina durante a noite. Aproveite a boa disposição da equipe de animação e caia na dança. Eles são bons instrutores e a imersão na cultura local é tão intensa que provavelmente você terá novas músicas em seu playlist, por isso, precisará saber dançar esses novos ritmos.

Diferentes resorts oferecem mega estrutura de lazer e descanso
Foto: divulgação

O que fazer na República Dominica, além do resort

Em frente ao Catalonia Gran Dominicus saem passeios diários para a Ilha Saona, local onde – dizem – foi gravado o filme Lagoa Azul. Maior ilha adjacente à República Dominicana, a ilha pertence à província La Romana e está integrada no Parque Nacional del Este. Escolhi ir de lancha e retornar de catamarã. Tem almoço incluído no pacote e open bar (run, refrigerante, cerveja e água). Ah, tem mais salsa e merengue durante todo o trajeto. Como já falei, é bom aprender a dançar, porque vai ser muito útil em sua estada na República Dominicana.

O passeio em ilhas vizinhas e que pertencem à República Dominicana vale à pena
Foto: Rita E/Pixabay

Mais sobre o que fazer na República Dominicana?  Conhecer a capital Santo Domingo

Mais antiga cidade das Américas, foi em Santo Domingo onde desembarcou Cristóvão Colombo na descoberta do continente. A cidade respira história. Mantém viva as casas onde viveu e passou boa parte da vida o colonizador e sua família. Um mergulho histórico indescritível. Por aqui foram gravadas cenas de filmes como Piratas do Caribe. Atente à temporada de furacões, entre julho e novembro. A ilha já foi diversas vezes devastada. Os nativos têm histórias para contar!

Resorts estão entre as principais formas de hospedagem da República Dominicana
Foto: divulgação

Sobre o que fazer na República Dominicana: visitar os lagos submersos

Los Três Ojos são três lagos subterrâneos em cavernas de calcário na capital do país. Você paga uma taxa, desce até o fundo e conhece essas maravilhas da natureza. O parque fica a apenas 8 km a leste de Santo Domingo. O local é um refúgio de cavernas subterrâneas dos tainos, antigamente utilizadas para refúgio ou rituais. Uma escadaria de entrada em caracol leva a uma série de grutas, com caminhos que englobam três lagoas azuis de água doce, que mais parecem olhos.

Nas proximidades de Santo Domingo, cerca de 40 minutos de carro, você pode visitar a Praia de Boca Chica e sua incrível areia branca. Você verá vendedores ambulantes, hotéis e restaurantes ao longo da orla e fileiras de barracas de peixe frito vendendo um almoço autêntico de anchovas vermelhas e outros pratos locais. Os adultos desfrutam de refeições apetitosas e cervejas geladas na praia ao som do merengue e da bachata, enquanto as crianças se divertem nas águas rasas e calmas que fazem de Boca Chica uma das praias favoritas entre as famílias.

O que fazer na República Dominicana: visitar Três Ojos e vivenciar a natureza local
Foto: divulgação

Mais sobre o que fazer em Santo Domingo

Também em Santo Domingo você poderá conhecer como são fabricados os charutos. Por aqui, dizem que o dominicano é melhor do que o cubano. Mesmo quem não fuma vai achar interessante a descoberta. Você encontrará peças feitas com pedras preciosas ou semipreciosas como o âmbar que é considerada pedra nacional da República Dominicana ao visitar museus, lojas e joalherias.

A Calle El Conde é a primeira rua comercial do Novo Mundo e vem se mantendo como a área comercial mais popular para pedestres. Estende-se por 10 quarteirões, região que concentra grande número de restaurantes, cafeterias, lojas de lembranças e artistas de rua.

Também em Santo Domingo fica a Calle Las Damas que é a primeira rua pavimentada das Américas. Ela faz conexão direta com o palácio Alcazar de Colón. E María de Toledo e suas damas saíam do palácio e passeavam pela Calle Las Damas de noite.

A Catedral de Santo Domingo também merece a visita. Construída entre 1510 e 1540, a primeira catedral das Américas continua imponente em toda a sua glória sobre o coração da Cidade Colonial. Os restos mortais de Cristóvão Colombo foram encontrados aqui no século 19.

Santo Domingo, La Romana e Punta Cana são apenas algumas das cidades do país
Foto: divulgação

La Romana é outra atração da República Dominicana

Entre Punta Cana e Santo Domingo está La Romana. É uma cidadezinha com lojinhas de souvenirs e uma grande fábrica de quadros. Vale passear para conhecer as pessoas, observar o ritmo da cidade e entender o modo de vida dos dominicanos. O povo é conversador e simpático. Aproveite para dar boas risadas.

A região tem muitas riquezas naturais que variam desde um litoral caribenho digno de cartão postal até campos de golfe de classe mundial. As florestas do Parque Nacional de Cotubanamá abrigam nascentes de água doce e exemplares da arte rupestre dos tainos. O maior engenho de cana-de-açúcar das Américas já teve sede em La Romana, até que seus proprietários resolveram variar e se aventuraram no setor de turismo, abrindo o luxuoso Casa de Campo Resort em 1974. Atualmente é um destino favorito das celebridades e famoso por seus premiados campos de golfe projetados por Pete Dye.

Os passeios de catamarã estão entre as coisas para o que se fazer na República Dominicana
Foto: Luidmila Kot/Pixabay

O que você achou deste post sobre o que fazer na República Dominicana? O Viajar é Vida destaca alguns pontos e se você que já foi tiver algumas dicas para compartilhar deixe nos comentários.


Conteúdos Relacionados


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*