As 7 belezas naturais do Jalapão no estado de Tocantins

O cenário é indescritível, por isso é até difícil escolher as 7 belezas naturais do Jalapão no estado de Tocantins. Dono dos principais destinos eco turísticos do Brasil, o Jalapão conta com inúmeros atrativos incomparáveis. Foi depois de servir de locação para a novela de horário nobre da Rede Globo (O Outro Lado de Paraíso, em 2017), que esse verdadeiro paraíso ganhou destaque entre os roteiros de viagem dos brasileiros.

O Jalapão fica localizado no lado leste do estado de Tocantins, tem cerca de 34 quilômetros quadrados de área e percorre oito municípios, sendo Ponte Alta do Tocantins o seu principal acesso. Suas belezas naturais incluem fervedouros, cachoeiras, dunas e mirantes. Viajar para o Jalapão é sinônimo de se desconectar do mundo e aproveitar a natureza de perto. Lá cobertura de internet é fraca, com acesso apenas nos centros das cidades. Também não há grandes resorts ou meios de hospedagem mais luxuosos. O destaque é curtir as suas belezas naturais.

Foto: Pixabay

Quando viajar para o Jalapão?

Como nas nossas dicas sobre as 7 belezas naturais do Jalapão, no estado de Tocantins, também são sete os dias mais adequados para conseguir conhecer todas as belezas naturais do lugar. Como o calor dura o ano inteiro, com temperaturas entre 30 e 35 graus, o indicado é organizar a viagem de maio até setembro, já que de outubro a abril as chuvas podem atrapalhar os passeios, dificultando os banhos de cachoeira, as atividades radicais e até mesmo os passeios pelas trilhas.

Como chegar ao Jalapão?

Para não passar por nenhum perrengue de viagem ao Jalapão, conte com uma agência de turismo. As estradas com terra, areia, pedra, buracos e, dependendo da estação, lama e areia fofa, podem ser perigosas para quem não está acostumado. Atravessar as belezas naturais só é possível com um carro 4×4, mas, se você não essa experiência nessas áreas, nem assim é recomendado. Por isso, consulte agentes de viagens especializados, eles garantirão o passeio perfeito e guiado.

Agora que você já sabe muito sobre a região, o Viajar é Vida apresenta as cinco belezas naturais do Jalapão:

1. Cachoeiras: verdadeiras belezas naturais, as cachoeiras não podem ficar de fora do seu roteiro de viagem para o Jalapão. São várias que percorrem a região, cada uma com suas particularidades. Acompanhe mais sobre três delas:

Cachoeira do Lajeado: fica a 36 quilômetros de Ponte Alta do Tocantins, para chegar à queda principal é preciso ir descendo pela própria cachoeira, por meio dos degraus por onde o rio cai. O visual da água caindo nessas estruturas é o destaque . São 15 metros de queda e a piscina natural é rasa com a água cristalina.

Cachoeira da Fumaça: essa cacheira fica a 92 quilômetros de Ponte Alta do Tocantins. Sua principal característica é a grande nuvem de vapor d’água que forma com as quedas, uma de 40 e a outra de 18 metros. Por motivos de segurança, não é permitido tomar banho.

Cachoeira da Formiga: fica a 36 quilômetros de Mateiros. É menor que as outras e sua queda também é pequena, mas é considerada uma das mais bonitas do Jalapão. Própria para banho, suas águas cristalinas formam uma piscina natural azul-esverdeada que impressionam a todos que vêm conhecer o Jalapão. 

2. Fervedouros: entre as principais belezas naturais do Jalapão, você com certeza já viu fotos lindas fotos tiradas nesses pequenos poços cristalinos. Os fervedouros são formados através de uma nascente de rio subterrâneo, as suas águas são quentes e confortáveis para o banho. Há tanta pressão nestes locais que chega a impedir os banhistas de afundarem, por mais fundo que sejam. Os mais famosos da região são os: Fervedouro da Glorinha, do Ceiça, Buritizinho, Alecrim, Soninho e Bela Vista .  Este último, o  fervedouro Bela Vista, está localizado em São Félix do Tocantins e é imperdível para quem viaja ao Jalapão. Suas águas impressionam de tão azul, além disso, a estrutura conta com restaurantes, área para acampar e um deck de madeira.

