Pelas ruas da Austrália

– Este é o Chapadalle, edifício considerado o mais sustentável do mundo, segundo premiação internacional recém recebida. São mais de 38 mil plantas que, juntas, formam um dos maiores jardins suspensos do planeta. Um sistema de espelhos estrategicamente colocados também assegura luz natural em diferentes ambientes. Há uma série de outros itens ambientalmente responsáveis.  
 – O respeito à tradição e à história mantém cenas impressionantes como esse casarão antigo praticamente encostado nesse arranha-céu moderno. 
– O trabalho artístico é outro forte de Sydney. Na maioria dos locais onde tem grande concentração de pessoas, tem também alguma obra de arte. Como as estátuas de metal de Mainly Beach. 
– Sydney tem algumas ladeiras e muitas escadas. É uma forma de encurtar distâncias entre dois locais. Prepare as perna.
– Na margem Norte da Harbour Bridge tem o Luna Park e uma roda-gigante bacana para fazer fotos de outro ângulo da cidade. 
– Sydney também tem um torre gigantesca, para uma visão privilegiada da cidade, mas se a grana estiver curta, o bar do Xangri-la Hotel tem a mesma vista, porém é de graça. 
– As piscinas construídas na maioria das praias dá uma garantia maior aos banhistas, para que aproveitem o banho de mar de maneira mais tranquila, sem receio do possível ataque de tubarões.
 – O setor náutico é altamente explorado na Austrália, além dos ferries do transporte público, muita gente mantém embarcações como veículo para o dia a dia. Depende onde mora. 
– Muita gente utiliza a bicicleta como meio de transporte. E isso vale para alto executivos, comumente vistos pedalando com os ternos em uma bolsa atrás da bike. Se a viagem for muito longa, dá para cortar caminho pelo trem. 

Conteúdos Relacionados


Comments are closed.