7 dicas do que fazer em uma viagem à África do Sul

O Viajar é Vida trouxe recentemente 7 perguntas sobre a África do Sul. Como o assunto repercutiu, trouxemos outras informações sobre uma viagem ao continente africano. Confira agora, 7 dicas do que fazer em uma viagem à África do Sul.

1. Que outras atrações ecológicas tem em Cape Town?

A cidade inspira saúde e bem-estar. Não é difícil ver pessoas correndo nas praças e praias, pedalando entre um ponto e outro e fazendo outras atividades em contato com a natureza. As trilhas são as mais comuns e justamente por causa delas os turistas chegam a Cape Town. Ao contrário da Table Moutain, no entanto, a Signal Hill e a Lion’s Head só podem ser feitas a pé. São ambas de média a difícil graduação, mas iniciam de maneira leve e até estes pontos podem ser feitas por qualquer pessoa. Na Lion’s Head fomos até o topo, passando por pedras íngremes, escadas, se segurando em correntes. Foi onde vimos o mais lindo pôr do sol da nossas vidas.

2. Quais os mais bacanas pontos turísticos de lá?

Bo-kaap fica na região central. É um bairro de descendentes de escravos com casas coloridas para contrastar com as cores suaves das roupas que eram obrigados a utilizar quando segregados. O Two Oceans Aquarium tem espécies dos dois oceanos que se encontram no Cabo da Boa Esperança, o Atlântico e o Índico. E está localizado na região do V&A Waterfront, área portuária revitalizada e que ganhou shopping centers, dezenas de bares e restaurantes, lojas, hotéis e um clima de diversão durante todo o dia. A partida para conhecer a Robben Island, onde Nelson Mandela ficou preso, também é daqui. A cidade inteira tem ainda muitos monumentos históricos e museus, um dos maiores jardins botânicos do mundo, o Kirstenbosch; e ótimas vinícolas (o vinho pinotage é criação sul-africana). A produção do vinho vem desde 1685 e só a Constantia fabrica o vinho de sobremesa mais famoso e vendido no mundo, o Grand Constant. Ou seja, prepare-se porque aqui estão apenas 7 dicas do que fazer em uma viagem à África do Sul, de uma variedade de alternativas!

3. A Praia dos Pinguins fica perto?

Sim, a Praia dos Pinguins fica perto, no caminho que leva ao Cabo da Boa Esperança, em Simon’s Town. Você paga para entrar no trecho onde estão os animais. E circula por uma passarela alta em relação à areia da praia. Os pinguins ficam circulando livremente pela orla, se exibindo ao público. Mas não há contato físico, ok?

4. E esta história contra o Apartheid e sobre Mandela são mantidas em Joanesburgo?

Com muito orgulho em toda a África do Sul. Um museu retrata perfeitamente cada época do movimento que durou entre os anos 1970 e 1990. Os sul-africanos consideram Mandela um mártir por sua bravura e resistência. Foram 27 anos na cadeia até ser solto e eleito o primeiro presidente do regime democrático do país. Ele recebeu mais de 250 condecorações por todo o mundo pela sua dedicação ao combate da discriminação racial, incluindo o Nobel da Paz. Mandela tem estátuas espalhadas pela cidade e uma grande praça com seu nome. Vale a visita. E as 7 dicas do que fazer em uma viagem à África do Sul estão quase acabando. Veja as próximas respostas e se prepare para uma viagem incrível. 

5. Como é a segurança em Joanesburgo?

A cidade é muito maior que Cape Town e tem bairros muito pobres e violentos. Prefira andar em grupos, ou utilize táxis e uber até as principais estações de trem/metrô. Os ônibus de turismo, daqueles vermelhos de dois andares, cobram o equivalente a R$ 45 por dia e fazem todo o principal percurso turístico. Você pode ficar nas diversas paradas, explorar os arredores e retomar o veículo para outro local.

6. O que mais tem para se conhecer em Joanesburgo?

Há muita atração, afinal, a cidade é enorme. Visite a Praça Gandhi, que dá nome ao espaço onde Mahatma atuou como advogado a partir de 1893 lutando em favor dos direitos da minoria hindu que vivia na África do Sul. Fica aqui o mais alto prédio do país, o Carlton Centre, com 223 metros. Dá para ter uma vista incrível da cidade. Tem ainda a Casa Mandela, onde viveu o líder africano; o Constitution Hill complexo que abriga a mais alta corte judiciária do país e mantém a Old Fort Prision, prisão que abrigou centenas de presos antes de a África do Sul conquistar a democracia. Aproveite para conhecer a gastronomia local e a intensa malha de restaurantes e lanchonetes. A maior cervejaria do mundo, a SAB Miller mantém sete fábricas na África, mas é em Joanesburgo que fica seu museu interativo, espaço onde conta a história da cerveja, sua própria história e possibilita aos amantes da cerveja degustar seus produtos.

7. Esta é a última das 7 dicas do que fazer em uma viagem à África do Sul. Dá para fazer safári por lá?

Há vários parques e reservas nos arredores. O Lions Safari & Park é um deles e foi o que visitamos. Pelo equivalente a R$ 130 nos pegaram no aeroporto e depois do passeio nos levaram até o hotel onde ficaríamos hospedados. No local é possível ver de perto (dentro de caminhões-gaiolas ou em seu próprio veículo) animais como leões, hienas, leopardos, raposas e girafas. Outra atração são as fotos com a cheeta ou com os filhotes de leão. No Parque Nacional Krueger, a 500 quilômetros de Joanesburgo, o foco é conhecer os Big Five, os cinco maiores animais da África do Sul mais difíceis de serem caçados (leão, rinoceronte, elefante, búfalo e leopardo). O Pilanesberg é outro parque que fica um pouco mais perto, a 200 quilômetros de distância. A grande vantagem é poder fazer um safári mais rápido, de menor duração, e voltar da savana para a cidade grande no mesmo dia. 

Não se esqueça de ver a primeira parte das dicas sobre a África do Sul.


Conteúdos Relacionados


Um comentário

  1. Pingback: Praia de pinguins e por do sol único na África do Sul

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*