Viagem ao Coliseu oferece novas experiências em Roma

Agora é diferente. Uma viagem ao Coliseu oferece novas experiências em Roma, na Itália, e o Viajar é Vida traz as novidades para você programar seu roteiro de viagem para a Europa. Desde o dia 1º de janeiro, os ingressos custam 16 euros (aproximadamente R$ 71), mas a diretoria do Parque Arqueológico do Coliseu mudou o valor dos ingressos para tornar as visitas verdadeiras experiências imersivas. As visitas foram complementadas com projeções de vídeo, mapas de luz, vozes narrativas e mídias informativas.

Entre as outras mudanças adotadas, está ainda o “forum pass super”, um bilhete extra de um dia de validade e que permite a entrada ao Fórum Romano, ao Monte Palatino, ao Fórum Imperial e ao SUPER área arqueológica. Ele custa a partir de 16 euros.

Foto: Pascal Wiemers/Pixabay

O Super (sete locais únicos para se experimentar em Roma) integra a Casa de Augusto, Santa Maria Antiqua, o Templo de Romulo, entre outros. Não deixe de conferir no site oficial do Parque Arqueológico do Coliseu outras informações sobre como chegar lá, os locais de cada monumento e os horários de visitação, que podem variar conforme o dia da semana.

Além disso, há o ingresso “experiência completa”, que custa 22 euros (aproximadamente R$ 98) e é válido por dois dias. Esta opção garante visitação ao Coliseu, incluindo a arena ou subsolo, além dos passeios contemplados no “forum pass super”.

Viagem ao Coliseu oferece novas experiências em Roma, na Itália como resultado de uma parceria entre a cidade de Roma, o Ministério da Cultura de Roma e a superintendência de arqueologia da capital.

“Viagem ao Coliseu oferece novas experiências em Roma

Alguns pontos do Parque Arqueológico do Coliseu que você não pode perder

Fórum Romano conta a história da Roma Antiga

O Fórum Romano já foi o centro do poder de Roma, concentrando, ao longo do tempo, templos, casas e prédios públicos, onde questões econômicas, religiosas, políticas e administrativas eram tratadas. Entre os diversos prédios, templos e monumentos então o Arco de Tito, a Via Sacra, o Templo de Vênus e a Basílica de Maxêncio.

O Arco de Tito foi construído por volta de 81 d.C. após a morte do Imperador Tito e a vitória dos romanos sobre Jerusalém. Ele serviu de inspiração para outros grandes arcos e portais pelo mundo, como o Arco do Triunfo de Paris. Ligando o Arco de Tito ao Coliseu está a Via Sacra, uma das principais ruas da Roma Antiga, que presenciou muitas vitórias de seus generais, rituais religiosos e o agito da vida cotidiana do império.

O Templo de Vênus é o maior templo pagão da história de Roma. Sua construção foi iniciada em 121 d.C., pelo imperador Adriano, e finalizado em 141 d.C., pelo imperador Antonino Pio. O Templo de Vênus está localizado no início da Via Sacra. Próximo ao templo se encontra a Basílica de Maxêncio, o maior prédio público do Fórum Romano, que era utilizado para julgamentos, atividades comerciais e administrativas do império.

Ao fim do grande Império Romano o Fórum Romano foi perdendo importância e acabou sendo esquecido e danificado pelas condições climáticas e pelo tempo. Escavações e restaurações começaram a ser realizadas a partir do século 19 e atualmente é um importante sítio arqueológico.

Arco de Tito

Monte Palatino é um ponto elevado no relevo de Roma

O Monte Palatino é o monte mais central da cidade de Roma e de acordo com a lenda é onde a caverna Lupercal, onde a loba amamentou e criou Rômulo e Remo, ficava localizada. Foi dele que a grande cidade de Roma se originou e que posteriormente abrigou palácios e toda a aristocracia romana. O primeiro a escolher o Monte Palatino para construir seu palácio imperial foi Augusto.

Foto: Susane Heed/Pixabay

Casa de Augusto revela vida modesta do imperador romano

A Casa de Augusto fica no Monte Palatino, local onde Augusto nasceu e escolheu para morar por toda sua vida ao lado de sua mulher, Lívia, que também possui casa aberta para visitação no Parque Arqueológico do Coliseu. Na casa só podem entrar algumas pessoas por vez, o que forma uma fila para os visitantes que desejam entrar nos cômodos onde o Imperador Augusto viveu. Na casa pode-se notar que para um imperador, Augusto levava uma vida mais modesta que o esperado. 

Santa Maria Antiqua passou por terremoto na Itália

A Igreja de Santa Maria Antiqua está localizada aos pés do Morro Palatino e é a mais antiga construção cristã do Fórum Romano. Ela foi construída no Século 5 e em suas paredes se encontram afrescos, alguns sobrepostos, que retratam a Virgem Maria e Jesus. Ficou fechada por centenas de anos após um terremoto e reaberta apenas quando as escavações e restaurações começaram no Fórum Romano.

Foto: Kookay/Pixabay

Conhecendo um pouquinho do passado de Roma e do Coliseu

Roma é um dos melhores destinos do mundo escolhidos pelos viajantes e recebe milhares de turistas o ano todo. Por isso, uma ótima opção para não perder tempo nas filas e aproveitar a viagem ao máximo é adquirir os ingressos online para visitar o Coliseu e planejar bem seu roteiro de viagem. 

A Itália tem os pontos turísticos favoritos dos brasileiros, e o Coliseu foi eleito pelo TripAdvisor, pelo segundo ano consecutivo, o ponto turístico mais famoso do mundo. O Coliseu está localizado no centro da cidade de Roma, próximo ao Fórum Romano e ao Monte Palatino. O Coliseu é um importante símbolo da Roma Imperial, além de ser uma das 7 maravilhas do mundo. Conhecido também como Anfiteatro Flaviano, foi construído pelo Imperador Vespasiano e inaugurado por Tito, em 80 d.C., e utilizado para as lutas de gladiadores, execuções e espetáculos públicos durante muito tempo. Estima-se que o Coliseu poderia abrigar de 50 a 80 mil pessoas.

Viagem ao Coliseu oferece novas experiências em Roma, na Itália, e os viajantes precisam estar preparados para não perder a oportunidade de conhecer tudo o que o Parque Arqueológico do Coliseu tem a mostrar. O que você achou desta possibilidade de uma experiência mais imersiva? Já passou por este ícone do turismo italiano? Compartilhe suas fotos com a gente.


Conteúdos Relacionados


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*