3. Dunas: as duas do Jalapão surgiram através da erosão, causada pelo vento e as mudanças de temperatura, das rochas arenosas da Serra do Espírito do Santo. Em meio ao cerrado, os belos tons dourados caracterizam essa beleza natural. O fenômeno se torna visita obrigatória para quem viaja ao Jalapão. Curta a vista, tire várias fotos e não perca o pôr do sol deste lugar, é incrível. As dunas do Jalapão ficam dentro do Parque Estadual do Jalapão, o acesso é gratuito e permanece aberto até às 18h.

4. Mirante da Serra do Espírito Santo: cerca de 30 quilômetros de Mateiros, a vista do Mirante da Serra do Espírito Santo está entre os cenários mais famosos do Jalapão. A trilha até o topo não é das mais fáceis, é verdade. Precisa ser feita de carro até um pedaço e finalizada a pé, mas todos que foram avaliam que vale a pena enfrentar a poeira e o cansaço para curtir o lindo visual. O indicado é fazer esse passeio no início ou fim do dia, para assistir ao nascer ou o pôr do sol. Lá de cima, você também terá vista para paisagens naturais incríveis, com toda a natureza intocada do Jalapão, composta por muito verde, rios, riachos e lagos.

5. Pedra Furada: esculpida pelas chuvas e pelo vento, a pedra furada fica a 30 quilômetros de Ponte Alta do Tocantins. O caminho até ela já é uma verdadeira atração, passando por florestas de eucalipto, mas quando se chega lá, o sentimento é indescritível com essa maravilha feita pela natureza. A fotogênica formação rochosa é um dos passeios mais concorridos de quem viaja ao Jalapão, assim como outros passeios, procure deixar esse para o final do dia, o pôr do sol é imperdível.

6. Pôr-do-sol: os turistas do Brasil e do Exterior descobriram as atividades de ecoturismo do Jalapão. Os principais atrativos estão principalmente nas cidades de Mateiros, Novo Acordo, Ponte Alta do Tocantins e São Félix do Tocantins. A paisagem árida possui um verdadeiro oásis de com rios, riachos e ribeirões, todos de águas transparentes e potáveis. E este contato com a natureza torna o espetáculo do pôr-do-sol ainda mais lindo.

As formações de arenito possuem buracos feitos pelo vento ao longo de milhares de anos. Por estas frestas é possível criar molduras para ver o sol se pondo ao final de cada dia. Entre as dicas de locais para sentar e apreciar o momento aposte nas Dunas do Jalapão e na Pedra Furada.

7. Fauna diversificada: o Jalapão fica no centro do Brasil, na divisa do Tocantins com Bahia, Maranhão e Piauí. Estes vizinhos são um oásis em meio à vegetação semiárida, alternando rios, cachoeiras e fervedouros, além de dunas, chapadas, serras e enormes formações rochosas. Geografia diferenciada que garante uma diversidade de flora e fauna.

Os animais silvestres circulam em seu habitat que é o bioma cerrado. Mamíferos como o gambá, a preá, o morcego, a capivara, a anta e até o lobo-guará integram o ecossistema do Jalapão. Entre as aves, o lugar possui periquitos, pica-pau-do-campo, carcará, gavião e a arara-azul e arara-vermelha. Por aqui ainda é possível avistar anfíbios e de répteis.

São belezas naturais que mostram como a natureza é perfeita e como o Brasil é repleto de paisagens que emocionam, conhecer o Jalapão é estar em contato com cenários e momentos que ficarão guardados para sempre. Estas são dicas nossas: as 7 belezas naturais do Jalapão no estado de Tocantins. Mas você já esteve lá? Qual destino você mais gostou? Já está planejando a sua viagem ao Jalapão? E quem já foi, tem mais alguma dica? Qual foi seu passeio preferido?


Conteúdos Relacionados


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*