Acessibilidade é ponto alto em Toronto

Essa cidade foi pensada para todos, e isso inclui pessoas com deficiência física ou alguma limitação na locomoção. Nunca vi tanta gente em cadeira de rodas ou com carrinhos que facilitam o caminhar! Isso porque para eles há a garantia de acessibilidade.
Os ônibus são identificados quando estão preparados para transportar cadeirantes e na hora do embarque baixam o nível, mais rente à calçada. Já os prédios contam com portas automáticas que são acionadas por botões. Isso sem falar na educação do povo que procura ser sempre solícito em caso de perceber alguma dificuldade alheia. Desde 2009 a cidade inclusive tem o compromisso de ser livre de barreiras. Além da acessibilidade há o compromisso de integrar esses torontenses na vida comunitária, o que inclui lazer e profissão. See you:)

Tip
– Tem muita auto estação aqui em Toronto. Você pode comprar tickets do cinema sem passar por um atendente, tudo na máquina. Compra passes do metrô e inclusive vai a supermercado que não necessita de caixa. Tudo feito “by yourself”. Fui em um restaurante em que os pedidos eram feitos via tablet (sei que no Brasil tem isso em cidades maiores) e o garçom só vinha para lhe entregar os pratos. Acho tudo isso muito prático.

Roteiro
– Luxo. Quase morri com um passeio que fiz e preciso compartilhar! Fui dar uma passadinha pelas ruas de Toronto que possuiu as lojas mais cobiçadas do mundo. Bem-vindo ao encontro das ruas Bloor e Queen. Por lá você encontra as grifes luxo como Louis Vuitton, Calvin Klein, Coach, Michael Koors, Mont Blanc, Hermes e tantas outras que sai de lá até tonta. Se seu objetivo em Toronto é consumo A, então enjoy it. Caso contrário, vá também e sinta um estilo diferente (e restrito) de vida. Ah, e pertinho desta área comercial tem o bairro onde os mais endinheirados moram: Yorkville. Por lá, os prédios tem fachadas mais “poderosas” e ate os cafés tem ares mais seletos.


Conteúdos Relacionados


Comments are closed.