O que fazer em uma viagem ao Panamá

O Panamá é um país da América Central que tem construções modernas, verdadeiros marcos na engenharia civil. Mas, de uma maneira geral, além dos prédios luxuosos, o que fazer em uma viagem ao Panamá? O Viajar é Vida esteve algumas vezes na capital, a Cidade do Panamá e traz algumas recomendações para quem for encarar uma viagem animada, de sol e calor (mas com pancadas de chuva, porque chove bastante em algumas épocas no país) por este incrível país.

Panamá City é a capital que mescla tradição e modernidade

Entre as dicas sobre o que fazer no Panamá está Causeway, uma avenida que foi construída com os materiais que sobraram da obra do Canal do Panamá. O lugar é adequado para visitar com a família. Os moradores do Panamá aproveitam a região para caminhadas, corridas e momentos de lazer. Já a Calle Uruguay (Rua Uruguai em português) tem comércios, lojas, bares e restaurantes ideais para o final do dia.

Outra atração é a Cinta Costera, um parque com vias, estações de exercícios e uma bela vista da beira-mar. Foi criada depois de uma revitalização da região e é um point de turistas e viajantes. O complexo com calçadões recebe milhares de visitantes.

Foto: Luis Quintero

Canal do Panamá é um projeto gigante de engenharia que encurtou distâncias marinhas

Viajar ao Panamá e não conhecer o Canal do Panamá é como não ter viajado até lá! Sério, todo mundo precisa visitar a obra. Para você entender, para que foi construído o Canal do Panamá: ele foi construído no lugar mais estreito entre o Oceano Atlântico e o Oceano Pacífico. Foi aberto para evitar que as embarcações precisassem dar toda a volta no continente com cargas. Facilitou as viagens, garantiu melhorias no comércio e o Panamá ganhou com visibilidade.

Mas e qual o desnível do Canal do Panamá? O Oceano Atlântico é 24 centímetros mais baixo que o Pacífico e o canal é 26 metros mais alto que os dois oceanos. Por isso, funciona com eclusas, que são tanques ou elevadores de água que se enchem para que os navios possam subir os vários níveis.

O relevo acidentado exige que esse sistema seja feito. A França começou a construir o canal em 1880, mas a obra foi paralisada em virtude da alta taxa de mortalidade dos trabalhadores por doenças tropicais. Daí vieram os norte-americanos, muito interessados em encurtar a distância marinha entre as costas leste e oeste do território, investiram e terminaram a obra em 1914.

Mas, de quem é o Canal do Panamá? Apesar dessa interferência dos Estados Unidos, que por anos controlavam o local, em 1999 o controle foi passado ao país de origem. Desde então, o país sede e controlador do canal tem feito melhorias, quebrando recordes de tráfego, financeiros e de segurança ano após ano. A obra é, então, um canal artificial de navios com 77,1 quilômetros de extensão e liga o Atlântico ao Pacífico pelo Mar do Caribe.

Foto: Monica Volpin

O que fazer em uma viagem ao Panamá

Panamá é paraíso para as compras

Você sabia que o Panamá é um dos 10 melhores destinos do mundo para fazer compras? Então, aproveite os duty free para gastar algum dinheiro. São alguns shoppings e áreas com zona livre de impostos para você encontrar desde maquiagem, óculos de sol, bebidas e produtos eletrônicos. Fique encantado com os perfumes super em conta! Perto do aeroporto tem o Metromall, que inclusive tem transporte de graça para os viajantes que estão apenas fazendo uma conexão de algumas horas.

Foto: Greg Montani
Foto: SB Matherson

Região antiga da Cidade do Panamá tem cerca de 500 anos

Apesar de toda a parte moderna atual da capital, ela é antiga e tem história para contar. Por isso, ao viajar para o Panamá, inclua no roteiro uma visita ao Panamá Viejo (Velho), a área mais antiga da região. Por lá estão muito bem preservadas as edificações erguidas com pedras. Reconhecido pela Unesco como patrimônio mundial, o centro histórico abriga ainda a memória da antiga capital, construída em 1519 pelo colonizadores espanhóis.

Mesmo preservada em parte, a cidade precisou se reerguer depois de diversos incêndios, terremoto e ataques piratas. Próximo de lá está Casco Antiguo, outro bairro antigo que merece a viagem! São praças, igrejas, museus e ruas lindas com sua cobertura de pedras. A cidade amuralhada foi levantada para garantir segurança aos moradores naquele período de ataques externos. Esta região também é patrimônio da humanidade pela Unesco. Já sabe o que fazer em uma viagem ao Panamá, né?

Foto: Manuel de la Fuente

Arquipélagos e centenas de praias integram a geografia do Panamá

As praias da região da Cidade do Panamá também são atrativos turísticos. Quem viaja para o país quer ter contato com a natureza e com o calor. Por isso, o Mar do Caribe ou os Oceanos Atlântico e Pacífico com seus arquipélagos são tão procurados. A Isla Colón, por exemplo, faz parte do arquipélago de Bocas de Toro. Situado próximo à fronteira entre Panamá e Costa Rica, tem belas praias, como a Bocas Town, consideradas umas das mais belas praias do mundo.

Foto: Skeeze

Como chegar no Panamá?

Geralmente se chega pela capital. E via aérea. O Aeroporto de Tocumen é um dos principais da América porque está bem centralizado na maioria das rotas. Com isso, há muitas paradas estratégicas para conexão de voos. Também é possível chegar de barco, em cruzeiros que partem da Colômbia em direção ao arquipélago de San Blas. Mas precisa de visto para o Panamá? Não há necessidade aos brasileiros, apenas passaporte com seis meses de validade e o importante cartão de Certificado Internacional de Vacinação contra a Febre Amarela.

Foto: Pixabay

O Panamá é um dos países queridinhos do Viajar é Vida. Já tivemos por lá diversas vezes e tem até conteúdo muito acessado que é da Thábata Santos: Viajar sozinha durante o carnaval para o Panamá.


Conteúdos Relacionados


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*