Vamos nos encantar em Veneza?

Nunca sonhei em estar em Veneza. Mas estar em Veneza foi um sonho. Viajei para lá em lua de mel e me surpreendi com cada detalhe dessa cidade maravilhosa, especial e romântica. Passear por Veneza é diferente de tudo o que já vi e senti. Nada de carro. Para se locomover por lá só de barco ou caminhando. Aliás, como é bom caminhar e se perder por aquelas ruas. Os canais, as gôndolas, os sons… Cada paisagem! Para mim foi tudo encantador. Encantamento que divido com vocês agora aqui no Passaporte Oficina. Vamos dar uma voltinha por alguns pontos turísticos desse lugar tão impressionante?

Piazza San Marco
A praça de San Marco é o centro turístico da cidade e nela encontramos prédios históricos como a Basílica de São Marco, a Campanile (torre que abriga os sinos da basílica – vou falar mais sobre isso na sequência), o Palazzo Ducale e a Torre do Relógio (Torre dell’Orologio é um prédio do século XV que abriga um dos maiores relógios astronômicos do mundo).  Majestosos prédios cercam a praça. Conhecidos como Procuratie, eles foram construídos originalmente para abrigar os escritórios do procurador da cidade. Ali você encontra  lojas caríssimas e restaurantes como o Café Florian, o mais famoso café de Veneza. No dia que passamos pela praça pudemos acompanhar uma apresentação linda de música. Emocionante. Vale a pena sentar e curtir. Muita gente fala sobre a quantidade de pombos no lugar. Sinceramente não me incomodei com isso com tantas coisas lindas para ver.

Campanile (Torre Veneziana)
A Campanile, ou o Campanário de Veneza, fica na Praça San Marco e tem 98,6 metros de altura. É aí que você pode ter a melhor vista de Veneza. Quanto estive lá a entrada não era muito barata, mas vale cada centavo pela vista deslumbrante.

Grande Canal
O Grande Canal forma a maior via aquática de tráfego da cidade e tem uma profundidade média de cinco metros. O transporte público é provido por meio de vaporetti e táxis aquáticos. Mas nenhuma palavra traduz como é lindo ficar olhando o vai e vem nesse lugar. Eu tive a sorte de ficar em um hotel de frente para o Grande Canal e para a ponte de Rialto que se chamava Antica Locanda Sturium. Sugiro que quem visite Veneza faça o mesmo, é maravilhoso o amanhecer e o anoitecer de uma vista assim.

Rialto
A Ponte di Rialto é um dos principais pontos turísticos de Veneza. É a ponte mais velha que cruza o Grande Canal. Essa joia da arquitetura foi construída originalmente em madeira, por volta do século 12. Após vários colapsos, a ponte foi reconstruída em pedra em 1591, em um estilo parecido com a original. Hoje não é apenas uma ponte, é repleta de lojas. Entre em uma delas e compre uma máscara. São lindas. O que também não faltam são bons restaurantes pertinho dela. A bebida não é barata (pagamos €7 por uma taça de cerveja em 2009), mas vale a pena. A vista é maravilhosa.

Murano
Embora descrita como uma ilha da lagoa de Veneza, Murano é de fato um arquipélago de sete ilhas menores, das quais duas são artificiais (Sacca Serenella e Sacca San Mattia), unidas por pontes. Tem aproximadamente 5,5 mil habitantes e fica a somente um quilômetro de Veneza. Murano é um local famoso pelas obras em vidro. É possível encontrar artigos de decoração, de mesa e até lustres. São diversas lojas com os mais variados preços. Uma dica: existem excursões guiadas para Murano, Burano e Torcello, que te levam de barco direto para os pontos turísticos de cada ilha por preços bastante acessíveis.

Gostou do passeio? Então vá até Veneza. O que contei aqui foi só um pedacinho de uma terra que, para mim, é encantada!

Camile Magalhães
Fotos: Arquivo pessoal


Conteúdos Relacionados


Comments are closed.