Comer e Comprar em Sydney

– Em Chinatown é possível comer um prato como esse por menos de AU$ 10. 
– Sydney também tem um torre gigantesca, para uma visão privilegiada da cidade, mas se a grana estiver curta, o bar do Xangri-la Hotel tem a mesma vista, porém é de graça. 
– Os homens têm participação ativa no dia a dia dos filhos pequenos. Vários deles estão todos os dias com carrinhos de bebê (sem a mulher por perto) nos trens e nos parques. Muito comum vê-los, inclusive, trocando fralda e dando mamadeira, cena pouco comum no Brasil.
– Sydney, definitivamente, é uma cidade cara. Mas como curto garimpar novidades, encontrei algumas lojas com preços mais em conta. A Target e a Kmars, por exemplo, têm de roupa a eletrônicos. A Dollar King e a 123 Dollar Store equivalem às lojas de preço único no Brasil, ótimas para itens do dia a dia, como caderno e caneta para a escola e até mesmo souvenires. Também conheci a The Reject Shop que tem de doces a capinhas para celular. Para roupas, outra dica é a Jay Jay’s. 
– A pluraridade de povos ganha mais força na cidade quando, diariamente ao final da tarde, um vizinho escocês treina sua habilidade com uma gaita de fole. 

– Entre as comidas tradicionais da Austrália estão o fish and chip, o vegemite (pasta feita de levedura, com sabor forte e salgado e cor de petróleo usado principalmente em torradas) e Tim Tam (biscoito doce recheado e coberto de chocolate). 

Conteúdos Relacionados


Comments are closed.