A fantástica ilha de Cuba

A pequena ilha de Cuba é um local cheio de encantos e sensações, apesar do que dizem por aí, o país não é nada do que vemos na grande mídia. Chegar a Cuba não é fácil, são poucos voos e é um longo processo. Antes tive que parar na Venezuela e Panamá (o que foi ótimo, pois tive a oportunidade de conhecer o lugar também), mas ao chegar na ilha vi que todo o esforço valeu.

Estive em Cuba em 2012 para um congresso de antropologia, um dos melhores e mais bem organizados que já fui (e olhe que não fui em poucos!). Passei 15 dias na maravilhosa ilha de Cuba e, na maior parte do tempo, fiquei na não tão famosa Santiago, tão linda como La Havana. As pessoas são extremamente simpáticas, educadas e dispostas a ajudar. E para quem gosta de música, não há lugar melhor para curtir 24h de boas composições nas ruas da ilha.

Vamos aos lugares. Uma das coisas que me chamou a atenção foi a Noche Santiaguera, que acontece todo sábado na avenida principal de Santiago, Paseo Martí. São várias barraquinhas espalhadas pela avenida com comidas típicas do local, a exemplo de frutos do mar e porco, muito rum e vinho. Além dos comes e bebes, vários grupos musicais e dançarinos são espalhados pela avenida, assim como escolas de músicas e profissionais disponíveis para ensinar todos os passos aos turistas.

Bom, praieira que sou, não poderia deixar de conferir as belas praias cubanas, afinal, mar do Caribe não é todo dia que a gente vê. São mais de 300 praias, mas a mais linda que vi foi Varadero.  A apenas 140 quilômetros da capital, a praia é considerada uma das mais bonitas do mundo e não é para menos: são aproximadamente 20 quilômetros de areia branca e águas tão límpidas que se confundem com o azul do céu. São muitos encantos naturais além da praia e vários hotéis, resorts e restaurantes de alta gastronomia que atraem turistas dos mais variados cantos do mundo.

Poderia falar muito mais de várias outras coisas de Cuba, mas vou deixar vocês com vontade e curiosidade de conhecer esse local tão fervoroso culturalmente e com tantas belezas naturais.

Díjna Torres
Fotos: Arquivo pessoal


Conteúdos Relacionados


Comments are closed.