O charme de mostrar Paris aos filhos

Quer levar os filhos para conhecerem a Cidade Luz e não sabe se eles vão curtir o roteiro? O charme de mostrar Paris aos filhos é algo realmente sem comentários. O Viajar é Vida apresenta algumas dicas para crianças e adultos se encantarem com a cultura, diversão e beleza parisienses:

Os prazeres da Torre Eiffel

Foto: Pete Linforth

Há opções de subir à torre (recomendado comprar ingressos antes pela internet) pelas escadas ou elevador. Mas mesmo uma caminhada pelos arredores já fascina a criançada. Afinal, a torre faz parte de muitos desenhos do universo infantil. De Ratatouille da Disney a Ladybug (pais de meninas vão entender essa última referência).

A Torre Eiffel é o edifício mais alto da cidade e o monumento pago mais visitado do mundo! Possui 324 metros de altura e fica cerca de 15 centímetros mais alta no verão, por conta da dilatação térmica do ferro. A caminhada até o primeiro nível é superior a 300 degraus. O terceiro e mais alto nível só se chega por um elevador.

O Gigantismo do Museu do Louvre

Claro que o museu é gigante e o programa pode ser mais para os adultos. Mas crianças que se encantam com cores, esculturas ou que possuem alguma noção de artes plásticas e história antiga vão se encantar com as tumbas de faraós e múmias, sem falar nas pinturas conhecidas como a Mona Lisa de Da Vinci, que certamente as crianças já tiveram ou em breve terão algum contato com réplicas.

O Louvre é o maior museu de arte de todo o planeta! Está localizado na margem direita do rio Sena, e tem mais de 38 mil objetos expostos, da pré-história ao século 21. E o prédio tem mais de 72 mil metros quadrados de área.

Descanso e brincadeiras no Jardim de Tuileries

É o primeiro jardim público de Paris. Logo saindo do Museu do Louvre fica este espaço. Vale uma caminhada, locação de bicicletas ou de patinetes motorizados. Compre um crepe ou um sorvete, escolha um dos muitos pontos para se sentar e aproveite o local.  No próprio jardim tem uma linda roda gigante que pode encantar ainda mais os pequenos. O charme de mostrar Paris aos filhos vai ganhando força nesta viagem, não é mesmo?

O Jardim de Tuileries, como tudo na Europa, tem longa história. Foi criado no século 16 em estilo italiano e por ordem de Catarina de Médicis para decorar o entorno do palácio das Tulherias onde ela passava seus tempos livres. Em 1664, no entanto, o arquiteto André Le Nôtre transformou-o num jardim no estilo francês, formal e simétrico, cheio de estátuas ornamentais.

Explore o Bairro de Montmartre em Paris

O famoso bairro dos artistas enche os olhos de pais e filhos que acompanham ao vivo a produção de retratos feitos à mão. Fora isso, tem a visita ao pequeno, mas charmoso e rico em obras Museu de Salvador Dalí. Torça para o dia ser de sol, dai programe almoçar com as crianças por lá mesmo, entre telas, tintas e muita animação cultural. Vale destacar que Montmartre é um bairro boêmio de Paris e fica numa colina.

Uma ilha para chamar de sua no coração de Paris

A Ilha de São Luís, ou em francês, île Saint-Louis: fica no 4° arrondissement, no coração de Paris, atrás da Catedral de Notre-Dame (em restauração por longos anos após o incêndio de 2019). Nesta ilha vale caminhar, alugar bicicletas, patinetes, enfim, se perder entre a arquitetura e descobertas a cada esquina. O charme de mostrar Paris aos filhos é realmente o motivo destas dicas.

E por fim Disneyland Paris, mas esse passeio vale um post à parte. O Viajar é Vida tem perguntado sobre suas experiências de viagem. Compartilhe com nossos leitores aqui nos comentários.


Conteúdos Relacionados


Um comentário

  1. Pingback: Quais os 5 maiores museus do mundo? Viajar é Vida!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*